Olá, bem-vind@!

Quer participar e contribuir? Clique no botão "Registrar-se" se é sua primeira vez aqui. Se você já é um dos nossos, clique em "Entrar".

TV portuguesa revela ''adoções ilegais de crianças'' pela Igreja Universal

A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) tinha, na década de 90, um lar ilegal de crianças, em Lisboa, de onde desapareceram vários menores roubados às suas mães

tv-portuguesa-revela-adocoes-ilegais-de-criancas-pela-igreja-universal.jpg

As crianças eram entregues diretamente no lar, à margem dos tribunais, por famílias em dificuldades e acabavam no estrangeiro, adotadas, de forma irregular, por Bispos e Pastores da igreja.

Após sete meses de investigação, uma equipa da TVI constituída pelas jornalistas Alexandra Borges e Judite França, descobriu as mães a quem roubaram os filhos que falam pela primeira vez.


Estas mães literalmente foram roubadas no que diz respeito aos seus filhos, de quem não sabiam há mais de 20 anos. Esta investigação só foi possível ser conhecida 20 anos depois. Agora, algumas pessoas saíram da Igreja, começaram a ver com distanciamento e guardaram, inclusivamente, documentação original daquela altura. É uma história muito grave. (...) Temos histórias complicadíssimas", explicou Alexandra Borges, no Jornal das 8 da TVI.





Em casos de adoção que são casos sigilosos, chegar às mães é muito difícil. Nós estávamos a fazer um caminho de investigação totalmente diferente e, de repente, tropeçámos numa deixa. Fomos desfiar esse fio e o fio nunca mais acabava, até que conseguimos chegar a essas mães e a algumas dessas crianças. (...) Há 20 anos, a máquina estava muito bem oleada", acrescentou a jornalista Judite França.


"O SEGREDO DOS DEUSES" será revelado em 10 episódios, em exclusivo na TVI.



A grande reportagem é da autoria das jornalistas Alexandra Borges e Judite França, com imagem de Ricardo Ferreira, Nuno Ascenção Romeu Carvalho, João Pedro Matoso,Alexandre Vieira (drone), edição de Miguel Freitas e grafismo de Paulo Trindade, Sofia de Botton e João Nunes. aos seus filhos, de quem não sabiam há mais de 20 anos.

https://www.24horasnews.com.br/noticia/tv-portuguesa-revela-adocoes-ilegais-de-criancas-pela-igreja-universal.html
  “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]

Comentários

  • "O Segredo dos Deuses": TVI revela rede internacional de crianças da IURD em Portugal

    Rede de adoções ilegais de crianças portuguesas levadas para o estrangeiro por bispos da IURD - Igreja Universal do Reino de Deus. Série de dez reportagens começa a ser exibida esta segunda-feira no Jornal das 8

    A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) tinha, na década de 90, um lar ilegal de crianças, em Lisboa, de onde desapareceram vários menores roubados às suas mães.

    As crianças eram entregues diretamente no lar, à margem dos tribunais, por famílias em dificuldades e acabavam no estrangeiro, adotadas, de forma irregular, por Bispos e Pastores da igreja.

    Após sete meses de investigação, uma equipa da TVI constituída pelas jornalistas Alexandra Borges e Judite França, descobriu as mães a quem roubaram os filhos que falam pela primeira vez.


    Estas mães literalmente foram roubadas no que diz respeito aos seus filhos, de quem não sabiam há mais de 20 anos. Esta investigação só foi possível ser conhecida 20 anos depois. Agora, algumas pessoas saíram da Igreja, começaram a ver com distanciamento e guardaram, inclusivamente, documentação original daquela altura. É uma história muito grave. (...) Temos histórias complicadíssimas", explicou Alexandra Borges, no Jornal das 8 da TVI.


    Em casos de adoção que são casos sigilosos, chegar às mães é muito difícil. Nós estávamos a fazer um caminho de investigação totalmente diferente e, de repente, tropeçámos numa deixa. Fomos desfiar esse fio e o fio nunca mais acabava, até que conseguimos chegar a essas mães e a algumas dessas crianças. (...) Há 20 anos, a máquina estava muito bem oleada", acrescentou a jornalista Judite França.


