Olá, bem-vind@!

Quer participar e contribuir? Clique no botão "Registrar-se" se é sua primeira vez aqui. Se você já é um dos nossos, clique em "Entrar".

Por que Jesus?

Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
Por que Jesus?

Parte 1/2

Jesus sempre foi tido em alta consideração tanto por cristãos quanto não-cristãos. Tenha ele realmente existido ou não, tenha ele sido de origem divina ou não, muitos afirmam que o Novo Testamento é o maior exemplo de moralidade. Muitos acreditam que seus ensinamentos, se verdadeiramente compreendidos e seguidos, fariam do mundo um lugar melhor.
Isto é verdade? Jesus merece a adoração generalizada que sempre recebeu? Vamos examinar o que ele disse e fez.

Jesus era pacífico e compassivo?
O nascimento de Jesus foi anunciado com "paz na terra", e no entanto Jesus disse: "Não penseis que vim trazer paz à Terra: não vim trazer paz, mas uma espada." (Mateus 10:34). "Aquele que não tem espada, que venda sua capa e compre uma." (Lucas 22:36). "Quanto, porém, a esses meus inimigos, que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui e executai-os na minha presença." (Lucas 19:27 - Nota: na verdade, este trecho era parte de uma parábola, mas termina sem maiores explicações).

A queima de hereges durante a Inquisição se baseou nas palavras de Jesus: "Se alguém não permanecer em mim, será jogado fora como um ramo de árvore, e secará; e o apanham, lançam no fogo e o queimam." (João 15:6).
Jesus tinha "raiva" (Marcos 3:5) de seus críticos e atacou mercadores com um chicote (João 2:15). Ele mostrou o respeito que tinha pela vida ao afogar animais inocentes (Mateus 8:32). Ele se recusou a curar uma criança doente até que foi pressionado pela mãe dela (Mateus 15:22-28).

O seu caráter se revela principalmente quando ameaça com o sofrimento eterno: "Mandará o Filho do homem (o próprio Jesus) os seus anjos que ajuntarão do seu reino todos os escândalos e os que praticam a iniquidade; e os lançarão na fornalha acesa; ali haverá choro e ranger de dentes." (Mateus 13:41-42). "E se a tua mão te ofende, corta-a; pois é melhor entrares maneta na vida do que, tendo as duas mãos, ires para o inferno, para o fogo inextinguível." (Marcos 9:43).

Que bondade é esta? Dá bom exemplo quem impõe sua vontade através de ameaças de violência? Seria o inferno um lugar agradável e pacífico?

Jesus incentivou os "valores familiares"?
"Se alguém vem a mim, e não odeia seu pai, mãe, mulher, filhos, irmãos, irmãs e ainda sua própria vida, não pode ser meu discípulo" (Lucas 14:26)
"Pois vim causar divisão entre o homem e seu pai, entre a filha e sua mãe e entre a nora e sua sogra. E assim os piores inimigos de um homem serão os seus próprios parentes." (Mateus 10:35-36)
Quando um de seus discípulos quis ausentar-se para o funeral de seu pai, Jesus o repreendeu: "Deixe que os mortos sepultem seus mortos." (Mateus 8:22)
Jesus nunca usou a palavra "família." Ele nunca se casou ou teve filhos. Para sua própria mãe, ele disse: "Mulher, que tenho a ver contigo?" (João 2:4).

O que ele pensava sobre igualdade e justiça social?
Jesus afirmou que os escravos deveriam ser chicoteados: "Aquele servo (escravo), que sabia a vontade de seu senhor, e não se preparou, nem fez segundo a sua vontade, será punido com muitos açoites." (Lucas 12:47). Ele nunca condenou a escravidão, mencionando escravos e senhores em muitas de suas parábolas.
Ele nunca fez nada para reduzir a miséria. Em vez de vender um perfume caro para ajudar os pobres, gastou tudo com ele mesmo, dizendo: "Pobres, sempre os tereis" (Marcos, 14:3-7).
Ele não escolheu mulheres como discípulos ou as convidou para a Última Ceia.

Que princípios morais Jesus nos deixou?
"Há eunucos que a si mesmos fizeram eunucos por causa do reino dos céus. Aquele que é capaz o admitir, admita." (Mateus 19:12). Alguns dos primeiros cristãos, inclusive o Pai da Igreja Orígenes, seguiram isto literalmente e se castraram. Mesmo como metáfora, este conselho é de mau gosto.

