Olá, bem-vind@!

Quer participar e contribuir? Clique no botão "Registrar-se" se é sua primeira vez aqui. Se você já é um dos nossos, clique em "Entrar".

Nintendo Switch é o nome

NadaSeiNadaSei Administrator, Moderator
Após muita especulação sobre como seria o chamado Nintendo NX, apelido do proximo console da Nintendo que será lançado em março de 2017, finalmente foi revelado hoje as 12:00 o trailer de apresentação do console.
A característica mais interessante e que confirmou as especulações sobre o video game é que ele realmente é hibrido. Funciona tanto como console de mesa quanto como portatil. Eles também melhoraram a interatividade e conexão multiplayer entre pessoas com o console.

“A violência comunista não foi mera aberração da psique eslava, mas sim algo diabolicamente inerente à engenharia social marxista, que, querendo reformar o homem pela força, transforma os dissidentes primeiro em inimigos, e depois em vítimas.” - Roberto Campos
Tags:
«1345

Comentários

  • JudasJudas Moderator
    Nintendo  um passo À frente e se distanciando do fracasso dos consoles caros e piores que o PC
  • JudasJudas Moderator
    editado October 2016
    O negócio ficou saturado e engessado.

    Games multiplataforma inviabilizam a competição por hardware melhor.
    De que adianta lançar um console melhor e mais caro se a maioria dos jogos serão desenvolvidos por terceiros pra rodar nos 2 consoles nivelando a qualidade por baixo?
    Daí os videogames competem em outras áreas que sequer têm a ver com games exclusivamente como Netflix
    Skype, etc...
    A única empresa de games capaz de sobreviver a qualquer terremoto nesse mercado é a Nintendo.
    Tem muitas franquias próprias e é realmente uma empresa com cara de fabrica de brinquedos.
    Tem muitos jogos amigáveis pra jogadores casuais também.
    Nessa onda de nostalgia que o mundo vive é impossível superar Mario Bros, F-Zero, Zelda, Starfox, Metroid, Pokenon...
  • JudasJudas Moderator
    editado October 2016
    Aliás, basta lembrar que NUNCA a Nintendo teve hardware melhor e SEMPRE liderou o mercado mesmo assim.
    O Snes era superior ao Mega Drive porém foi lançado dois depois, o procesador central do Snes era uma bosta perto do que o Mega usava (acho que o Motorola 68000 igual o do Neo Geo), o Mega Drive enquanto isso apanhou pro Nes e seus 8 Bits. O Master System tinha Hrdware superior ao Nes e nos EUA ninguém nem sabe que isso existiu por lá.
    Os portáteis da Nintendo eram TODOS inferiores em Hardware em TODAS as gerações e a Nintendo liderou sozinha nesse nicho em TODAS as gerações.
    O N64 e o Game+Cube perderam para o Ps1 e 2 basicamente  por causa da facilidade na pirataria em uma época onde consoles não tinham funcionalidade on line, não fazia sentido comprar jogo original.
    Ainda assim que se dane, nessas gerações os portáteis da Nintendo praticamente não tinham concorrência e a empresa encheu o rabo de grana.
    O Hardware "lixo" do Wii foi líder de venda em sua geração, detonou o Xbox 360 e o PS3.

    Parte do sucesso deles veio da era do Nes e do Snes não só pela competência em produzir jogos e consoles mas no gerenciamento de licenças e controle de qualidade,
    Entre muitas coisas existiam contratos draconianos proibindo desenvolvedores de lançar jogos multi plataforma. Isso acabou em processo e a Nintendo perdeu, só depois disso vocÊ pode jogar Megaman (Capcon) em consoles da Sega.
    E controle de qualidade era primordial.
    Existia uma número máximo de jogos que uma desenvolvedora podia lançar para o Nes por ano.
    Isso levou empresas grandes a abrirem pequenas empresas pra poder burlar esse processo.
    Teenage Mutant Ninja Turtles 2 The Arcade Game para o NES, sabidamente da Konami foi lançado pela "Ultra Games".
    TMNT2boxNES.jpg
     
  • NadaSeiNadaSei Administrator, Moderator
    editado October 2016
    Judas disse: Nintendo  um passo À frente e se distanciando do fracasso dos consoles caros e piores que o PC

    Exato. Eu sempre fui pobretão, então na infância tive um Atari e depois um nintendinho 8 bits.
    O super nintendo e o mega drive eu só jogava na casa de amigos. Só fui ter um mega drive quando meu irmão comprou um muitos anos depois, quando todos já estavam jogando game cube.
    O nintendo 64 eu mesmo nunca joguei, nem o PS1, muito embora alguns amigos tivessem.

