Olá, bem-vind@!

Quer participar e contribuir? Clique no botão "Registrar-se" se é sua primeira vez aqui. Se você já é um dos nossos, clique em "Entrar".

Acauan, vale a pena acompanhar isso aqui. PT na igreja, Frei Beto...

JudasJudas Moderator
editado February 12 em Religião é veneno
Na medida do possível gostaria de saber sobre essa série de vídeos aqui.

O dono do canal parace ser um católico conhecedor tanto da tradição da sua igreja como da infiltração da esquerda dentro dela.
São fatos novos de 2018, não se trata da fundação do PT mas da REFUNDAÇÃO DELE através da igreja.
O cara não parece estar de brincadeira e provocou resposta dos infiltrados. Tem flagrantes inacreditáveis nesses vídeos. O último vídeo parece ter algumas distorções da tradição relacionadas à hóstia que eu não compreendi porque foram destacadas, não enrendi o que está errado ali embora deva haver algo.
Vou postar em ordem cronológica.







«1

Comentários

  • JudasJudas Moderator
    O primeiro vídeo dessa série tem mas de 500 mil visualizações, não é só mais um canalzinho pequeno e já provocou resposta da tralha.
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    Judas disse: O último vídeo parece ter algumas distorções da tradição relacionadas à hóstia que eu não compreendi porque foram destacadas, não enrendi o que está errado ali embora deva haver algo.
    Segundo a Igreja tradicional, o fiel não pode tocar na hóstia, que deve ser depositada pelo padre diretamente na boca dele (que deve estar ajoelhado). Depois do Concílio Vaticano II, na década de 60, foi permitido que o padre entregasse a hóstia nas mãos dos fiéis, o que ainda é motivo de conflito entre católicos.

    Além disto, mesmo o padre deve tratar a hóstia com respeito e não é isto que vemos no vídeo, onde um deles estraçalha uma lâmina de qualquer jeito e vai jogando os pedaços numa tigela em vez de já trazer as hóstias prontas.
     
  • AcauanAcauan Administrator, Moderator
    editado February 12
    Judas disse: O último vídeo parece ter algumas distorções da tradição relacionadas à hóstia que eu não compreendi porque foram destacadas, não enrendi o que está errado ali embora deva haver algo.

    No rito católico, a hóstia consagrada é o próprio Corpo de Cristo que contém materialmente a substância divina e por isto não pode ser conspurcada nem em uma migalha dela que seja.
    Também pelo rito, mesmo os farelos da hóstia consagrada devem ser recolhidos e ingeridos pelo sacerdote ou fiel, jamais ser varridos e jogados fora.
    No vídeo, pedaços da hóstia consagrada vão sendo derramados pela toalha, sem receber o tratamento reverencial requerido pelo rito.
  • AcauanAcauan Administrator, Moderator
    Judas disse: O primeiro vídeo dessa série tem mas de 500 mil visualizações, não é só mais um canalzinho pequeno e já provocou resposta da tralha.

    O cara é bom.
    Bate bem, forte, certo e com elegância onde tem que bater.
    Esta resistência é importantíssima, pois se estabelece em um dos pilares do PT que é a Igreja Católica progressista.
    Os outros pilares são a intelectualidade universitária e o movimento sindical, onde as chances de um movimento de resistência são pífias, o que só aumenta a importância desta reação do Conservadorismo Católico.
  • Nunca gostei da aproximação da religião com política, seja esquerda, direita, centro, o quê for.
  • JudasJudas Moderator
    Neuromancer disse: Nunca gostei da aproximação da religião com política, seja esquerda, direita, centro, o quê for.

    Essa separação jamais existiu e jamais existirá.
    O que podemos fazer é pontualmente atacar certos absurdos como Malafaias e Mecedos.
    Mas fazer religiosos votarem de forma laica é imposssível.
    Isso pode ser bom ou ruim, vai da situação.

    Eu perdi uma discussão dessas uma vez. Meu amigo disse:
    "Ok, o estado é laico mas qual a diferença ou como você vai saber se o religioso votou contra o candidato abortista por motivos religiosos ou laicos."