-Se seu olho ou sua mão forem causa de pecado, arranque-os fora Mateus 5:29-30, sobre o sexo).
-Casar-se com uma mulher divorciada é adultério (Mateus 5:32).
-Olhar para uma mulher com desejo é adultério (Mateus 5:28)
-Não planeje seu futuro (Mateus 6:34).
-Não guarde dinheiro (Mateus 6:19-20).
-Não fique rico (Marcos 10:21-25).
-Venda tudo o que tem e dê aos pobres (Lucas 12:33)
-Não trabalhe para conseguir comida (João 6:27)
-Faça com que as pessoas queiram persegui-lo (Mateus 5:11).
-Diga a todos que você é melhor que os outros (Mateus 5:13-16).
-Tome dinheiro de quem tem pouco e dê para investidores ricos (Lucas 19:23-26).
-Se alguém lhe roubar alguma coisa, não tente recuperá-la (Lucas 6:30).
-Se alguém lhe bater, peça para baterem de novo (Mateus 5:39).
-Se tiver que indenizar alguém, pague mais do que o devido (Mateus 5:40).
-Se lhe obrigarem a andar um quilômetro, ande dois (Mateus 5:41).
-Se alguém lhe pedir alguma coisa, dê sem discutir (Mateus 5:42).
-Não se preocupe com a higiene e com o que come (Marcos 7:15)

Isto é sensato? É isto que você ensinaria a seus filhos?

Jesus era confiável?
Jesus disse aos discípulos que eles ainda estariam vivos quando ele voltasse: "Em verdade vos digo que alguns aqui se encontram que de maneira nenhuma passarão pela morte até que vejam vir o Filho do homem no seu reino" (Mateus, 16:28). "Vejam, eu venho rapidamente" (Apocalipse 3:11). Já se passaram 2000 anos e os crentes ainda esperam pelo seu retorno "em breve".
Ele errou ao dizer que a semente da mostarda é "a menor de todas as sementes" (Mateus 13:32) e que o sal poderia "perder seu sabor" (Mateus 5:13).
Jesus disse que quem chamasse aos outros de "louco" poderia ir para o inferno (Mateus 5:22), mas ele próprio chamou aos outros de louco várias vezes (por exemplo, Mateus 23:17).

Quanto à sua própria confiabilidade, Jesus deu duas respostas conflitantes: "Se eu der testemunho de mim mesmo, meu testemunho não é verdadeiro" (João 5:31) e "Ainda que eu dê testemunho de mim mesmo, meu testemunho é verdadeiro" (João 8:14).

Jesus foi um bom exemplo?
Ele amaldiçoou e fez secar uma figueira por não dar frutos fora de época (Mateus 21:18-19 e Marcos 11:13-14). Ele infringiu a lei ao roubar trigo em dia de sábado (Marcos 2:23) e mandou que seus discípulos levassem um cavalo sem pedir permissão ao dono(Mateus 21).

O "humilde" Jesus se disse "maior que o templo" (Mateus 12:6), "maior que Jonas" (Mateus 12:41) e "maior que Salomão" (Mateus 12:42}. Pareceu sofrer da paranoia dos ditadores quando disse que "Quem não é por mim é contra mim" (Mateus 12:30).

Comentários

  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    Parte 2/2

    Por que Jesus?
    Embora se possam citar passagens que mostrem Jesus de forma mais favorável, elas não apagam esse lado preocupante de seu caráter. E o fato de conflitarem com as outras mostram que o Novo Testamento é contraditório.
    A "Regra de Ouro" já tinha sido dita muitas vezes por outros líderes religiosos (Confúcio: "Não faça aos outros o que não queres que te façam"). "Dê a outra face" encoraja as vítimas a pedirem mais violência. "Ama teu próximo" só se aplica aos que seguem a mesma crença (nem Jesus nem os judeus mostraram muita simpatia por outras religiões). Algumas das bem-aventuranças ("Bem-aventurados são os promovem a paz") são aceitáveis, mas não passam de promessas, de condições para se receber uma recompensa futura, e não baseadas no respeito à vida e aos valores morais.

