Olá, bem-vind@!

Quer participar e contribuir? Clique no botão "Registrar-se" se é sua primeira vez aqui. Se você já é um dos nossos, clique em "Entrar".

Liberalism.txt: crônicas da insanidade progressista

IMAG5T45TENS-POST-LOLY.png
Em meio ao barulho incessante da mídia, é fácil se esquecer que quase vivemos numa realidade onde Hillary Clinton seria hoje a lacrante primeira mulher “líder do mundo livre”.

 No entanto, esse mundo cheio de artigos sonháticos existe de verdade no centro da hegemonia cultural do liberalismo e nenhum lugar é melhor pra se ter uma boa ideia de como ele é do que o perfil do Twitter liberalism.txt.

 Seguindo a fórmula de outros perfis com o mesmo formato, o liberalism.txt é uma coleção de tweets, artigos e pensamentos de repórteres, celebridades, personalidades e adeptos comuns do liberalismo moderno, tudo apresentado sem o mínimo contexto ou desenvolvimento. O resultado é uma viagem de ácido por um mundo onde tudo se resume a referências à cultura pop e pequenas tiradas de efeito.

 A falta de contexto e desenvolvimento dos pensamentos capturados pelo perfil ajudam a lhes dar uma qualidade surreal, eliminando as ligações com a realidade, tornando essas pequenas pérolas do pensamento liberal exemplos perfeitos da total insanidade infantilóide que tomou conta do movimento nos últimos anos, fruto de décadas de uma classe artística desconectada da realidade e uma mídia subserviente.É uma experiência que vai além de simplesmente rir de seus adversários políticos ou expor a quase maníaca complacência de jornalistas para com políticos liberais, é ao mesmo tempo uma viagem engraçada e assustadora, confusa e fascinante, como um passeio pelo País das Maravilhas de Alice, onde as regras fogem de qualquer lógica ou compreensão, mas onde seus habitantes reagem tão naturalmente à loucura que faz tudo parecer quase normal.

 Se você não segue o perfil, eu recomendo que você o faça imediatamente. Só tome cuidado. Assim como o que te espera depois do buraco de coelho, o conteúdo do perfil pode te fazer duvidar da própria sanidade e se tornar incapaz de distinguir realidade de fantasia.

http://loly.systems/2017/05/liberalism-txt-cronicas-da-insanidade-progressista/
  “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.