Olá, bem-vind@!

Quer participar e contribuir? Clique no botão "Registrar-se" se é sua primeira vez aqui. Se você já é um dos nossos, clique em "Entrar".

Cientistas confirmam: existe vida após a morte, mas não por muito tempo

Alguns relatos feitos durante a Revolução Francesa descrevem vítimas de decapitação que olhavam diretamente para a pessoa diante de sua cabeça, piscavam os olhos em reconhecimento e permaneciam conscientes por até 15 segundos. A maioria dos médicos e cientistas rejeita esses relatos, dizendo que o choque e a queda de pressão deixariam qualquer um inconsciente. De qualquer jeito essa não é mais a perspectiva mais assustadora que você já leu.


Tudo começa (e termina) em seu cérebro. Ele só conta com 2% do peso do seu corpo (bem menos se você for comentarista do G1) mas é responsável por consumir 25% do oxigênio e 70% da glicose em seu sanguefonte. Ou seja: qualquer vacilo nesse fornecimento de oxigênio e energia, seu cérebro morre.
Qualquer coisa entre 3 e 5 minutos de privação de oxigênio e você já começa a sofrer dano cerebral, mais que isso e você perderá suas funções motoras, desaprenderá tarefas como ir ao banheiro e a única coisa que será capaz de fazer será estrelar vídeos “Reagindo ao Clipe da Anitta”, no YouTube.
Muito mais que isso, e você morre. Tecnicamente, pois a morte clínica é caracterizada pela parada cardíaca. A morte cerebral vem depois, mas é parte do processo, e agora cientistas descobriram que ele é mais aterrorizante ainda.


Imaginava-se que o sujeito não sofreria um desligamento completo mesmo antes do início da necrose cerebral. O cérebro simplesmente não tem energia para se manter, entra em modo energy saver, mas estudos estão mostrando que é mais complicado.
Uma pesquisa identificou atividade cerebral em pacientes que tiveram seus equipamentos de suporte de vida desligados. Em um dos casos ondas cerebrais foram identificadas até MEIA-HORA após a parada total do coração.


idéia de sentir seu cérebro se deteriorando como HAL em 2001 é apavorante, e não ajuda não haver certeza se não há qualquer tipo de consciência envolvida. Sonhos são um tipo de processamento assíncrono baseados em impulsos internos e externos. Nosso cérebro cria sonhos até para facilitar a mudança de sono para vigília. Quem nunca acordou com um ventilador ou alarme que tocava no sonho e no mundo real ao mesmo tempo?


Agora imagine o tipo de sonhos que uma mente percebendo que está morrendo é capaz de criar.



A ficção científica já lidou bastante com isso, Jornada nas Estrelas tem alguns episódios sobre o tema, mas só teremos uma resposta concreta do que acontece com o cérebro nesses momentos finais e extremos quando e se formos capazes de simular um cérebro em um computador. E aí teremos outro dilema ético: será correto sujeitar um cérebro senciente, mesmo que simulado, a repetidas mortes para saciar nossa curiosidade?

http://meiobit.com/374196/existe-vida-apos-a-morte-cerebral-por-ate-meia-hora-segundo-cientistas/
  “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]

Comentários

  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    Falta de oxigenação no cérebro leva ao que é descrito pelas experiências de quase morte: um túnel de luz e uma sensação de bem-estar.

    O túnel de luz se deve à incapacidade do cérebro em lidar com as informações vindas dos olhos. Acontece, por exemplo, com pilotos de caça e astronautas em treinamento em centrifugadoras pouco antes de eles desmaiarem. A sensação de bem-estar provavelmente é provocada por substâncias produzidas pelo cérebro justamente com esse objetivo.
  • Ah! Se tudo fosse tão simples... Têm pessoas por aí que partes consideráveis do cérebro faltantes, mas mesmo assim levam uma vida normal. Tem um caso em 1936 onde uma senhora estava com o corpo paralisado, mas conversava normalmente até morrer. Feita a autópsia... Seu crânio estava cheio de um líquido aquoso: NÃO HAVIA CÉREBRO NEM MASSA ENCEFÁLICA ALGUMA...

    E cá pros espíritas, é reconfortante ver falando ou escrevendo por um médium coisas que só quem conheceu o parente falecido poderia saber ou nem eles: a coisa seria confirmada depois. Como os médiuns conseguem saber coisas íntimas de um falecido que nunca conhecerem e nem à família do sujeito?
  • GorduchoGorducho Member
    editado October 21
    O "espírito" – que não é cego...– se lembra daquela titia falecida há 20 anos cuja até papai e mamãe já tinham se esquecido, mas não consegue ler uma simples frase ou dizer qual imagem está a ser mostrada numa tela de computadora...
    Por que serágrey_question.png
  • Não, lembro de nenhuma titia e nem porque a imagem ou frase em algum lugar prova alguma coisa em favor de espírito. Já se esqueceu que o inconsciente quevediano, a força PSI, a PES, a armação fraudulenta, etc e tal também podem "fazer" a mesma coisa?
  • GorduchoGorducho Member
    editado October 23
    Professor disse: Não, lembro de nenhuma titia e nem porque a imagem ou frase em algum lugar prova alguma coisa em favor de espírito. Já se esqueceu que o inconsciente quevediano, a força PSI, a PES, a armação fraudulenta, etc e tal também podem "fazer" a mesma coisa?
    Bom quem trouxe à baila as "titias" foi S/Pessoa
    Professor disse:é reconfortante ver falando ou escrevendo por um médium coisas que só quem conheceu o parente falecido poderia saber ou nem eles
    Não tem nada mais característico nas cartinhas consoladoras que citar titias cujo nome só a família tinha como saber...