    No conjunto, Jesus disse pouca coisa aproveitável. Não trouxe nada de novo para a ética (exceto o inferno). Não criou programas sociais. Sendo "omnisciente", ele poderia ter contribuído com informações úteis para a ciência e a medicina, mas ele parecia não entender nada destes assuntos (como se ele fosse apenas um personagem inventado por escritores com o conhecimento limitado do primeiro século).

    Muitos estudiosos têm dúvidas quanto à existência de um Jesus histórico. Albert Schweitzer disse que "O Jesus histórico é, para nossa época, um estranho e um enigma". Nenhum escritor do primeiro século confirma a história de Jesus. O Novo Testamento é contraditório e cheio de erros históricos. Conta uma história cheia de milagres e outras alegações fantásticas. Consiste em sua maior parte de material emprestado às religiões pagãs e o Jesus que ele descreve não é muito diferente dos outros mitos e fábulas.

    Por que Jesus é tão especial? Seria mais sensato e produtivo falar de pessoas reais, de carne e osso, que contribuíram para a humanidade - mães que deram à luz, cientistas que aliviaram o sofrimento, reformadores sociais que combateram as injustiças - que adorar um sujeito com um caráter tão duvidoso quanto o de Jesus.

    Comentários:
    Sei que estou tratando o Novo Testamento como se as palavras e feitos de Jesus fossem a verdade literal. Sei que há controvérsias quanto à autenticidade de muitas das passagens citadas acima. O Jesus Seminar, por exemplo, afirma que em torno de 85% das palavras e ações de Jesus contidas no Novo Testamento não são autênticas. Ele nunca disse ou praticou a maior parte delas. Este texto é dirigido aos que acreditam que o Novo Testamento não contém erros e é inspirado por Deus.

    Desde que este trabalho se tornou disponível na Internet, recebi muitas queixas de que eu usei esses trechos "fora de contexto". Do modo como eu e os estudiosos da Bíblia vemos a coisa, isto pode ser verdade, ou seja, a maioria dos trechos podem ser eliminados do livro.

    Entretanto, do modo como os fundamentalistas e evangélicos entendem o assunto, ou seja, segundo os que pensam que estou criando uma falsa imagem de Jesus, não estou usando nada fora de contexto. Nenhum dos que reclamaram deu um exemplo específico ou explicou a que "contexto" eles se referem, nem tampouco indicou qual o verdadeiro significado, não literal, dos trechos citados.

    Texto nº 12. Publicado pela Freedom From Religion Foundation, Inc., PO Box 750, Madison WI 53701.
    Texto original: http://www.ffrf.org/nontracts/jesus.html
    Você pode distribuir este documento por email, mas, por favor, não distribua cópias impressas.
    Copyright 1993 Dan Barker. Todos os direitos reservados.


    https://fernandosilvamultiply.blogspot.com/2006/01/por-que-jesus.html
  • Fernando_Silva disse: Por que Jesus?

    Parte 1/2

    Jesus sempre foi tido em alta consideração tanto por cristãos quanto não-cristãos. Tenha ele realmente existido ou não, tenha ele sido de origem divina ou não, muitos afirmam que o Novo Testamento é o maior exemplo de moralidade. Muitos acreditam que seus ensinamentos, se verdadeiramente compreendidos e seguidos, fariam do mundo um lugar melhor.
    Isto é verdade? Jesus merece a adoração generalizada que sempre recebeu? Vamos examinar o que ele disse e fez.

    Jesus era pacífico e compassivo?
    O nascimento de Jesus foi anunciado com "paz na terra", e no entanto Jesus disse: "Não penseis que vim trazer paz à Terra: não vim trazer paz, mas uma espada." (Mateus 10:34). "Aquele que não tem espada, que venda sua capa e compre uma." (Lucas 22:36). "Quanto, porém, a esses meus inimigos, que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui e executai-os na minha presença." (Lucas 19:27 - Nota: na verdade, este trecho era parte de uma parábola, mas termina sem maiores explicações).

    A queima de hereges durante a Inquisição se baseou nas palavras de Jesus: "Se alguém não permanecer em mim, será jogado fora como um ramo de árvore, e secará; e o apanham, lançam no fogo e o queimam." (João 15:6).
    Jesus tinha "raiva" (Marcos 3:5) de seus críticos e atacou mercadores com um chicote (João 2:15). Ele mostrou o respeito que tinha pela vida ao afogar animais inocentes (Mateus 8:32). Ele se recusou a curar uma criança doente até que foi pressionado pela mãe dela (Mateus 15:22-28).