    Não há o que fazer nesse caso.
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    Judas disse:
    Democracia é incompatível com teocracia. Ponto final.
     
  • Judas escreveu: »

    Pelo que pude presenciar disso é a igreja mais perdida em como abordar esse tema.

      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    Percival disse:
    Pelo que pude presenciar disso é a igreja mais perdida em como abordar esse tema.
    Religião tentando ser politicamente correta dá nisso: como parecer que respeitam aquilo que a doutrina diz que é pecado mortal?

    Como agradar ao mesmo tempo aos novidadeiros da esquerda e os conservadores que acham que a religião não deve se adaptar aos costumes de cada época?
     
  • JudasJudas Moderator
    editado February 16
    O que será que tornou a Igreja católica daqui tão vulnerável à Teologia da Libertação? Será que foi o tipo de cristianismo daqui que vê na pobreza uma espécie virtude? Porque o cristianismo dos EUA seguiu pra outro caminho?
  • JudasJudas Moderator
    Fernando_Silva disse:
    Judas disse: O último vídeo parece ter algumas distorções da tradição relacionadas à hóstia que eu não compreendi porque foram destacadas, não enrendi o que está errado ali embora deva haver algo.
    Segundo a Igreja tradicional, o fiel não pode tocar na hóstia, que deve ser depositada pelo padre diretamente na boca dele (que deve estar ajoelhado). Depois do Concílio Vaticano II, na década de 60, foi permitido que o padre entregasse a hóstia nas mãos dos fiéis, o que ainda é motivo de conflito entre católicos.

    Além disto, mesmo o padre deve tratar a hóstia com respeito e não é isto que vemos no vídeo, onde um deles estraçalha uma lâmina de qualquer jeito e vai jogando os pedaços numa tigela em vez de já trazer as hóstias prontas.
     
    Acauan disse:
    No rito católico, a hóstia consagrada é o próprio Corpo de Cristo que contém materialmente a substância divina e por isto não pode ser conspurcada nem em uma migalha dela que seja.
    Também pelo rito, mesmo os farelos da hóstia consagrada devem ser recolhidos e ingeridos pelo sacerdote ou fiel, jamais ser varridos e jogados fora.
    No vídeo, pedaços da hóstia consagrada vão sendo derramados pela toalha, sem receber o tratamento reverencial requerido pelo rito.

    Assisti de novo e pude inclusive me lembrar de ir à igreja e assistir as pessoas entrando em fila indiana pra receber a hóstia da mão do padre direto na boca.
    Nunca comi uma hóstia porque não fiz primeira comunhão.
    Mas pude presenciar que os fiéis não ficavam de joelhos o que indica que já havia ocorrido a mudanca que vocês citaram.
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    Judas disse: O que será que tornou a Igreja católica daqui tão vulnerável à Teologia da Libertação? Será que foi o tipo de cristianismo daqui que vê na pobreza uma espécie virtude? Porque o cristianismo dos EUA seguiu pra outro caminho?
    O cristianismo dos EUA se baseia em grande parte na ética calvinista do direito a ficar rico por meio do trabalho duro e honesto. Os ricos de lá não se envergonham da própria riqueza. Deus quis assim e pronto, assim como quis que o resto ficasse pobre.

    Talvez a virada da Igreja brasileira para a esquerda tenha sido influenciada pelo clima de "liberou geral" do Concílio Vaticano II.
     
  • AcauanAcauan Administrator, Moderator
    editado February 17
    Judas disse: O que será que tornou a Igreja católica daqui tão vulnerável à Teologia da Libertação? Será que foi o tipo de cristianismo daqui que vê na pobreza uma espécie virtude? Porque o cristianismo dos EUA seguiu pra outro caminho?

    Foi um ladeira abaixo que ganhou força com a Terceira Conferência Geral do Episcopado Latino Americano, em 1979, que praticamente oficializou a tese da "opção preferencial pelos pobres" que a CNBB rapidinho fez degradar para as interpretações mais fuleiras da Teologia da Libertação, que eram os pastiches marxistas de Leonardo Boff e (não) Frei Betto.

    Não é tanto o problema do marxismo, o problema é que Leonardo Boff e Betto são duas porcarias de marxistas, sendo que na obra dos dois não se encontra o menor resquício de qualidade intelectual que possa ser discutida acima da oposição ideológica.

