Olá, bem-vind@!

Quer participar e contribuir? Clique no botão "Registrar-se" se é sua primeira vez aqui. Se você já é um dos nossos, clique em "Entrar".

Edgard da JP se comove com a morte de bandidos. Coitadinhos...

A polícia do RJ já mandou mais de 400 pra vala só este ano.

«1

Comentários

  • JudasJudas Moderator
    editado May 7
    Guzzo mandou bem. Não há como afetar imparcialidade diante do crime.
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    Quando se elimina uma parcela negativa, o total fica menos negativo.
  • JudasJudas Moderator
    Quanto mais tempo se deixa o problema aumentar mais dolorosa será sua solução.

    Houve um tempo onde resolver o problema das favelas era apenas proibir as pessoas de construir casas lá e as recolher para abrigos públicos de forma compulsória. Favela não é opção de vida.

    Atualmente pra acabar com a violência que as favelas geram inclusive a opressão da população local pelos traficantes e milicianos vai custar sangue inocente.

    O mundo é assim, a realidade é assim.

    Guardadas as devidas proporções tentaram acalmar Hitler cedendo à suas pretensões, deu no que deu.


    Traficantes não vão parar de traficar, pessoas não vão parar de consumir, a situação está cristalizada demais pra que se resolva apenas pela via da "educação e cidadania".

    Tarde demais, agora vai morrer inocente.
  • PercivalPercival Member
    Me lembrei disso:



    A partir dos 3:15 :

      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    Judas disse: Traficantes não vão parar de traficar, pessoas não vão parar de consumir, a situação está cristalizada demais pra que se resolva apenas pela via da "educação e cidadania".

    Tarde demais, agora vai morrer inocente.
    "Educação e cidadania" tem que começar agora para que no futuro as coisas talvez estejam melhores, mas não vai acabar com a bandidagem e a falta de educação do povo.

    São duas coisas separadas:
    - educar para o futuro
    - combater o crime que existe agora

    Além do quê, sem a eliminação dos bandidos, não será possível educar para o futuro.

  • CRIATUROCRIATURO Member
    Fernando_Silva disse: Quando se elimina uma parcela negativa, o total fica menos negativo.
    então isso é mais positivo!

  • CRIATUROCRIATURO Member
    Fernando_Silva disse:
    Judas disse: Traficantes não vão parar de traficar, pessoas não vão parar de consumir, a situação está cristalizada demais pra que se resolva apenas pela via da "educação e cidadania".

    Tarde demais, agora vai morrer inocente.
    "Educação e cidadania" tem que começar agora para que no futuro as coisas talvez estejam melhores, mas não vai acabar com a bandidagem e a falta de educação do povo.

    São duas coisas separadas:
    - educar para o futuro
    - combater o crime que existe agora

    Além do quê, sem a eliminação dos bandidos, não será possível educar para o futuro.

    duas formas de acabar com o trafico:
    - eliminar o mercado consumidor!
    - ou legalizar

  • JudasJudas Moderator
    Fernando_Silva disse:
    Judas disse: Traficantes não vão parar de traficar, pessoas não vão parar de consumir, a situação está cristalizada demais pra que se resolva apenas pela via da "educação e cidadania".

    Tarde demais, agora vai morrer inocente.
    "Educação e cidadania" tem que começar agora para que no futuro as coisas talvez estejam melhores, mas não vai acabar com a bandidagem e a falta de educação do povo.

    São duas coisas separadas:
    - educar para o futuro
    - combater o crime que existe agora

    Além do quê, sem a eliminação dos bandidos, não será possível educar para o futuro.


    Sim, são soluções concorrentes que precisam ser adotadas em conjunto.

    O que quis dizer é que houve um tempo onde só uma delas, a mais branda, bastava.

    Agora com a sitiação cristalizada de escudos humanos aos milhões vivendo em áreas dominadas por traficantes não se resolverá sem que inocentes morram.
  • JudasJudas Moderator
    CRIATURO disse:
    Fernando_Silva disse:
    Judas disse: Traficantes não vão parar de traficar, pessoas não vão parar de consumir, a situação está cristalizada demais pra que se resolva apenas pela via da "educação e cidadania".