    Felizmente em 95 minha mãe se endividou pra me comprar um PC, então eu virei um PC player desde então.

    Nunca tive grana para ter mais de uma plataforma até pouco tempo. Quando eu pesquisei eu não tive duvidas, taquei uma placa GTX 970 aqui no meu PC e como plataforma secundaria escolhi o pior hardware do mercado, mas que é o melhor console da atualidade. Comprei um nintendo Wii U.
    O PS4 e o Xbox não pareciam oferecer nada que meu PC já não possa fazer melhor, em especial pelos jogos mais legais serem de tiro em primeira pessoa onde o mouse e o teclado são o controle definitivo. No PC eu ainda tenho jogos de estrategia como o StarCraft 2, meu jogo favorito, algo que PS4 e Xbox não oferecem. Pra mim eles são um PC piorado. Potentes em hardware quando comparados ao Wii U, mas piores que o PC.

    Depois de anos sem ter um console, o Nintendo Wii U deixou meu computador sem muito trabalho. Tenho poucos jogos no PC e uma tonelada no Wii U e no New 3DS XL.
    O Wii U ainda roda os jogos do Wii, então é como ter 2 consoles em um e eu ainda descobri que da pra destravar o game cube nele, pois o Wii roda jogos de Game Cube. Então hackeando o console ele vira 3 em 1.

    Minha experiencia pessoal com o Nintendo Wii U é fantástica, tanto que ao invés de comprar o PS4 como eu pretendia, comprei o new 3DS e investi pesado em jogos para ambos. Sem arrependimentos, virei fan boy da nintendo.
    Agora vou querer comprar o Nintendo Switch no lançamento, quero o gostinho de aproveitar toda a vida útil de um console da nintendo.

    Eu vejo amigos que deram o PS vita para os filhos e eu comento como os vídeo games modernos são fantásticos e eles me vem com papo saudosista do PS1, deamcast ou mesmo maga drive... Fazem isso porque tem escolhido os consoles errados.
    É sério, não tenho no PC a mesma experiencia que tenho tido no Wii U e no 3DS, o PC é legal, a jogabilidade moderna evoluiu, não dá pra comparar com o passado. Qualquer console novo é melhor em termos de imagem e jogabilidade. Meus amigos saudosistas não percebem isso porque mesmo com as melhorias fica tudo meio repetitivo, eu vivi isso no PC. Era melhor mas não o suficiente.

    Já a nintendo me deu em duas plataformas uma experiencia nova que vai além da imagem e jogabilidade melhoradas. Eles me deram nas duas plataformas experiencias que com o PC eu não tenho. Isso renovou meu animo com os games e minha percepção sobre a coisa toda.
    “A violência comunista não foi mera aberração da psique eslava, mas sim algo diabolicamente inerente à engenharia social marxista, que, querendo reformar o homem pela força, transforma os dissidentes primeiro em inimigos, e depois em vítimas.” - Roberto Campos
  • NadaSeiNadaSei Administrator, Moderator
    editado October 2016
    Teenage Mutant Ninja Turtles 2 The Arcade Game para o NES, sabidamente da Konami foi lançado pela "Ultra Games".

    E é o melhor dessa franquia na época.
    A nintendo tem problemas mesmo em barrar coisas, mas ao menos nos jogos que ela produz o controle de qualidade é rigoroso.
    Tipo, conheci a franquia Zelda há dois anos e de lá pra cá já joguei vários, fiquei viciado. São todos bons, assim como todos os Marios são bons. Já os Sonics... Eu adorava o Sonic 2 do mega drive, mas atualmente tenho medo de comprar, cada jogo é uma surpresa, pode ser muito bom ou muito ruim.
    Eu tenho o Sonic Colors do Wii que é razoavel, mas eu cai no conto do vigário foi com o Sonic and the Secret Rings, um dos piores jogos que já vi na vida... Ambos para Wii. No entanto tenho para o 3DS o Sonic Lost World e o Sonic Boom, ambos são legais. Comprar Sonics é uma roleta russa, pode ser muito bom ou muito ruim.