    E foi para estes dois chulés que a CNBB abriu as pernas e deu no que deu.
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    Acauan disse:
    Não é tanto o problema do marxismo, o problema é que Leonardo Boff e Betto são duas porcarias de marxistas, sendo que na obra dos dois não se encontra o menor resquício de qualidade intelectual que possa ser discutida acima da oposição ideológica.

    E foi para estes dois chulés que a CNBB abriu as pernas e deu no que deu.
    Além de bispos como Pedro Casaldáliga que, entre outras coisas:

    - Em 1999 publicou a "Declaração de Amor à Revolução Total de Cuba"
    - Luta contra a centralização do governo da Igreja, pois considera que a visão de Roma é apenas uma entre as várias possíveis
    - Apoia o MST e a Via Campesina

    Fonte:  https://pt.wikipedia.org/wiki/Pedro_Casaldáliga

    Lendo o verbete, dá para ver que foi escrito por um militante e não é nada isento.

     
  • JudasJudas Moderator
    Mais um vídeo primoroso. Muita denúncia com prints de documentos e toda a cúpula do PT envolvida na igreja.

  • JudasJudas Moderator
    editado February 24
    Catecismo da Igreja Católica
    ÍNDICE ANALÍTICO

    Não sabia disso. Defendem inclusive uso de armas de fogo no catecismo.

    http://catecismo-az.tripod.com/conteudo/a-z/j/legitima.html

     
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    Judas disse: Catecismo da Igreja Católica
    ÍNDICE ANALÍTICO

    Não sabia disso. Defendem inclusive uso de armas de fogo no catecismo.

    http://catecismo-az.tripod.com/conteudo/a-z/j/legitima.html
    Acontece que as esquerdas defendem que os "oprimidos" têm o direito de invadir, saquear e até matar sem que a vítimas possam reagir.
     
  • EmmedradoEmmedrado Member
    editado February 24
    Fernando_Silva disse:
    Judas disse: Catecismo da Igreja Católica
    ÍNDICE ANALÍTICO

    Não sabia disso. Defendem inclusive uso de armas de fogo no catecismo.

    http://catecismo-az.tripod.com/conteudo/a-z/j/legitima.html
    Acontece que as esquerdas defendem que os "oprimidos" têm o direito de invadir, saquear e até matar sem que a vítimas possam reagir.
     

    Bem cristão isso 
    O campo do saber é denso e inesgotável , isso é fascinante e muitas vezes frustrante .
    O canto, o lamento, a tragédia do herói morto !
    "Eu canto com a minha alma, com o meu corpo, com o meu sexo... Eu canto inteira! "
     Janis Joplin


     
  • AcauanAcauan Administrator, Moderator
    Judas disse: Catecismo da Igreja Católica
    ÍNDICE ANALÍTICO

    Não sabia disso. Defendem inclusive uso de armas de fogo no catecismo.

    http://catecismo-az.tripod.com/conteudo/a-z/j/legitima.html

    O Catecismo também proibe taxativamente os católicos de discriminarem homossexuais:

    "§2358 Um número não negligenciável de homens e de mulheres apresenta tendências homossexuais profundamente enraizadas. Esta inclinação objetivamente desordenada constitui, para a maioria, uma provação. Devem ser acolhidos com respeito, compaixão e delicadeza. Evitar-se-á para com eles todo sinal de discriminação injusta".

    http://catecismo-az.tripod.com/conteudo/a-z/h/h.html#homossexualidade
  • Parece que o Papa Francisco desagradou gente da cúpula chatólica ao determinar que uma mãe solteira tinha direito de batizar seu descendente. Disse algo de "como justificar uma igreja universal a uma mãe que preferiu ter seu bebê em vez de abortá-lo e ao chegar à Igreja, encontra a porta fechada?
    Constará isso no catecismo?
  • HuxleyHuxley Member
    editado February 24
    Fernando_Silva disse:
    Judas disse: Catecismo da Igreja Católica
    ÍNDICE ANALÍTICO

    Não sabia disso. Defendem inclusive uso de armas de fogo no catecismo.

    http://catecismo-az.tripod.com/conteudo/a-z/j/legitima.html
    Acontece que as esquerdas defendem que os "oprimidos" têm o direito de invadir, saquear e até matar sem que a vítimas possam reagir.
     

