Olá, bem-vind@!

Quer participar e contribuir? Clique no botão "Registrar-se" se é sua primeira vez aqui. Se você já é um dos nossos, clique em "Entrar".

Prefeitura de São Paulo quer cobrar ISS da Netflix e afins

    Na semana passada, a gestão do prefeito João Doria (PSDB) enviou à Câmara Municipal de São Paulo um projeto de lei (630/2017) que inclui vários serviços na cobrança do ISS (Imposto Sobre Serviços), inclusive plataformas de streaming. Isso significa que, se a proposta for aprovada, serviços como Netflix e Spotify poderão ficar um pouco mais caros, pelo menos para quem mora na capital paulista. A proposta tem como base a lei complementar nº 157 que, sancionada pelo presidente Michel Temer no final do ano passado, estende a cobrança do ISS a determinados setores, incluindo o de streaming. Caso a proposta seja aprovada pela Câmara neste ano, os serviços de streaming poderão ter que pagar ISS já no início de 2018.Fala-se que o porcentual a ser pago pelas empresas será de 1,09%, mas a prefeitura está padronizando a cobrança sobre determinados setores em 2,9%. Este último número é mais provável, portanto.sad_saul-700x394.jpgÉ claro que a aprovação do ISS para serviços de streaming não significa que a cobrança será, obrigatoriamente, repassada para o usuário na forma de aumento da mensalidade. Mas as chances de isso acontecer são grandes. À CBN, o deputado Walter Ihoshi (PSD) reconheceu que o consumidor deve ser impactado, mas frisou que, mesmo assim, o preço final ficará mais baixo na comparação com serviços sujeitos ao ICMS, como TV por assinatura.O vereador Aurélio Nomura (PSDB), líder do governo na Câmara, explicou que o projeto não tem data para ser votado, pois há outras propostas que são prioridade no Legislativo. De todo modo, a votação deverá ocorrer o “mais rápido possível”.A prefeitura ressalta que o projeto serve para “adequar a legislação municipal” — a lei complementar determina que, no caso de plataformas de streaming, a cobrança de ISS seja executada no município em que o serviço é prestado.Ao Estadão, o Spotify declarou que não irá comentar o assunto. A Netflix, por sua vez, não se manifestou.
  “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]

Comentários

  • Mais impostos? Tão original... <_<
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    Taxman - The Beatles

    Let me tell you how it will be
    There's one for you, nineteen for me
    Cos I'm the taxman, yeah, I'm the taxman

    Should five per cent appear too small
    Be thankful I don't take it all
    Cos I'm the taxman, yeah I'm the taxman

    If you drive a car, I'll tax the street
    If you try to sit, I'll tax your seat
    If you get too cold I'll tax the heat
    If you take a walk, I'll tax your feet

    Taxman!
    Cos I'm the taxman, yeah I'm the taxman

    Don't ask me what I want it for (Aahh Mr. Wilson)
    If you don't want to pay some more (Aahh Mr. Heath)
    Cos I'm the taxman, yeah, I'm the taxman

    Now my advice for those who die
    Declare the pennies on your eyes
    Cos I'm the taxman, yeah, I'm the taxman

    And you're working for no one but me
    Taxman!
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    Dono da Netflix é bilionário', justifica Doria ao defender taxa do streaming

    O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), publicou um vídeo ontem defendendo a aplicação do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) a empresas que atuam no mercado de streaming dentro da cidade. E foi além ao dizer que elas não devem repassar a taxa aos consumidores.

    "Não adianta dizer que vai cobrar do consumidor isso", comentou, acrescentando que "a Netflix é uma empresa rica". "Não vem com essa história de que, ao cobrar imposto que nunca pagou, vai repassar para o consumidor. Negativo. Os lucros da Netflix, e de outras empresas de streaming, é suficientemente alto para pagar os impostos municipais [sic]."
    https://olhardigital.com.br/noticia/-dono-da-netflix-e-bilionario-justifica-doria-ao-defender-taxa-do-streaming/71211
  • Eu já achava ser impossível o Dória se queimar mais com esse apoio ou conivência com o Temer, mas estava enganado. Um empresário "liberal" que acha que uma empresa não vai aumentar o preço do consumidor depois de ter seu custo operacional aumentado por impostos.
  • "Não adianta dizer que vai cobrar do consumidor isso", comentou, acrescentando que "a Netflix é uma empresa rica"

    Sabe o que é mais interessante?
    Ela vai continuar sendo rica, pois quem vai pagar por esse aumento é o consumidor.
    Adoro quando esses picaretas do PSDB acabam por mostrar a verdadeira cara.
    Criticam tanto o pessoal da esquerda para, uma vez lá dentro, fazerem exatamente o mesmo.
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.