    Essas outras empresas não tem muita consistência e produzem muito lixo. Acho justo a Nintendo ter restrições contra lançamentos excessivos, mas isso não garante exatamente a qualidade como no exemplo que você deu. Outra coisa foda da nintendo é que é tudo muito mais caro. Talvez por ela estar fora do Brasil, mas não sei, ela parece ter uma tendencia a querer ser a Apple do mundo dos games.
    “A violência comunista não foi mera aberração da psique eslava, mas sim algo diabolicamente inerente à engenharia social marxista, que, querendo reformar o homem pela força, transforma os dissidentes primeiro em inimigos, e depois em vítimas.” - Roberto Campos
  • JudasJudas Moderator
    editado October 2016
    Outra coisa foda da nintendo é que é tudo muito mais caro. Talvez por ela estar fora do Brasil, mas não sei, ela parece ter uma tendencia a querer ser a Apple do mundo dos games.

    É isso que os manterá vivos aconteça o que acontecer com os videogames.
    O hardware deles é apenas o veículo para que os fans possam jogar as franquias mais famosas do mundo há décadas.
    Não é em nunca foi o hardware a principal fator aqui mas a diversão, esqueci de mencionar outras duas enormes franquias "Mario Kart" e "Donkey Kong"
    Não tem como competir com isso.
    O que eles não abrem mão porque não precisam e nem devem abrir é que pra se jogar essas franquias você tem que comprar o hardware deles.
    Isso não os impediu de morder o mercado de celulares e pads com o Pokemon Go.
    Tiveram seus fracassos, cometeram seus erros mas no geral a Nintendo é acima de tudo uma empresa que sabe tomar decisões de mercado importantes pra enfrentar a concorrência.
    E é uma empresa com perfil de fabricante de brinquedos, teve que fazer concessões por conta dos novos tempos mas nunca se desvinculou dessa imagem de console pra toda a família. Só eles têm isso.
  • Uma coisa que eu noto: a busca por perfeição em jogos fez com que morresse a criatividade e a inovação.

    Os gamers confundem inovação com gráficos mais realistas: e esquecem que games são produto que deve ser lucrativo para ser criado e vendido.

    Não adianta fazer um troço pra nicho e esperar a massa aceitar.

    Digo isso porque dentre os personagens mais populares estão Angry Birds, Pou entre outros de smartphones entre as crianças.


    Os consoles precisam se adaptar a nova realidade não é mais como os anos 90 onde eles eram praticamente a única maneira de se jogar games.
      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    Percival disse:
    Os consoles precisam se adaptar a nova realidade não é mais como os anos 90 onde eles eram praticamente a única maneira de se jogar games.
    Hoje em dia,  você pega o metrô e tem sempre alguém jogando alguma coisa no celular, nem que seja alguma variação boba do Tetris.

     
  •  
    Diversos comentários nos tópicos falando sobre qualidade de hardware e software. Quando haverá um "estado da arte" nesse quesito, a ponto de se falar apenas de imersão, em termos de games?
    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • Senhor disse:
     
    Diversos comentários nos tópicos falando sobre qualidade de hardware e software. Quando haverá um "estado da arte" nesse quesito, a ponto de se falar apenas de imersão, em termos de games?

    A tecnlogia já tinha chegado a um patamar de criação estupendo desde a geração passada.

    Pra você ver: estamos numa geração nova que não impressiona mais o consumidor comum. Os games não precisam ser necessáriamente realistas para criar um efeito de imersão.
      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • SenhorSenhor Member
    editado October 2016
    Percival disse:
    Senhor disse:
     
    Diversos comentários nos tópicos falando sobre qualidade de hardware e software. Quando haverá um "estado da arte" nesse quesito, a ponto de se falar apenas de imersão, em termos de games?

    A tecnlogia já tinha chegado a um patamar de criação estupendo desde a geração passada.

    Pra você ver: estamos numa geração nova que não impressiona mais o consumidor comum. Os games não precisam ser necessáriamente realistas para criar um efeito de imersão.

    Sim é verdade, mas isso sempre foi uma constante, já que desde o Odissey com aquela bolinha quicando já se podia "viajar" na tela, mas não se quebrou ainda o paradigma na mentalidade das pessoas.
    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • NadaSeiNadaSei Administrator, Moderator
    Percival disse: Uma coisa que eu noto: a busca por perfeição em jogos fez com que morresse a criatividade e a inovação.

    Os gamers confundem inovação com gráficos mais realistas: e esquecem que games são produto que deve ser lucrativo para ser criado e vendido.