    Desde quando inconscientes quevedianos & quejandos conseguem informar qual imagem que está numa telagrey_question.png
    Ou ler uma pequena frasegrey_question.png


     
  • Bom quem trouxe à baila as "titias" foi S/Pessoa

    Já nem me lembro.
    Não tem nada mais característico nas cartinhas consoladoras que citar titias cujo nome só a família tinha como saber...

    Como não li dessas cartas consoladoras, não tenho assim tanta certeza de que elas sempre citam titias. Até onde sei os que se convencem foi porque houve semelhança com a letra do falecido, a citação de eventos só sabidos da família, respostas certas a perguntas e revelações de coisas que até os parentes desconheciam, mas que se confirmaram verdadeiras.
    Desde quando inconscientes quevedianos & quejandos conseguem informar qual imagem que está numa tela ou ler uma pequena frase?
    De acordo com o Quemedo, o inconsciente SABE TUDO numa faixa de 200 anos para o passado e para o futuro. Então, se sabe tudo, saberia informar qual imagem está numa tela. O Wellington Zangari diz que desconhecemos os limites da tal Força Psi. Então é de se supor que não estaria limitada a ver e revelar a tal imagem numa tela.

    Agora quer saber mesmo o meu ponto? Mesmo que o médium revelasse a imagem ou lesse a frase dizendo ter sido intuído pelo espírito do seu mentor, os céticos SEMPRE encontrarão alguma desculpa para dizer que certa hipótese improvável e inverificável explicaria melhor o ocorrido. Sempre foi assim e vai continuar sendo.
     
  • Poderia se argumentar que até a morte cerebral a morte ainda não haveria ocorrido, então não seria vida após a morte esses instantes tenebrosos.
  • EmmedradoEmmedrado Member
    editado November 1
    PQP O TEMPO DENTRO DO CÉREBRO É PERCEBIDO POR NÓS COMO DIFERENTE DO "TEMPO REAL"
    QUANDO ESTAMOS CONSCIENTES.OS SONHOS SE DÃO EM SEGUNDOS E PARECEM LONGOS TEMPOS. FICO PENSANDO SE O MOMENTO DA MORTE FOR A MESMA COISA.
    QUE MERDA .NINGUÉM PODE GARANTIR QUE A MENTE VÁ CRIAR SÓ COISAS BOAS.
    O TODO É A SOMA DAS PARTES,FORTALEÇA AS PARTES FORTALECE O TODO,ENFRAQUEÇA AS PARTES ENFRAQUECE O TODO 

     A primeira  coisa que um comunista faz é acabar com a história verdadeira e depois colocar livros contando a história a sua maneira

    DEFENDER A LIBERDADE JUSTIFICA A GUERRA
    23916030_2181867815172398_2307158824930122158_n.jpg?oh=fe9e674e8bde3cf0939183a7b45fc6fe&oe=5A921B93
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    Provavelmente há uma diferença entre decapitar uma pessoa em plena consciência e uma que vai aos poucos se apagando.

    No primeiro caso, os processos mentais continuarão por mais alguns segundos até se esgotar o "combustível" enquanto que, no segundo, pode ser que haja um "desligamento" gradual, como acontece quando pegamos no sono, o que significa que talvez não estejamos mais conscientes ainda que o cérebro continue funcionando por mais algum tempo.
  • Fernando_Silva disse: Provavelmente há uma diferença entre decapitar uma pessoa em plena consciência e uma que vai aos poucos se apagando.

    No primeiro caso, os processos mentais continuarão por mais alguns segundos até se esgotar o "combustível" enquanto que, no segundo, pode ser que haja um "desligamento" gradual, como acontece quando pegamos no sono, o que significa que talvez não estejamos mais conscientes ainda que o cérebro continue funcionando por mais algum tempo.

    Eu postei um tópico falando a respeito, fato é que só saberemos no momento da morte e depois nem isso , pois já não existiremos .
    O TODO É A SOMA DAS PARTES,FORTALEÇA AS PARTES FORTALECE O TODO,ENFRAQUEÇA AS PARTES ENFRAQUECE O TODO 

     A primeira  coisa que um comunista faz é acabar com a história verdadeira e depois colocar livros contando a história a sua maneira

    DEFENDER A LIBERDADE JUSTIFICA A GUERRA
    23916030_2181867815172398_2307158824930122158_n.jpg?oh=fe9e674e8bde3cf0939183a7b45fc6fe&oe=5A921B93
  • q pena nao vai dar tempo nem para se arrependermos das M que fizemos?
  • CRIATURO disse: q pena nao vai dar tempo nem para se arrependermos das M que fizemos?

    wagner_goncalves_nunca_se_arrependa_de_algo_que_voce_fe_ll0g7yo.jpg
      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.