Olá, bem-vind@!

Quer participar e contribuir? Clique no botão "Registrar-se" se é sua primeira vez aqui. Se você já é um dos nossos, clique em "Entrar".

O neurocientista ateu Sam Harris e a inexistência do eu.

NadaSeiNadaSei Administrator, Moderator
editado August 7 em Religião é veneno
Sam Harris tem alguns videos falando sobre consciência, meditação, espiritualidade e transcendência.
Infelizmente está tudo em inglês, mas é o primeiro ateu que eu vejo alertando para "não jogar o bebê junto com a água" e apesar de alertar que não se deve aceitar as alegações misticas que fazem sobre esses fenômenos ele também alerta que os fenômenos são bem reais e não podem ser simplesmente rotulados como "ilusões" e "distorções" da mente como em geral os ateus costumam fazer.
Ele chega a dizer que os religiosos que experimentam esses estados REALMENTE se tornam mais aptos a falar sobre a consciência e o funcionamento desta.



Nesse outro vídeo ele procura descrever mais claramente a necessidade de separar a questão da experiencia da consciência e da meditação, das alegações que extrapolam essas experiencias e adentram em falar sobre os mistérios do universo.
É muito raro ver um ateu com esse tipo de compreenção do assunto.

“A violência comunista não foi mera aberração da psique eslava, mas sim algo diabolicamente inerente à engenharia social marxista, que, querendo reformar o homem pela força, transforma os dissidentes primeiro em inimigos, e depois em vítimas.” - Roberto Campos

Comentários

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.