    Não adianta fazer um troço pra nicho e esperar a massa aceitar.

    Digo isso porque dentre os personagens mais populares estão Angry Birds, Pou entre outros de smartphones entre as crianças.


    Os consoles precisam se adaptar a nova realidade não é mais como os anos 90 onde eles eram praticamente a única maneira de se jogar games.

    Pois é, verdade. O Pou é um bom exemplo, mas o Minecraft se não me engano é o jogo mais vendido de todos os tempos. Eu tenho e gostei bastante.
    A nintendo entende isso, por isso mesmo tem os dois melhores consoles da atualidade, sendo que infelizmente o Wii U é muito difamado justamente por não ter a mesma qualidade de gráficos dos outros.
    “A violência comunista não foi mera aberração da psique eslava, mas sim algo diabolicamente inerente à engenharia social marxista, que, querendo reformar o homem pela força, transforma os dissidentes primeiro em inimigos, e depois em vítimas.” - Roberto Campos
  • JudasJudas Moderator
    editado October 2016
    Uma coisa que eu noto: a busca por perfeição em jogos fez com que morresse a criatividade e a inovação.

    É assim em toda a indústria do entreterimento.
    Música, livros, Filmes, séries...

    Na arte em geral agrada mais quem sabe dosar a técnica com o trivial e compreensível pra leigos.
    Slash é um guitarrista bom e toca bonito, sem exageros.
    Yngwie Mamlsteen toca 1000000 vezes mais e ninguém que ouvir.
    A maioria das franquias AAA tem gráficos espetaculares que chegam a fritar o PC.
    The Elder Scrolls V Skyrim não tem os melhores gráficos mas é um balanceamento perfeito das duas coisas, será o jogo da década e estou apostando nisso agora no final de 2016.
    E você tem a Nintendo que é uma fabrica de brinquedos do século 19 que sabe disso há mais de 100 anos e aplica em seus negócios desde sempre.
    Ser "nintendista" é análogo a ser conservador atualmente.
    Somos chatos, mas no final estamos certos.
    Todos indo na mesma direção, saturando...saturando...
    A Nintendo indo na direção contrária. Em 1985 fizeram a mesma coisa e com isso salvaram a indústria de games.
    Enquanto todo mundo partiu para os PCs por causa da baixa qualidade dos videogames, mercado saturado de clones do Atari e cheio de jogos ruins (até em embalagem de cereal haviam cartuchos de jogos como brinde)  eles lançaram o NES com foco no controle de qualidaade (Nintendo Seal of Aproval) e mão de ferro com as desenvolvedoras pra evitar banalizar os títulos produzidos para o NES.
    Tem que tirar o chapéu.

     
  • NadaSeiNadaSei Administrator, Moderator
    editado October 2016
    O pessoal da Sega pegou o mega drive e transformou num monstrengo. Quem comprou o sega CD e o 32x precisava de 3 tomadas pra ligar o negocio. A sega lançou mais um console e no fim desistiu de fazer hardware.

    32x.jpg

    A nintendo como competiu com isso?
    Simplesmente enfiou um chip nos cartuchos do SNES e soltou jogos como Donkey Kong e Star Fox.
    donkey-kong-country-snes-cover-front-eu-32727.jpg

    Hoje enquanto Sony e Microsoft lutam para ver quem lança a segunda plataforma com melhores gráficos depois do PC, a Nintendo se focou em desenvolver um vídeo game 3D que dispensa óculos, um vídeo game com controles diferentes que levou ao game pad do Wii U e que agora amadureceu como o Nintendo Switch.

    A Nintendo é foda...
    “A violência comunista não foi mera aberração da psique eslava, mas sim algo diabolicamente inerente à engenharia social marxista, que, querendo reformar o homem pela força, transforma os dissidentes primeiro em inimigos, e depois em vítimas.” - Roberto Campos
  • JudasJudas Moderator
    editado October 2016
    O PS1 não fez sucesso pela qualidade melhor ante o N64 mas por outros motivos.