    Falso. A maioria dos brasileiros são economicamente de esquerda, mas mesmo eles, de uma forma geral, não defendem todas essas coisas mencionadas.
  • JudasJudas Moderator
    Huxley disse:
    Fernando_Silva disse:
    Judas disse: Catecismo da Igreja Católica
    ÍNDICE ANALÍTICO

    Não sabia disso. Defendem inclusive uso de armas de fogo no catecismo.

    http://catecismo-az.tripod.com/conteudo/a-z/j/legitima.html
    Acontece que as esquerdas defendem que os "oprimidos" têm o direito de invadir, saquear e até matar sem que a vítimas possam reagir.
     

    Falso. A maioria dos brasileiros são economicamente de esquerda, mas mesmo eles, de uma forma geral, não defendem todas essas coisas mencionadas.

    Há pouco tempo foi feita uma pesquisa sobre isso.

    Pouca gente, cerca de 17% se não me falha a memória, é conservador a este ponto nos costumes e liberal na economia.

    O resto é sem noção sobre o tema, vê no estado muito mais responsabilidades que que em sí mesmo ou é esquerdista de tudo.

    Desolador.
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    Huxley disse:
    Fernando_Silva disse:Acontece que as esquerdas defendem que os "oprimidos" têm o direito de invadir, saquear e até matar sem que a vítimas possam reagir.
    Falso. A maioria dos brasileiros são economicamente de esquerda, mas mesmo eles, de uma forma geral, não defendem todas essas coisas mencionadas.
    Quando falo em "esquerda", eu me refiro à "intelectualidade" e à militância, com sua ideologia cega, que faz muito barulho na Internet e na política.

    Já os brasileiros como um todo são bastante conservadores, embora ocasionalmente defendam esquerdismos quando lhes parece vantajoso.
     
  • HuxleyHuxley Member
    editado February 26
    Fernando_Silva disse:
    Huxley disse:
    Fernando_Silva disse:Acontece que as esquerdas defendem que os "oprimidos" têm o direito de invadir, saquear e até matar sem que a vítimas possam reagir.
    Falso. A maioria dos brasileiros são economicamente de esquerda, mas mesmo eles, de uma forma geral, não defendem todas essas coisas mencionadas.
    Quando falo em "esquerda", eu me refiro à "intelectualidade" e à militância, com sua ideologia cega, que faz muito barulho na Internet e na política.

    Já os brasileiros como um todo são bastante conservadores, embora ocasionalmente defendam esquerdismos quando lhes parece vantajoso.
     

    Mesmo assim. Eu desconheço que esquerda seja um grupo mais ou menos homogêneo que defende ser certo "invadir propriedade, saquear e matar" e se resume a algo como Marx-Lenin-Trotsky-Frei Beto-Marilena Chauí-MST-CUT. 

    Brasileiros são conservadores? Ser de direita cultural não impede alguém ser de esquerda econômica, que é o caso do brasileiro médio, cuja esquerdice econômica de "ocasional" não tem nada. O diagrama de Nolan diz "olá"...
  • Judas escreveu: »
    Catecismo da Igreja Católica
    ÍNDICE ANALÍTICO

    Não sabia disso. Defendem inclusive uso de armas de fogo no catecismo.

    http://catecismo-az.tripod.com/conteudo/a-z/j/legitima.html

     


    Argumentação bem lúcida, diga-se de passagem.
      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    QUANDO FOI QUE SE PERDEU A CAPACIDADE DE FAZER UMA AUTO-CRÍTICA?

    Os ânimos andam exaltados no meio católico depois da divulgação de alguns vídeos do leigo Bernardo Küster, inicialmente denunciando os diversos abusos ocorridos no encontro das CEBS em Londrina, e no último vídeo (quase um documentário de 40 min) apresentando diversas denúncias contra a CNBB quanto ao financiamento de ONGs abortistas via Fundo de Solidariedade da Campanha da Fraternidade, além de envolvimento político com políticos de esquerda e com o Partido dos Trabalhadores.

