Olá, bem-vind@!

Quer participar e contribuir? Clique no botão "Registrar-se" se é sua primeira vez aqui. Se você já é um dos nossos, clique em "Entrar".

Síria em 2018

2456789

Comentários

  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    As pessoas têm a falsa ideia de que a migração dos judeus para a Palestina ocorreu subitamente a partir de 1948, com a criação do Estado de Israel, mas ela já vinha acontecendo havia pelo menos uns 100 anos, como resultado dos pogroms na Rússia.

    De certa forma, já havia um estado judeu, inclusive com instituições próprias funcionando. Também foi no século 19 que começou o esforço para se reviver o hebraico como língua nacional.

    O que a ONU fez em 1948 foi apenas oficializar uma situação de fato, ainda mais diante da divulgação do Holocausto.
    Claro que os países árabes não aceitaram a criação dos dois estados (judeu e palestino) e o conflito, que dura até hoje, começou.
  • PugIIPugII Member
    Fernando_Silva disse: As pessoas têm a falsa ideia de que a migração dos judeus para a Palestina ocorreu subitamente a partir de 1948, com a criação do Estado de Israel, mas ela já vinha acontecendo havia pelo menos uns 100 anos, como resultado dos pogroms na Rússia.

    De certa forma, já havia um estado judeu, inclusive com instituições próprias funcionando. Também foi no século 19 que começou o esforço para se reviver o hebraico como língua nacional.

    O que a ONU fez em 1948 foi apenas oficializar uma situação de fato, ainda mais diante da divulgação do Holocausto.
    Claro que os países árabes não aceitaram a criação dos dois estados (judeu e palestino) e o conflito, que dura até hoje, começou.

    Ambos rejeitaram o acordo.

    Os judeus eram minoria residual no ínicio do século XX, em 48 continuavam sendo minoria, apesar de toda a migração. Hoje, são maioria após a limpeza étnica que efectivaram ao longo das décadas.

    A guerra perdura, por oportunismo ( estupidez árabe) e recusa de os judeus sionistas aceitarem a realidade.
    Então, ao velho e bom estilo marxista, mudam a realidade transformando-a materialmente.

    - palestinianos não existem
    - lentamente alteram a demografia.

    Os judeus sionistas têm sido muito bem sucedidos, para mais tendo o Holocausto a proteger.

    Não sei como tudo terminará. Mas, especulo que os sionistas serão vencidos, pois toda a história mostra que a metodologia deles a longo prazo falha. As excepções são os índios do continente americano, que se transformaram em minoria em grande parte do continente. Portanto, para o sionismoir até ao fim, os árabes terão que sumir ou pelo menos a ideia de árabe palestiniano. Se isto vai ocorrer, ainda não sei.

    Uma alternativa menos dramática para os sionistas, criarem um terreno a que chamarão de Palestina ( em Gaza), esperando que estes desistam de regressar à terra dos seus ancestrais.
    Todavia, mesmo nesta solução, a paz abrirá fronteiras e a migração na vizinhança tenderá a beneficiar a reversão histórica que foi a limpeza étnica racista sionista.

    Ou

    Continuará tudo parecido, talvez, sem palestianos ou estes integrados no estado de Israel
    ou

    etc
  • ENCOSTOENCOSTO Member
    Por que ninguém questiona o fato de esses dois países não terem cedido a terra aos palestinos em 1948?

    Simples: É o mesmo pensamento dos petistas. Se alguem de esquerda toca um ovo na cara do Doria, não tem problema. Se alguem de direita taca um ovo na cara do Lula, isso é racismo.

    Se um pais maometano invade outro maometano, tá OK beleza pura. 
  • PugIIPugII Member
    editado March 29
    URSS foi dos primeiros países a reconhecer Israel.

    EUA não eram amistosos para com Israel até 1967-1973.
    Houve até o ataque israelita a militares americanos...


    Essa coisa da esquerda e direita é verdade, um dia eram todos pró-kibutz e no outro anti-Israel.

    As pessoas são meros peões nos jogos de poder que raramente entendem.