    Pitataria
    Preço de CD X Cartuchos (lembrando que cartucho não tinha o "Loading"
    O momento era de uma certa novidade quanto a música e vozes de verdade em games coisa que era possível nos CDs e complicada nos cartuchos.
    É muito simples provar que, na e´poca as pessoas decidiram pelo PS1 por outros motivos que não a qualidade dos jogos, basta colocar lado a lado HOJE e ver que jogo envelheceu melhor.
    O que você preferiria jogar HOJE? Qual jogo lhe parece melhor HOJE?
    Isso


    Ou  isso (pode incluir a música, até a música no 64 era foda mesmos sem o CD



    E em games onde o que manda é o FPS chega a dar pena da concorrência:

    Doom 64


    Quake no PS1 (olha que desgraça)

    Jogos bem mais fluidos no 64 e bem menos "quadrados"

    Mesmo assim os videos não fazem justiça, tive os dois consoles começando pelo 64 e  trocando pelo PS1
    O frame per Second do PS1 é um LIXO no 64 tudo era fluido.
    Como eu preferia ter como comprar mais jogos piratas do que ter menos jogos originais no 64 acabei preferindo o PS1 que tinha muito jogo bom pra falar a verdade mas no quesito qualidade não tem como comparar.
    E também o 64 Tinha o Mario, Zelda, Fzero, Starfox. Golden Eye.
    O PS1 tinha o Castlevania SOTN que nada mais é do que uma cópia do Super Metroid do Snes que é um dos melhores jogos de todos os tempos e todas as eras.

     
  • JudasJudas Moderator
    Era época desses jogos também além do que vou postar tinha o Virtua Fighter da SEGA
    O que lhe parece melhor HOJE?

    Tekken Ps1:



    Killer Instinct 64
    Não esqueça de levar a música em conta já que é mais legal ver o som do cartucgo humilhar o som do CD mesmo tendo menos recusrsos:

     
  • Fiz uma versão caseira:

    21181812700851-t1200x480.jpg

    :P
  • NadaSeiNadaSei Administrator, Moderator
    editado October 2016
    Cameron disse: Fiz uma versão caseira:


    :P


    Tem um tablet chinese que é quase isso é o pessoal está comparando:



    http://br.ign.com/nintendo-switch/41421/news/console-semelhante-ao-nintendo-switch-ja-havia-sido-criado-p?amp=1
    “A violência comunista não foi mera aberração da psique eslava, mas sim algo diabolicamente inerente à engenharia social marxista, que, querendo reformar o homem pela força, transforma os dissidentes primeiro em inimigos, e depois em vítimas.” - Roberto Campos
  • NadaSeiNadaSei Administrator, Moderator
    editado October 2016
    @Judas Eu não sabia que tinha um porte do Quake 2 pra PS1, nem que tinha uma versão do Doom pra nintendo 64. A do 64 parece tão boa quanto as do PC, será que existe um versão desse jogo para PC?
    “A violência comunista não foi mera aberração da psique eslava, mas sim algo diabolicamente inerente à engenharia social marxista, que, querendo reformar o homem pela força, transforma os dissidentes primeiro em inimigos, e depois em vítimas.” - Roberto Campos
  • NadaSeiNadaSei Administrator, Moderator
    Esse Doom parece mais evoluido que os originais de PC, chega mais próximos dos jogos que vieram depois, como o Duke Nuken.
    “A violência comunista não foi mera aberração da psique eslava, mas sim algo diabolicamente inerente à engenharia social marxista, que, querendo reformar o homem pela força, transforma os dissidentes primeiro em inimigos, e depois em vítimas.” - Roberto Campos
  • editado October 2016
     
    NadaSei disse:

    Exato. Eu sempre fui pobretão, então na infância tive um Atari e depois um nintendinho 8 bits.
    O super nintendo e o mega drive eu só jogava na casa de amigos. Só fui ter um mega drive quando meu irmão comprou um muitos anos depois, quando todos já estavam jogando game cube.
    O nintendo 64 eu mesmo nunca joguei, nem o PS1, muito embora alguns amigos tivessem.

    Dúvida: nem mesmo em locadoras de games você jogou num PlayStation 1 ???
    Naquela época, 1995, eu  morava em Guarulhos (long story)... o único jôgo para PS1 que me interessava era o Battle Arena Tohshinden (estrellando a dominatrix Sofia e a bonequinha Ellis ^_^ )
    «Se argumentos racionais funcionassem com os conservadores, não existiriam conservadores.»
    (Gregory House)

    Vitimista é o cu que te pariu.
  • JudasJudas Moderator
    Esse Doom parece mais evoluido que os originais de PC, chega mais próximos dos jogos que vieram depois, como o Duke Nuken.