    Tarde demais, agora vai morrer inocente.
    "Educação e cidadania" tem que começar agora para que no futuro as coisas talvez estejam melhores, mas não vai acabar com a bandidagem e a falta de educação do povo.

    São duas coisas separadas:
    - educar para o futuro
    - combater o crime que existe agora

    Além do quê, sem a eliminação dos bandidos, não será possível educar para o futuro.

    duas formas de acabar com o trafico:
    - eliminar o mercado consumidor!
    - ou legalizar

    Legalizar diante da situação cristalizada de dominação dos traficantes além de não resolver vai absolver gente de gravata que ajudou os traficantes a chegarem onde chegaram.

    É FATO que legalizar não diminiu o tráfico e nem os problemas que ele causa.

  • SpiderSpider Member
    - quando falam em legalizar, estão se referindo apenas a maconha, como se fosse a única droga comercializada pelos bandidos, esse papo de legalizar é conversa pra boi dormir.

    Abraços,
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    O cigarro comum é legalizado e mesmo assim continua o contrabando.
  • CRIATUROCRIATURO Member
    editado May 9
    O consumo praticamente ja esta legalizado, a policia não prende usuários pois a lei diz ser apenas contravenção penal consumo e porte de pequena quantidade, pena prevista de 3 meses de reclusão convertida em penas alternativas como trabalho comunitários, mas se houver reincidências ai sim a pena sera endurecida para 6 meses de trabalhos comunitários ou seja ninguém mais é preso por consumo!
    assim é que o comercio de drogas esta em alta!
  • CRIATUROCRIATURO Member
    Fernando_Silva disse: O cigarro comum é legalizado e mesmo assim continua o contrabando.

    impostos
  • CRIATUROCRIATURO Member
    editado May 9
    na Filipinas o comercio e consumo de drogas esta Proibido!

    Desde aquele discurso impiedoso, foram assassinadas 9.432 pessoas.
    Os assassinatos seguem um padrão. As autoridades telefonam ao usuário para que entre na reabilitação, como já fizeram 1,3 milhão de pessoas. Se não obedecer, policiais à paisana vão à sua casa. A operação para prendê-lo acaba quase sempre com o suspeito morto

    https://brasil.elpais.com/brasil/2017/07/03/eps/1499089617_332439.html

    em uma sociedade "toda ação individual" provoca um reação coletiva logo quando negativa torna se prejudicial a maioria, portanto deve ser combatida pela maioria em prol do bem coletivo!
    vivemos em uma sociedade doente, o cara que inventa drogas é um ser humano doente , o que consome tambem e os que são favoráveis ao consumo também são doentes!
    Toda doença traz malefícios sociais!
    Talvez eliminar usuários da forma mais pratica, não seja o caminho mais correto ,nem ficar passando a mão na cabeça de drogado na esperança que eles abandonem o vicio , tambem não é permitindo uma cracolândia no centro da maior cidade do Brasil que estamos reprimindo e desmotivando o consumo!

    Em todo planejamento teremos perdas, pois em nada existe 100% de aproveitamento, então é necessário avaliarmos se o rendimento possível compensa, na Felipinas foram perdidas 9432 pessoas X 1300000 salvas , na verdade essas 9432 ja estavam perdidas pois auto se excluíram da sociedade.
    na verdade utopicamente todos viciados deveriam ser tratados e reabilitados compulsoriamente,mas algumas pessoas ja nascem estragadas de fabrica com mal caratismos nato pois tendem sempre a decair, só pai e mãe que ficará sua vida toda sofrendo e passando a mão na cabeça do seu filho dizendo que ele tem uns "probreminhas" mas é "bonzinho" ! a sociedade deve ser bem rígida sabendo reconhecer e eliminar seres ante sociais natos!

  • JudasJudas Moderator
    editado May 10
    Legalizar as drogas é uma solução ideologicamente perfeita e que por isso é impraticável na realidade que não é ideal.

    O argumento de que cada um faz de sua vida o que quiser é válido no mundo ideal, que não é o nosso.