    Esta é a primeira série informativa da televisão portuguesa.


    "O SEGREDO DOS DEUSES" será revelado em 10 episódios, em exclusivo na TVI, logo a seguir ao Jornal das 8, todos os dias úteis, a partir do dia 11 de Dezembro.

    A grande reportagem é da autoria das jornalistas Alexandra Borges e Judite França, com imagem de Ricardo Ferreira, Nuno Ascenção Romeu Carvalho, João Pedro Matoso,Alexandre Vieira (drone), edição de Miguel Freitas e grafismo de Paulo Trindade, Sofia de Botton e João Nunes.

    http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/iurd/o-segredo-dos-deuses-tvi-revela-trafico-internacional-de-criancas-em-portugal
      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • Não entendi: as mães que tiveram seus filhos roubados só foram se queixar 20 anos depois? Ninguém reclamou na hora ou aí o pastor veio com aquela conversa...
  • “Estas mães literalmente foram roubadas no que diz respeito aos seus filhos, de quem não sabiam há mais de 20 anos. Esta investigação só foi possível ser conhecida 20 anos depois. Agora, algumas pessoas saíram da Igreja, começaram a ver com distanciamento e guardaram, inclusivamente, documentação original daquela altura. É uma história muito grave. Temos histórias complicadíssimas“, disse uma das jornalistas autoras da produção, Alexandra Borges, ao Jornal das 8 da TVI.

    https://www.dm.com.br/cotidiano/2017/12/documentario-afirma-que-igreja-universal-mantinha-rede-ilegal-de-adocao-de-criancas.html

    Bota complicado nisso.

    20 anos sem ver as crianças e somente agora resolveram falar, hummmm:

    Futurama-Fry.jpg
      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  •   “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  •   “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  •   “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  •   “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  •   “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • Uma mae tem que estar muito desesperada pra deixar uma crianca num lar onde ela nem assina nenhum livro de visitas:
      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  •   “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  •   “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  •   “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • IURD entrou em força em Portugal nos anos 90, inclusive com um programa de tv na então primeira emissora privada do país, SIC.
    Durante esta década viria a entrar em confronto com a sociedade civil, não obstante a resistência, salas míticas da cultura foram transfomadas em "igrejas". Recordo e concordo com Mário Justino, causa uma mágoa ver o antigo cinema Império sendo a sede dessa corja.
    O Coliseu do Porto foi salvo pela população, especialmente artistas, da cidade que se insurgiu contra as seitas do Brasil. Na época, o que importava era o dinheiro e a IURD trouxe muito consigo. Pareciam imparáveis, mas a resistência levou-os a retirar-se da vista pública, tornaram-se discretos.
    No imaginário colectivo ficou uma ideia: brasileiros = desonestos = gente das seitas.
    Este imaginário é muito mais forte do que muitas pessoas se dão conta, ainda recentemente, dei por mim a ouvir testemunhos públicos de pessoas a disserem para brasileiros: desculpem mas sendo vocês brasileiros pensamos que isto seria um seita...

    A TVI investigou e descobriu apenas o que estava adormecido, isto numa era que o poder da IURD não chegará a todo o lado. Oxalá, mas isto acredito menos, fossem expulsos de Portugal e todos os bens arrestados.


    Por último quero comentar algo sobre ter demorado 20 anos. Vítimas de actos criminosos e/ou repressão causam bloqueios nas pessoas, crenças de que não vale a pena reclamar. Aliás, houve uma pessoa que até reclamou, mas ninguém fez caso. A irresponsabilidade, negligência geral e todo um contexto proporcionou, tantas vezes, que a justiça não seja feita. Contudo, jamais apoiarei o discurso do tiveram tempo para falar.
    Este tipo de juízos sobre a vida dos outros é injusto, pois não sabemos o que as pessoas viveram ou sofreram. Houve quem tivesse morrido, mães ou filhos, durante estes + de 20 anos.