    É superior ao do PC e ao Duke também.
    O FPS é muito alto e o cenário não fica pixelando quando vc se movimenta. Não sei o nome técnico disso.

    Existem emuladores considerados 100% no PC, eu uso pra jogar o Mário 64 e o Starfox.
    Project 64 o nome, uso ha muito tempo, pode ser até que existam melhores agora.
  • NadaSeiNadaSei Administrator, Moderator
    editado October 2016
    Gillian_Bellaver disse:  
    NadaSei disse:

    Exato. Eu sempre fui pobretão, então na infância tive um Atari e depois um nintendinho 8 bits.
    O super nintendo e o mega drive eu só jogava na casa de amigos. Só fui ter um mega drive quando meu irmão comprou um muitos anos depois, quando todos já estavam jogando game cube.
    O nintendo 64 eu mesmo nunca joguei, nem o PS1, muito embora alguns amigos tivessem.

    Dúvida: nem mesmo em locadoras de games você jogou num PlayStation 1 ???
    Naquela época, 1995, eu  morava em Guarulhos (long story)... o único jôgo para PS1 que me interessava era o Battle Arena Tohshinden (estrellando a dominatrix Sofia e a bonequinha Ellis ^_^ )
    Não. O único jogo que eu recorri as locadoras para jogar e finalizar foi o Super Mario World. E fui pelo caminho mais curto seguindo as recomendações de uma revista. Só fiu conhecer todos os mapas anos depois quando finalmente lançaram os emuladores. 

    Na época do play um e do nintendo 64 eu fiquei só com os jogos do PC.
    “A violência comunista não foi mera aberração da psique eslava, mas sim algo diabolicamente inerente à engenharia social marxista, que, querendo reformar o homem pela força, transforma os dissidentes primeiro em inimigos, e depois em vítimas.” - Roberto Campos
  • NadaSeiNadaSei Administrator, Moderator
    editado October 2016
    Judas disse:
    Esse Doom parece mais evoluido que os originais de PC, chega mais próximos dos jogos que vieram depois, como o Duke Nuken.

    É superior ao do PC e ao Duke também.
    O FPS é muito alto e o cenário não fica pixelando quando vc se movimenta. Não sei o nome técnico disso.

    Existem emuladores considerados 100% no PC, eu uso pra jogar o Mário 64 e o Starfox.
    Project 64 o nome, uso ha muito tempo, pode ser até que existam melhores agora.

    Eu tenho bons emuladores. Há 2 anos eu comprei um celular Moto G e instalei emuladores e outros jogos nele. Consigo jogar  Quake 1 e 2 ee boa nele. Jogo o antigo Heretic e joguei o meu primeiro Zelda, o Zelda 64, esse usando um controle bluetooth.
    Agora eu comprei o de 3DS, mas ainda não joguei.

    Esse Doom eu certamente vou procurar. Há dois anos eu fiz uma maratona de jogos antigos, joguei Hexen e blood pela primeira vez, agora tenho na fila Shadow Warrior e Redneck Rampage, ambos usam a mesma engine do Duke Nuken.
    Blood foi o melhor jogo que joguei em anos, diversão garantida mesmo com a imagem toda em pixels.

    No celular também revi os classicos da Lucas Arts como Sam & Max e Maniac Mansion 2, além de ter jogado Monkey Island 1, 2 e 3. Sendo que o unico que eu conheci na época foi o 2.
    Eu também finalizei o Doom pela primeira vez há 2 anos.

    Eu adoro jogos antigos e esse Doom 64 parece bem legal, vou querer jogar. É que eu tenho muitos jogos na fila e os meus novos Nintendos me tiraram um pouco dos classicos.
    “A violência comunista não foi mera aberração da psique eslava, mas sim algo diabolicamente inerente à engenharia social marxista, que, querendo reformar o homem pela força, transforma os dissidentes primeiro em inimigos, e depois em vítimas.” - Roberto Campos
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    Uma mulher conta sua primeira experiência com realidade virtual.
    O game era o QuiVr e ela era um arqueiro matando zumbis num cenário medieval.
    No começo, tudo bem. Ela se juntou à turma e saiu disparando flechas, mas, assim que abriu a boca, perceberam que era mulher e logo foi assediada por um sujeito que insistia em lhe passar a mão.
    Parecia tão real que ela acabou saindo do jogo.
     
    https://medium.com/athena-talks/my-first-virtual-reality-sexual-assault-2330410b62ee#.ttlewtoxt
  • JudasJudas Moderator
    editado October 2016
     
    u tenho bons emuladores. Há 2 anos eu comprei um celular Moto G e instalei emuladores e outros jogos nele. Consigo jogar Quake 1 e 2 ee boa nele. Jogo o antigo Heretic e joguei o meu primeiro Zelda, o Zelda 64, esse usando um controle bluetooth.
    Agora eu comprei o de 3DS, mas ainda não joguei.

