Olá, bem-vind@!

Quer participar e contribuir? Clique no botão "Registrar-se" se é sua primeira vez aqui. Se você já é um dos nossos, clique em "Entrar".

GENERAL MOURÃO É AFASTADO DE CARGO NO EXÉRCITO

Comentários

  • JudasJudas Moderator
    Me coloco na posição dos retardados do meu FB.

    Vão falar bem do Temer por ter dado um "cala a boca" nos militares?
    O golpista estaria tomando uma atitude pra evitar uma intervenção militar?


    Fora da mente desses animais eu não sei o Temer fez errado, tendo  achar que fez certo.

    O general Mourão andava falando demais e mesmo que eu concorde com ele sobre os militares se manifestarem diante da ditadura do STF entre outos assuntos, estamos há menos de um ano das eleições e é melhor levar o país aos trancos e barrancos até lá do que fomentar essa tal intervenção que, se for pra ocorrer, tem que ser agora. Depois das eleições não haverá clima e a sanha do pessoal interventor terá que esperar outra deixa.

    Não tenho exatamente a imagem histórica mas me parece que fora o contexto da guerra fria o resto do golpe de 64 parece ser análogo a esta situação do ponto de vista desses prazos e janelas de oportunidade.
    Talvez Temer tenha feito o que Jango não fez, levar na ponta dos dedos até a eleição.
  • JudasJudas Moderator
    É uma situação difícil.

    Se ninguém fala nada do lado dos militares os poderes da república se comportam de forma corporativista ao extremo executando, legislando e julgando em causa própria sem nenhuma oposição.

    É inaceitável o que aconteceu na ALERJ, bandidos julgando bandidos.
    É inaceitável o precedente que o STF abriu pra isso no caso do Aécio.
    Será inaceitável que o STF fabrique jurisprudência dupla com desculpa "jurídica" esfarrapada pra desfazer essa merda.

    Gilmar Mendes, Jucá, Renan e similares precisam temer alguma coisa.

    É nessas horas que eu acho que a democracia falhou miseravelmente aqui e não tenho muita esperança de estar vivo pra ver isso mudar.
  • JudasJudas Moderator
    editado December 2017
    Não me canso de falar.

    O fatiamento do processo de impeachment era justificativa pra algemar Lewandowiski.

    O texto da constituição é claro o suficiente pra não dar margem à palhaçadas como esta que ocorreu.

    Gilmar Mendes ficou revoltado com isso porque era a cabeça da Dilma e era pra derrubar o PT.

    Mas achou o máximo absolver a chapa da  Dilma e do seu amigo Temer quando era ele o responsável pela decisão.

    Dima já havia caído e era hora de ajudar os amigos.
  • O problema do general aí é a palavra INTERVENÇÃO, que sempre remete àquela de 1964 que deu na merda que deu. Ele teria sido mais esperto se lembrasse o povão de que vai ter eleição e cabia a ele, povão, dá um pé na bunda dos corruptos e não pedir aos milicos para fazer isso.
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.