Olá, bem-vind@!

Quer participar e contribuir? Clique no botão "Registrar-se" se é sua primeira vez aqui. Se você já é um dos nossos, clique em "Entrar".

Acauan: Revista Veja guinou 100% a Esquerda

- A edição bombástica desta semana com o processo de separação de Bolsonaro não traz apenas isto, é um festival de artigos e reportagens anti-Bolsonaro e pro-PT.

- Um dos artigos compara Bolsonaro com Hitler, uma reportagem diz que os anos de PT não foram tão ruins assim, e que, mesmo com a crise, melhoramos muito.

- Tem um especial do Pablo Vittar dizendo que deixou de ser garoto propaganda de uma empresa que declarou apoio a Bolsonaro.

- Outra reportagem conclama as mulheres à luta contra Donald Trump, o mesmo faz outro artigo em apoiu ao #Elenão.

- Enfim, a Veja de hoje faria a Carta Capital rosnar de inveja, se venderam, é nojento, acho que vou cancelar a assinatura.

Abraços,

Comentários

  • Ele não é má ideia, Trump sabe disso...Hilary não esqueceu esse efeito de massa.
  • HuxleyHuxley Member
    editado October 1
    Segundo O Antagonista, fundado por dois ex-jornalistas da Veja, o atual editor-chefe da Veja, André Petry, é petista.
  • Não entendo como Augusto Nunes ainda está lá. Deve ter um contrato longo. É o ultimo critico do PT que ainda está lá.

    E a editora abril está falindo. Essa guinada a esquerda é um tiro no pé. Está afastando os ultimos assinantes fieis que só compravam a revista por justamente ser anti-PT
  • JudasJudas Moderator
    editado October 1
    O que é mais importante, a separação do Bolsonaro ou a delação do Palocci?
    Veremos o que será noticiado principalmente pela Veja.
  • JudasJudas Moderator
    Não entendo como Augusto Nunes ainda está lá. Deve ter um contrato longo. É o ultimo critico do PT que ainda está lá.

    O último a sair foi o Silvio Navarro que também está na Pam como âncora do 3em1
     
    E a editora abril está falindo. Essa guinada a esquerda é um tiro no pé. Está afastando os ultimos assinantes fieis que só compravam a revista por justamente ser anti-PT

    Investimento na queda do PT?
    Se houver um governo não petista faz todo sentido a revista e o nome dela serem usados por petistas até como álibi pra detonar adversários.

    A revista já vai mal por conta da queda geral de publicações impressas e o ambiente virtual deles perdeu credibilidade, precisam fazer algo e ser oposição sempre é bom para mostrar a tal "imparcialidade jornalística".

    Mas, como você disse, pode ser sim um tiro no pé ao perder os últimos assinantes que restam. A "direita conservadora" já detonou a revista faz tempo, talvez por saber que já os perdeu a Veja tenha partido pro tudo ou nada.
  • Perder assinantes não é problema, pois eles já são tão poucos que não sustentam a revista. O que sustenta são as propagandas e se perder as propagandas oficiais, abre o bico de vez. O Bolsonaro já disse que vai extinguir a tal verba publicitária, então é caso perdido. Já se o Haddad ganhar, essa propaganda será mantida e ampliada com a participação dos sindicados, movimentos populares, grupos oprimidos, etc e tal...
  • Se perder assinantes perde propaganda. Se cair vendas no varejo, perde propaganda também.
  • Tem gente dizendo também que a Globonews virou esquerdista. Tudo isso é exagero.
  • SpiderSpider Member
    Se perder assinantes perde propaganda. Se cair vendas no varejo, perde propaganda também.

    - A Carta Capital sobrevive quase sem assinantes, acho que a Veja sonha com um futuro assim, faturar sem o incoveniente de ficar se stressando com banalidades como concorrência, patrocínio e captação de assinantes.

    Abraços,
  • - A Carta Capital sobrevive quase sem assinantes, acho que a Veja sonha com um futuro assim, faturar sem o incoveniente de ficar se stressando com banalidades como concorrência, patrocínio e captação de assinantes.

    Talvez não seja sonho mas a única alternativa que restou em tempos de internet.

    É o mesmo que aconteceu com as locadoras, quem vai ter o trabalho de sair de casa, alugar filmes e depois ter que voltar na locadora para devolvê-los quando se tem internet e Netflix? 
  • JudasJudas Moderator
    Cameron disse:
     



    É o mesmo que aconteceu com as locadoras, quem vai ter o trabalho de sair de casa, alugar filmes e depois ter que voltar na locadora para devolvê-los quando se tem internet e Netflix? 
    Só gente como eu faria isso ^^

    O canal Cinemassacre do AVGN tem vídeos sobre essa nostalgia das locadoras em uma "locadora" que ele montou em casa e usa como cenário.

    Conversa de nerd à parte a Veja é uma marca e tem o mercado digital pra habitar.

    Se alguém compra a marca faz dela o que quiser, usa sua credibilidade (ou falta dela) como quiser.

    É este uso que vai decidir se a marca sobrevive ou não.

     
  • Eu ainda gosto de midia fisica ate porque a Netflix tem producoes que saem de catalogo e isso ta crescendo olho de estudios como a Disney que planeja servicos proprios de streaming.
      “Não fortalecerás os fracos, por enfraquecer os fortes.    Não ajudarás os assalariados, se arruinares aquele que os paga.    Não estimularás a fraternidade, se alimentares o ódio.” [Abraham Lincoln]
  • Percival disse: Eu ainda gosto de midia fisica ate porque a Netflix tem producoes que saem de catalogo e isso ta crescendo olho de estudios como a Disney que planeja servicos proprios de streaming.

    Acredito que isso causará um tipo de tour pelos serviços de streaming. O sujeito vai assinar por uma temporada, ver o que lhe interessa e migra para outro. Não faz nenhum sentido assinar dois ou mais serviços de streaming.
    Sem dizer que, se houver uma série ou filme somente que o sujeito se interessar, ele certamente tentará baixar uma cópia pirata.
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.