    Esse Doom eu certamente vou procurar. Há dois anos eu fiz uma maratona de jogos antigos, joguei Hexen e blood pela primeira vez, agora tenho na fila Shadow Warrior e Redneck Rampage, ambos usam a mesma engine do Duke Nuken.
    Blood foi o melhor jogo que joguei em anos, diversão garantida mesmo com a imagem toda em pixels.

    No celular também revi os classicos da Lucas Arts como Sam & Max e Maniac Mansion 2, além de ter jogado Monkey Island 1, 2 e 3. Sendo que o unico que eu conheci na época foi o 2.
    Eu também finalizei o Doom pela primeira vez há 2 anos.

    Dica se ainda não jogou:
    Super Metroid do Snes
    Castlevania  4 Snes
     Actrairser
    Esse último é sidescroler +Sim City Trilha sonora do CARA!
    Fez Streets of Rage Revenge Shinobi entre outras:
    Imagine você começa a jogar o jogo onde você é deus e tem que repovoar o mundo, antes tem que limpar a área em sua forma de avatar, aí você vai começar a jogar e escuta isso aqui.
    Meu miocárdio não aguenta.

    Assista até ao menos 1:30


     
  • Alguns adendos:

    O Ps1 fez sucesso pelo seu baixo custo e a facilidade de se fazer games para ele. O Nintendo 64 usava uma mídia cara demais e o Sega Saturn tonha uma arquitetura complexa pra se desenvolver além de jogos que precisavam de um cartucho a parte de memória RAM. O Saturn teve pirataria, mas não perdurou devido a impopuclaridade do console.
      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • O PS1 não fez sucesso pela qualidade melhor ante o N64 mas por outros motivos.
     

    Hã? Final Fantasy 7, Metal Gear e Resident Evil querem ter uma palavrinha com você. :P

    O último console da Nintendo que realmente arrebentava com a concorrência de sua geração era o SNES.
  • JudasJudas Moderator
    Hã? Final Fantasy 7, Metal Gear e Resident Evil querem ter uma palavrinha com você. :P

    Joguei todos.
    Eu troquei de console, saí do 64 para o PS1
    Resident Evil tem no 64 mas sem as cutscenes.
    Castlevania do PS1 fez muito sucesso também além do Gran Turismo que até hoje eu jogo.
    O que eu quis dizer é que os jogos no 64 eram mais bonitos, sem os problemas de queda de FPS (crítico no Gran Turismo) e que a época afetou o desempenho das vendas tanto do 64 (migração para o CD) quanto do Saturn.
    Tão logo o Saturn começou a entregar ports perfeitas dos arcades (Xmen. Super Street fighter etc...) jogos 3D como Tekken e Virtual Fighter começaram a fazer sucesso, isso avacalhou a Sega que teve que refazer o Saturn inicialmente uma máquina 2D poderosa em uma gambiarra com dois processadores, coisa que ná época era quase impossível de se programar.
  • JudasJudas Moderator
    O último console da Nintendo que realmente arrebentava com a concorrência de sua geração era o SNES.

    O WII vendeu mais que o PS3 e o Xbox 360.
    Se é melhor ou pior que eles é questão de gosto,  do ponto de vista do mercado foi uma geração que a Nintendo "ganhou".

    Não tenho nada contra as demais, só acho que a coisa mudou e os jogos são mais repetitivos do que eram antes.
    Talvez pela quantidade já que sidescrollers era o que mais tinha nas gerações anteriores.
    A coisa perdeu um pouco da cara de "brinquedo" e os jogos viraram filmes, nada contra mas acho que já deu o que tinha que dar.
    Prefiro Mario, Zelda. Starfox...
    Se for pra jogar algo novo prefiro o Skyrim que achei que fundiu melhor o FPS com conteúdo interessante.
    Até o jogo de corrida mais legal de todos virou uma bosta.
    Gran Turismo é uma obra prima tecnológica porém com tudo o que é carro que vc quer ter travado na forma de DLC.

     
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.