    Há consequências para terceiros sejam as drogas lícitas ou não.
    Desde aquele discurso impiedoso, foram assassinadas 9.432 pessoas.
    Os assassinatos seguem um padrão. As autoridades telefonam ao usuário para que entre na reabilitação, como já fizeram 1,3 milhão de pessoas. Se não obedecer, policiais à paisana vão à sua casa. A operação para prendê-lo acaba quase sempre com o suspeito morto

    Quero crer que vocÊ usou um exemplo exagerado.

    Mas eu acho que responsabilizar o usuário não é de todo errado.

    Comprar droga na mão de quem mata e faz o caralho pra manter sua boca é ser cúmplice destes crimes.

    Eu acho que ao menos um flagrante de gente comprando drogas deveria servir pra processar o sujeito por colaboração com o crime.


  • AcauanAcauan Administrator, Moderator
    De todas as taras da Esquerda, este tesão irreprimido que aquela turma tem por bandido é a mais emblemática da sanidade deles.
  • CameronCameron Member
    De todas as taras da Esquerda, este tesão irreprimido que aquela turma tem por bandido é a mais emblemática da sanidade deles.
    E de todas é a que mais torce o nariz das pessoas de bem, mesmo as menos politizadas delas.


  • HuxleyHuxley Member
    Cameron disse:
    De todas as taras da Esquerda, este tesão irreprimido que aquela turma tem por bandido é a mais emblemática da sanidade deles.
    E de todas é a que mais torce o nariz das pessoas de bem, mesmo as menos politizadas delas.



    Esquerda = defesa da bandidagem, simples assim.

    É curioso que as pessoas aparentemente não saibam o que os policymakers esquerdistas da China fazem com os bandidos.

    O esquerdismo cultural influenciado por filósofia pós-moderna que existe no Brasil não resume bem o esquerdismo no mundo. E nem no Brasil. A maioria da população é esquerdista economicamente, embora seja direitista no âmbito cultural.
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    editado May 10
    Huxley disse:
    Esquerda = defesa da bandidagem, simples assim.

    É curioso que as pessoas aparentemente não saibam o que os policymakers esquerdistas da China fazem com os bandidos.

    O esquerdismo cultural influenciado por filósofia pós-moderna que existe no Brasil não resume bem o esquerdismo no mundo. E nem no Brasil. A maioria da população é esquerdista economicamente, embora seja direitista no âmbito cultural.
    Defender este tipo de coisa é uma tática para dividir a sociedade, jogar uma facção contra a outra.
    Quando os comunistas chegam ao poder, se tornam extremamente caretas e acabam com gays, feministas e outras coisas que antes pareciam apoiar.

    Acabam inclusive com a liberdade que os bobalhões úteis de esquerda tinham de defender essas coisas.
  • JudasJudas Moderator
    editado May 10
    Defender este tipo de coisa é uma tática para dividir a sociedade, jogar uma facção contra a outra.
    Quando os comunistas chegam ao poder, se tornam extremamente caretas e acabam com gays, feministas e outras coisas que antes pareciam apoiar.

    Acabam inclusive com a liberdade que os bobalhões úteis de esquerda tinham de defender essas coisas.

    Vide o exemplo que o Criaturo deu estes dias sobre como as Filipinas tratam drogados.

    A Rússia de Putin é contra gays e puritana.

    Mas ao menos no Brasil atual a defesa de teses pró bandidos é monopólio da esquerda no debate público.

    Marcelo Freixo
    Jandira Feghalli
    Benedita da Silva
    Jean Wyllys
    Gleisy Hoffman

    Não é "culpa" da direita que eles sejam identificados desta forma.

    Quem nunca ouviu as teses do "encarceiramento é mau negócio" do Freixo?

    A proposta do Haddad de desencarceirar geral para "crimes leves"?

    Isso aqui foi esta semana:





  • JudasJudas Moderator
    Outro exemplo:


    Um dos vídeos que ajudaram a eleger Bolsonaro:
  • JudasJudas Moderator
    Falta no Brasil, como disse o @Acauan estes dias um partido conservador e um partido trabalhista, ambos sérios. Isso elimina bolsonaretes e praticamente todos os partidos de esquerda representados atualmente.