    O Pug aqui fica a olhar ao longe estas pessoas...
  • PugIIPugII Member
    https://www.rbth.com/history/327040-ussr-and-israel-from-friends-to-foes

    Uma pena que não se tenham mantido unidos, hoje Israel talvez não existisse ou vc estariam a defender os palestinianos/áabes que teriam ficado do lado do Ocidente.

    A história é uma sucessão de acasos curiosos.
  • PugIIPugII Member
    Trump a indicar querer sair da Síria e franceses a pretender ocupar o lugar vago.

    Parece que o Ocidente não aprende nada. Sem uma estratégia clara, a mera desestablização a prazo derrotará o agitador.

    Aliança israelo-saudita é o primeiro grande erro sionista, penso eu.
  • PugIIPugII Member
    Sempre haverá quem acredite na inocência de Lula ou na culpa de Assad no uso de arma químicas.
    Esta minha mistura de casos diferentes não é aleatória.


    Exército sírio reconquistou as cidades próximas de Damasco e estava proceder à evacuação do último reduto detido por "rebeldes" quando terá ocorrido um alegado ataque de armas químicas, alegadamente cometido pelo exército sírio. Mais uma vez, na hora da vitória, o exército, alegadamente, utiliza armas proibidas.
    Não queimarei as minhas mãos, só que a narrativa ocidental não faz sentido.
    ...

    O mundo está perigoso, a decadência ecónomica do Ocidente é real e concreta, a perda de poder que se lhe segue inevitável, daí a necessidade de causar guerra e destruição para tentar atrasar ou inverter o rumo de descida  de domínio civilizacional.
    Infelizmente, este caminho guerreiro, acredito eu, será um redundante fracasso. China a quem o Ocidente ergueu, mostra saber jogar a longo prazo, estratégia impossível no Ocidente capitalista de vista curta...os ganhos em produção e venda de armas, não trarão lucros diplomáticos de longo prazo. 
    Israel ainda durará mais uns dias no estado actual, mas é inevitável que um dia se torne uma Nação democrática inclusiva de todos os cidadãos locais, judeus ou não.

    No mundo,

    Não é a Rússia o adversário, mas a China quem dominará com facilidade um mundo ocidental sem liderança.

    O mundo ainda poderá ser melhor do que já é, haja só um pouco de discernimento para evitar a escalada dos conflitos em curso.
  • PugIIPugII Member
    Turquia está a expandir a sua presença na Síria, especialmente com postos de observação na linha da frente na província rebelde de Idlib. Aparentemente, também, separando algum trigo do joio ( alqaeda em queda).

    Se a Turquia quiser, Assad poderá cair, só depende da correlação de forças  desta com a Rússia, que não sei avaliar.

    Ocidente pode tornar a Turquia, afinal de contas é membro da OTAN, uma aliada abandonando as pretensões curdas.


    O lamentável é ver que o território tornou-se estável, excepto nos combates entre facções "rebeldes" e o Ocidente prepara-se para relançar a máquina de guerra.
    Israel e Bibi ( Um Lula impune) precisam disto para existir...
  • O lamentável é ver que o território tornou-se estável, excepto nos combates entre facções "rebeldes" e o Ocidente prepara-se para relançar a máquina de guerra.

    O Ocidente tinha que invadir e civilizar aqueles malucos do Oriente Médio . 
    Reeducar para viverem feito cidadãos comuns e não como fanáticos religiosos  
    suicidas opressores de mulheres . Viva Israel ! Viva os EUA !
    Abaixo o Islão!

    660px-Flag_of_Israel_svg.png 

    2000px-Flag_of_the_United_States.svg.png
    Não tenho motivos pra acreditar em uma Divindade .
    O campo do saber é denso e inesgotável , isso é fascinante e muitas vezes frustrante .
    O futuro é = 1 e não pode ser outro .Que a sorte nos acompanhe amém .
    "Eu canto com a minha alma, com o meu corpo, com o meu sexo... Eu canto inteira! "
     Janis Joplin
    Azafatas-a-todo-o-nada.jpg
     
  • PugIIPugII Member
    editado April 10
    Guerreiro de sofá a mandar os filhos, cônjuges, e pais dos outros para a morte - típico de um fanático
  • PugIIPugII Member
    daesh lança ofensivas toda a vez que Israel ou Ocidente faz o mesmo, que impressionante coincidência.
    Não direi que são aliados, mas lá que há quem ajude e outros só perturbam a paz. Entenda-se como perturbadores o Ocidente - lamentável, eu que apoio a hegemonia Ocidental e desejo que perdure por milénios, penso que caminhamos pela via errada.
     