    O que se seguiu a isso foi um festival de dar desgosto. De um lado, gente usando todo o tipo de palavras de baixo calão para se referir aos padres, aos bispos e à própria CNBB, como se fossem apenas um bando de sacanas comunistas, e não os sacerdotes do próprio Deus. De outro, gente defendendo a CNBB e os bispos como se não pudesse haver erro naquilo que eles fazem, além de apelar para a famosa desculpa de que “é melhor errar com a Igreja do que estar certo sozinho”, como se fosse louvável abraçar um erro e colocar a consciência de lado só porque o bispo falou.

    Pois bem. Bernardo foi acusado de ter sido sarcástico, irônico e desrespeitoso (e no mundo chato que vivemos, sarcasmo e ironia viraram crimes, não é mesmo?), e em alguns momentos ele de fato foi. No entanto, está difícil de chamá-lo de mentiroso. Alguns dizem seu objetivo é dividir a Igreja, que deveria ter trabalhado essas denúncias de modo menos contundente ou ao menos não em público. Nem de longe ele parece querer dividir alguma coisa, e duvido que se suas denúncias não fossem abertas desta forma elas ganhariam tamanha repercussão.

    A questão é que, independente da forma como a denúncia foi feita, o conteúdo que está lá é mais do que provado. Os vídeos do padre secretário da CNBB em uma reunião do PT fala por si só. A assinatura da CNBB no documento que diminui a fé católica fala por si só. A prestação de contas que indica uma ong abertamente abortista como receptora de verbas fala por si só. A inclusão da ideologia de gênero em materiais da CNBB fala por si só.

    Então será que não está na hora de simplesmente parar de acusar a má-criação do menino que delatou e observar que existem erros sérios aí? Não é a hora de fazer um mea-culpa e corrigir os erros?? Não é a hora de parar de lidar com político corrupto e tomar mais cuidado com aquilo que é feito com o dinheiro que as pessoas destinam à Igreja?

    Eu tenho certeza que existe um monte de projetos que merecem todo o apoio da CNBB, mas é tão difícil aceitar que havia laranjas podres no meio e removê-las? Mas não! Ao invés disso é melhor lançar uma nota daqui, um comentário de lá, e partir para o argumento pessoal.

    Infelizmente, quem perde com tudo isso são os próprios bispos e a CNBB. Se tivessem capacidade de observar a crescente insatisfação das pessoas com esse tipo de envolvimento com política e com assuntos que fogem léguas do catolicismo, perceberiam que Bernardo não foi o sujeito que incitou a revolta: ele apenas foi um porta-voz.

    E se ao invés de ataques vazios simplesmente reconhecessem os erros, pedissem desculpas e prometessem mais cuidado da próxima vez, recobrariam a confiança das pessoas na hora. Mas reconhecer o erro a essa altura significa dizer “fomos descobertos”. E aí é mais fácil partir para um ataque pessoal do que dizer pra todo mundo ouvir: mea culpa, mea culpa, mea maxima culpa.
    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1517824604982228&set=a.147190645378971.28767.100002641106908&type=3
  • JudasJudas Moderator
    E se ao invés de ataques vazios simplesmente reconhecessem os erros, pedissem desculpas e prometessem mais cuidado da próxima vez, recobrariam a confiança das pessoas na hora. Mas reconhecer o erro a essa altura significa dizer “fomos descobertos”. E aí é mais fácil partir para um ataque pessoal do que dizer pra todo mundo ouvir: mea culpa, mea culpa, mea maxima culpa.

    A igreja precisa expulsar os infiltrados e parar de lidar com políticos que são contrários à sua essência.
    É exatamente isso aqui. Pedir desculpas de quê? Isso é inaceitável do ponto de vista da lógica pura.
    Um corintiano dentro do conselho do Palmeiras agindo contra os interesses do clube pode pedir desculpas e continuar lá?
     
  • JudasJudas Moderator
    editado March 3
    60 mil visualizações


    120 mil visualizações  o segundo vídeo é prova de que o Bernardo conseguiu o que queria.


     
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.