    O nível do debate em geral precisa melhorar.

    É um político, é um sofista filho da puta e tentou salvar Dilma com argumentos escrotos, mas eu reconheço no Randolfe Rodrigues boas qualidades e bons arguentos em muitos debates em que ele se envolve.
  • CRIATUROCRIATURO Member
    Judas disse: Legalizar as drogas é uma solução ideologicamente perfeita e que por isso é impraticável na realidade que não é ideal.

    O argumento de que cada um faz de sua vida o que quiser é válido no mundo ideal, que não é o nosso.

    Há consequências para terceiros sejam as drogas lícitas ou não.
    Desde aquele discurso impiedoso, foram assassinadas 9.432 pessoas.
    Os assassinatos seguem um padrão. As autoridades telefonam ao usuário para que entre na reabilitação, como já fizeram 1,3 milhão de pessoas. Se não obedecer, policiais à paisana vão à sua casa. A operação para prendê-lo acaba quase sempre com o suspeito morto

    Quero crer que vocÊ usou um exemplo exagerado.

    Mas eu acho que responsabilizar o usuário não é de todo errado.

    Comprar droga na mão de quem mata e faz o caralho pra manter sua boca é ser cúmplice destes cries.

    Eu acho que ao menos um flagrante de gente comprando drogas deveria servir pra processar o sujeito por colaboração com o crime.


    Judas disse:
    Defender este tipo de coisa é uma tática para dividir a sociedade, jogar uma facção contra a outra.
    Quando os comunistas chegam ao poder, se tornam extremamente caretas e acabam com gays, feministas e outras coisas que antes pareciam apoiar.

    Acabam inclusive com a liberdade que os bobalhões úteis de esquerda tinham de defender essas coisas.

    Vide o exemplo que o Criaturo deu estes dias sobre como as Filipinas tratam drogados.

    A Rússia de Putin é contra gays e puritana.

    Mas ao menos no Brasil atual a defesa de teses pró bandidos é monopólio da esquerda no debate público.

    atualmente a vilã do pais deixou de ser o excesso de políticos gastões e corruptos , impostos extorsivos, educação mal educada, drogas e passou a ser a previdência social.
    quando os cofres voltarem a encher com o dinheiro da piãozada trabalhadora, os políticos irão ressuscitar a DRU, ou irão investir o nosso dinheiro em titulos da divida publica da Venezuela assim como faliram a previdência dos correios!
    e tem gente que ainda acredita que mais este sacrifício do trabalhador ira ser convertido em desenvolvimento social!
    Acorda Brasil! é como se o ladrão dissesse a sua vitima" vou enfiar a mão no seu bolso e levar todo seu salario embora, mas não reaja que sera melhor pra você, continue a trabalhar eu a te roubar!
  • CRIATUROCRIATURO Member
    EUA possui 2500000 de presos, o Brasil tem apenas 600000 presos e 5000000 soltos vide n leis mandando soltar presos, tudo é motivo para manter criminoso solto!
  • HuxleyHuxley Member
    Judas disse:
    Defender este tipo de coisa é uma tática para dividir a sociedade, jogar uma facção contra a outra.
    Quando os comunistas chegam ao poder, se tornam extremamente caretas e acabam com gays, feministas e outras coisas que antes pareciam apoiar.

    Acabam inclusive com a liberdade que os bobalhões úteis de esquerda tinham de defender essas coisas.

    Vide o exemplo que o Criaturo deu estes dias sobre como as Filipinas tratam drogados.

    A Rússia de Putin é contra gays e puritana.

    Mas ao menos no Brasil atual a defesa de teses pró bandidos é monopólio da esquerda no debate público.

    Marcelo Freixo
    Jandira Feghalli
    Benedita da Silva
    Jean Wyllys
    Gleisy Hoffman

    Não é "culpa" da direita que eles sejam identificados desta forma.

    Quem nunca ouviu as teses do "encarceiramento é mau negócio" do Freixo?

    A proposta do Haddad de desencarceirar geral para "crimes leves"?