  • PugII escreveu: »
    Guerreiro de sofá a mandar os filhos, cônjuges, e pais dos outros para a morte - típico de um fanático

    Claro porque a Síria é super paz e amor, só está brincando de guerra tadinha.

      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • PugII escreveu: »
    daesh lança ofensivas toda a vez que Israel ou Ocidente faz o mesmo, que impressionante coincidência.
    Não direi que são aliados, mas lá que há quem ajude e outros só perturbam a paz. Entenda-se como perturbadores o Ocidente - lamentável, eu que apoio a hegemonia Ocidental e desejo que perdure por milénios, penso que caminhamos pela via errada.
     

    Hegemonia Ocidental é a culpada de tudo, então se mate e contribua para menos um ocidental no mundo.
      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • Agora você gosta do Trump?
      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • PugIIPugII Member
    editado April 13
    Agora você gosta do Trump?

    Embora seja uma pergunta, esta diz muito do modo como vc pensa e antecipa o que pensa ser facto.

    Trump está a mostrar ser alguém sem poder ou mais um desonesto. Há pouco tempo falava em sair da Síria, depois em atacar a Síria - sem motivo nem base legal.

    ----
    O mais incrível é como se arrisca um conflito generalizado devido a um evento que nem se sabe se de facto ocorreu, e se ocorreu, nem quem teria sido o verdadeiro responsável.
    Ghouta foi libertada, os últimos "rebeldes" estavam a ser transferidos para outra região, no entanto, querem fazer-nos crer que o governo lançou um ataque com armas químicas. Repito, a batalha já havia sido vencida, tinham chegado a acordo de rendição e o processo já se tinha iniciado.

    Não coloco a minha mão no fogo, todavia, permito-me uma grande dose de cepticismo. 
    Ocidente, pelo menos desde da invasão do Iraque, não é confiável nas suas alegações contra outros estados.



     
  • ENCOSTOENCOSTO Member
    Não coloco a minha mão no fogo, todavia, permito-me uma grande dose de cepticismo.

    A sua opinião é completamente irrelevante.
  • PugII escreveu: »
    Ocidente, pelo menos desde da invasão do Iraque, não é confiável nas suas alegações contra outros estados.



     


    E o pessoal de Maomé é super honesto.
      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • PugIIPugII Member
    E o pessoal de Maomé é super honesto.

    Não sei que pessoal é esse. Pare com a subjectividade e seja objectivamente especifico.
  • PugII escreveu: »
    E o pessoal de Maomé é super honesto.

    Não sei que pessoal é esse. Pare com a subjectividade e seja objectivamente especifico.

    Não vou desenhar o obvio, aprenda a interpretar texto.
      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • PugIIPugII Member
    Não vou desenhar o obvio, aprenda a interpretar texto.

    Óbvio para quem? Imagino que seja mais subjectividade, ou seja, resunção de que os outros adivinham o pensamento alheio ( o seu) sem que tivesse expressado o mesmo.

    Cara, seja objectivo!
  • PugII escreveu: »
    Não vou desenhar o obvio, aprenda a interpretar texto.

    Óbvio para quem? Imagino que seja mais subjectividade, ou seja, resunção de que os outros adivinham o pensamento alheio ( o seu) sem que tivesse expressado o mesmo.

    Cara, seja objectivo!


    Impossível discutir com alguém que tá procurando malabarismos em afirmações diretas. Mas o que esperar de alguém com uma mente Kantiana.
      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • PugIIPugII Member
    Mas o que esperar de alguém com uma mente Kantiana.

    O que vc entende por mente kantiana?

    Responda com objectividade.
  • Seu pensamento caótico, contraditório. Um misto desarranjado entre razão e sentidos. Uma diarréia mental.
      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • PugIIPugII Member
    Vc é uma pessoa muito subjetiva.
    Veja o que nos disse agora definindo mente kantiana:
    Seu pensamento caótico, contraditório. Um misto desarranjado entre razão e sentidos. Uma diarréia mental.