    Não julgar as vítimas e sempre condenar os agressores.

    Maldito Brasil, terra que irei pisar em breve... 
  • Recordo com saudade o nosso companheiro do RV, Mário Justino.
    Quem não o conheceu, poderá ler:

    P011601-500x500.jpg
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    PugII disse:
    No imaginário colectivo ficou uma ideia: brasileiros = desonestos = gente das seitas.
    Este imaginário é muito mais forte do que muitas pessoas se dão conta, ainda recentemente, dei por mim a ouvir testemunhos públicos de pessoas a disserem para brasileiros: desculpem mas sendo vocês brasileiros pensamos que isto seria um seita...
    No Brasil, eu diria que crente = intolerante, hipócrita e otário.

    Não que todos sejam fanáticos, mas são os tolos e canalhas que criam esta imagem pública num país em que traficantes se dizem evangélicos, perseguem as religiões de matriz africana e colam adesivos com trechos bíblicos em seus fuzis AR-15.
     
  • IURD entrou em força em Portugal nos anos 90, inclusive com um programa de tv na então primeira emissora privada do país, SIC.
    Durante esta década viria a entrar em confronto com a sociedade civil, não obstante a resistência, salas míticas da cultura foram transfomadas em "igrejas". Recordo e concordo com Mário Justino, causa uma mágoa ver o antigo cinema Império sendo a sede dessa corja.
    O Coliseu do Porto foi salvo pela população, especialmente artistas, da cidade que se insurgiu contra as seitas do Brasil. Na época, o que importava era o dinheiro e a IURD trouxe muito consigo. Pareciam imparáveis, mas a resistência levou-os a retirar-se da vista pública, tornaram-se discretos.
    No imaginário colectivo ficou uma ideia: brasileiros = desonestos = gente das seitas.

    Portugal é um país consolidado no Catolicismo, pelo menos não se criou a IURD como se criou aqui.

    Concordo com o Fernando: o problema são os maus exemplos, eles que chama atenção e os bons exemplos ficam de cabeça baixa.
      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • Nesta Igreja pode se esperar tudo q é merda .
    Depois queo Macedo defendeu o aborto eu espero tudo .
    O campo do saber é denso e inesgotável , isso é fascinante e muitas vezes frustrante .
    Não tenho motivos pra acreditar em ima Divindade .
    "Eu canto com a minha alma, com o meu corpo, com o meu sexo... Eu canto inteira! "
     Janis Joplin


     
  • LeandroLeandro Member
    editado December 2017
    @Fernando disse: No Brasil, eu diria que crente = intolerante, hipócrita e otário.

    Eu defino assim:      Crente = (intolerante e hipócrita) e (esperto ou otário).
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    editado December 2017
    Igreja universal vende vassouras ungidas por MIL REAIS e promete ‘varrer’ o mal

    Já imaginou comprar um utensílio para limpeza da casa por mil reais? Não se trata de um lavadora de roupas, de um lava louças ou um super aspirador de pó, mas uma vassoura. Isso mesmo! Uma vassoura!

    Esse é o valor cobrado para adquirir uma “vassoura ungida”, de acordo com informações do Diário do Centro do Mundo, pastores da Igreja Universal do Reino de Deus do estado de Minas Gerais estão comercializando o utensílio com a promessa de que ele serve para “varrer todo o mal”.

    A informação veio à tona quando um vídeo começou a ser compartilhado nas redes sociais. Nele, aparecem os pastores subindo o monte com as vassouras na mão para ungi-las. Nas imagens, um dos pastores ora pelos utensílios e convida os fiéis a adquiri-la.

    Veja abaixo, um vídeo completo que mostra a “venda das vassouras” e tire suas próprias conclusões.

    https://maisvistas.com/igreja-universal-vende-vassouras-ungidas-por-mil-reais-e-promete-varrer-o-mal/

    Sem falar na babaquice do "subir o monte".
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.