    Isso aqui foi esta semana:





    No Brasil, todo militante político defensor da política identitária é esquerdista, mas nem todo esquerdista é defensor da política identitária. Há muitos esquerdistas que já perceberam que a estratégia da política identitária é um tiro no pé, seja pelo fato de que a população brasileira é predominantemente direitista cultural, seja porque ninguém gosta de ser tachado de "opressor de minorias", minorias essas cuja soma dá mais de 50% da população. Um exemplo de quem já percebeu esse tiro no pé é Ciro Gomes. Portanto, a estratégia "dividir para conquistar" nada tem de maquiavelismo esperto. Para mim, parece mais burrice ideológica que a maioria dos militantes captaram e passaram acreditar do fundo do coração. Os esquerdistas pós-modernos nem parecem perceber que foco do socialismo e comunismo clássicos não era a divisão da população trabalhadora em facções, mas sim o exato oposto: a união e a solidariedade de classe dos trabalhadores. No marxismo clássico, tem até o lema de Marx que diz: "Proletários de todo mundo, uni-vos". O divisionismo de minorias é uma estratégia socialista relativamente recente e tem sido um fomentador do fortalecimento da direita econômica e cultural.
  • BotânicoBotânico Member
    Legalização das drogas... Isso é de comer ou de beber? No caso da maconha, até pode ser, mas sua legalização tem de ser em nível pessoal, ou seja, o fumeiro planta a suas maconhas no fundo do quintal da sua casa, na sacada do seu apartamento, onde der pra planta crescer e faz seu próprio baseado para si e pros "amigos". Com isso, os produtores e traficantes de maconha só vão poder exportar a dita cuja.

    Já com cocaína, heroína e outras inas, tem um problema: elas só produzem o princípio ativo em condições climáticas e de altitude específicas. Não se planta coca no Brasil, porque aqui ela não produz o princípio ativo. E como é que se legaliza isso? Os traficantes agora vão abrir empresas em importação e venda de crack, cocaína e as outras inas?
  • JudasJudas Moderator
    editado May 13
    Há muitos esquerdistas que já perceberam que a estratégia da política identitária é um tiro no pé, seja pelo fato de que a população brasileira é predominantemente direitista cultural, seja porque ninguém gosta de ser tachado de "opressor de minorias", minorias essas cuja soma dá mais de 50% da população.

    Isso está misturado na minha opinião. Tenterei me fazer entender.

    O que está escrito aqui em cima é verdade na maioria dos casos inclusive no abaixo.





    Um exemplo de quem já percebeu esse tiro no pé é Ciro Gomes.

    É verdade.

    E o exemplo contrário ao Ciro que dá razao à isso aqui:





    Portanto, a estratégia "dividir para conquistar" nada tem de maquiavelismo esperto. Para mim, parece mais burrice ideológica que a maioria dos militantes captaram e passaram acreditar do fundo do coração.

    ...foi a candidatura do Fernando Haddad já no segundo turno aparecer na TV falando em desencarceiramento em massa para crimes leves.

    Sério? Que isso...

    Os índices de roubos, carteiras batidas, arrastões e assaltos passando do absurdo e o cara me solta uma dessas? Perdeu e eu fico imaginando por quê.


    Já o mesmo discurso caricato tanto da defesa incondicional de bandidos (Maria do Rosário e afins) quanto do "bandido bom é bandido morto" não me parece burrice ideológica (apesar de ser) quando lembramos que nestes casas específicamente os defensores dessas bandeiras na sua maioria não disputam eleições majoritárias e precisam apenas se eleger como minorias. Com exceção da inacreditável cagada da campanha do Haddad que me lembrei agora e talvez algumas outras que me escapam.

    É triste constatar isso. É triste saber que o debate público e o sistema eleitoral são tão frágeis assim que elegem esses caras há décadas e com este expediente tão barato e tosco. É um alento que não funcione em escala nacional/majoritária.

    Pergunta honesta é se o voto distrital atacaria este tipo de problema.


  • JudasJudas Moderator
    Agora o RJ vai ficar ótimo.
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.