    A mente humana (no geral) é caótica e contraditória. Mas se você quer chamar Kant à conversa ao menos que fosse de modo objectivo e não fosse a mera expressão da sua opinião (subjectiva) a meu respeito.





     
  • PugIIPugII Member
    Entretanto, Síria ainda não originou a 3ª guerra mundial.

    Os "rebeldes" de Ghouta vencidos, província de Idlib com observadores turcos na linha da frente, deixa em aberto qual o próximo território a ser libertado pelo exército Sírio. 

    Aposto Qalamoun como objectivo, sendo pouco povoado, também importante em termos estratégicos para reforçar o poder no centro da Síria. O território "rebelde" esteve muito tempo inactivo, mas recentemente lançaram foguetes em "solidariedade" com os "rebeldes" de Ghouta.

    Se Ocidente não se meter, acho que veremos em breve mais uma campanha militar de libertação.
  • PugIIPugII Member
    Outro possível alvo é ainda em Damasco, um "bairro" delicado dividido entre "rebeldes" e daesh.
    O motivo de ser delicado é à data do começo da guerra civil, este local era essencialmente habitado por refugiados palestinianos.

    Os combates têm quase sempre sido entre as facções internas do "bairro". No entanto, há notícias de que preparativos para devolver a ordem do Estado àquele pequeno território em Damasco ( o último reduto fora do controlo do Estado sírio em Damasco).
     
  • PercivalPercival Member
    editado April 13
    PugII escreveu: »
    Vc é uma pessoa muito subjetiva.
    Veja o que nos disse agora definindo mente kantiana:
    Seu pensamento caótico, contraditório. Um misto desarranjado entre razão e sentidos. Uma diarréia mental.

    A mente humana (no geral) é caótica e contraditória. Mas se você quer chamar Kant à conversa ao menos que fosse de modo objectivo e não fosse a mera expressão da sua opinião (subjectiva) a meu respeito.





     



    A mente humana pode ser caótica, mas a realidade não. Não temos uma projeção dela e sim um contato através dos sentidos, mesmo que eles tenham um limite. É possível chegar a uma filosofia consciente de compreensão da realidade, porque está é independente de nós.

      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • PugIIPugII Member
    A mente humana pode ser caótica, mas a realidade não. Não temos uma projeção dela e sim um contato através dos sentidos, mesmo que eles tenham um limite. É possível chegar a uma filosofia consciente de compreensão da realidade, porque está é independente de nós.

    Kant até podia ser mencionado, mas deixemos o gajo onde estiver...


    A realidade não pode ser apreendida, porque esta é segunda as suas palavras independente de nós. 
    O contacto que temos com ela depende dos sentidos, então um cego e um não cego contactarão esta realidade de modo diferente - qual deles está mais na verdade?
    A resposta vai ser subjectiva, quanto muito diremos que a maioria vê, mas isto não apaga o facto de que há quem não veja.

    A realidade continua a existir mesmo para quem não vê. Esta afirmação tem muito que se lhe diga, lembra aquela cena zen que diz se uma árvore cair na floresta e ninguém escutar....

    (no mundo quântico nós não somos "sólidos" e sim particulas em movimento, sendo isto real só que os nossos sentidos não captam)

    A minha posição é de que a realidade não é possível ser apreendida, mas pode ser contactada, este contacto depende do modo como somos constituídos fisicamente e mentalmente.
    Todas as pessoas veem a realidade de modo diferente, por terem filtros diferentes. Porém, há pontes que se estabelecem, por sermos parecidos e usarmos da linguagem. Neste contacto entre sujeitos descobrimos o que já referi, cada pessoa vê a realidade de um modo diferente, quanto muito há +- coincidências).

    Se tivermos dúvidas, ainda podemos pensar a impossibilidade de ler a mente alheia ou sentir o outro exactamente como ele está a sentir. Ainda acresce a experiência de um não é vivida por outro.


    Recordo que isto sobre a Síria :) 
  • A realidade pode ser coompreendida, mas nao controlada. Um cego dispoe dos outros sentidos para captar a realidade, mas mesmo estes sentidos sao limitados. A realidade nao e uma projeção. Esse e o erro de Kant.
      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.