    O seu caráter se revela principalmente quando ameaça com o sofrimento eterno: "Mandará o Filho do homem (o próprio Jesus) os seus anjos que ajuntarão do seu reino todos os escândalos e os que praticam a iniquidade; e os lançarão na fornalha acesa; ali haverá choro e ranger de dentes." (Mateus 13:41-42). "E se a tua mão te ofende, corta-a; pois é melhor entrares maneta na vida do que, tendo as duas mãos, ires para o inferno, para o fogo inextinguível." (Marcos 9:43).

    Que bondade é esta? Dá bom exemplo quem impõe sua vontade através de ameaças de violência? Seria o inferno um lugar agradável e pacífico?

    Jesus incentivou os "valores familiares"?
    "Se alguém vem a mim, e não odeia seu pai, mãe, mulher, filhos, irmãos, irmãs e ainda sua própria vida, não pode ser meu discípulo" (Lucas 14:26)
    "Pois vim causar divisão entre o homem e seu pai, entre a filha e sua mãe e entre a nora e sua sogra. E assim os piores inimigos de um homem serão os seus próprios parentes." (Mateus 10:35-36)
    Quando um de seus discípulos quis ausentar-se para o funeral de seu pai, Jesus o repreendeu: "Deixe que os mortos sepultem seus mortos." (Mateus 8:22)
    Jesus nunca usou a palavra "família." Ele nunca se casou ou teve filhos. Para sua própria mãe, ele disse: "Mulher, que tenho a ver contigo?" (João 2:4).

    O que ele pensava sobre igualdade e justiça social?
    Jesus afirmou que os escravos deveriam ser chicoteados: "Aquele servo (escravo), que sabia a vontade de seu senhor, e não se preparou, nem fez segundo a sua vontade, será punido com muitos açoites." (Lucas 12:47). Ele nunca condenou a escravidão, mencionando escravos e senhores em muitas de suas parábolas.
    Ele nunca fez nada para reduzir a miséria. Em vez de vender um perfume caro para ajudar os pobres, gastou tudo com ele mesmo, dizendo: "Pobres, sempre os tereis" (Marcos, 14:3-7).
    Ele não escolheu mulheres como discípulos ou as convidou para a Última Ceia.

    Que princípios morais Jesus nos deixou?
    "Há eunucos que a si mesmos fizeram eunucos por causa do reino dos céus. Aquele que é capaz o admitir, admita." (Mateus 19:12). Alguns dos primeiros cristãos, inclusive o Pai da Igreja Orígenes, seguiram isto literalmente e se castraram. Mesmo como metáfora, este conselho é de mau gosto.

    -Se seu olho ou sua mão forem causa de pecado, arranque-os fora Mateus 5:29-30, sobre o sexo).
    -Casar-se com uma mulher divorciada é adultério (Mateus 5:32).
    -Olhar para uma mulher com desejo é adultério (Mateus 5:28)
    -Não planeje seu futuro (Mateus 6:34).
    -Não guarde dinheiro (Mateus 6:19-20).
    -Não fique rico (Marcos 10:21-25).
    -Venda tudo o que tem e dê aos pobres (Lucas 12:33)
    -Não trabalhe para conseguir comida (João 6:27)
    -Faça com que as pessoas queiram persegui-lo (Mateus 5:11).
    -Diga a todos que você é melhor que os outros (Mateus 5:13-16).
    -Tome dinheiro de quem tem pouco e dê para investidores ricos (Lucas 19:23-26).
    -Se alguém lhe roubar alguma coisa, não tente recuperá-la (Lucas 6:30).
    -Se alguém lhe bater, peça para baterem de novo (Mateus 5:39).
    -Se tiver que indenizar alguém, pague mais do que o devido (Mateus 5:40).
    -Se lhe obrigarem a andar um quilômetro, ande dois (Mateus 5:41).
    -Se alguém lhe pedir alguma coisa, dê sem discutir (Mateus 5:42).
    -Não se preocupe com a higiene e com o que come (Marcos 7:15)

    Isto é sensato? É isto que você ensinaria a seus filhos?

    Jesus era confiável?
    Jesus disse aos discípulos que eles ainda estariam vivos quando ele voltasse: "Em verdade vos digo que alguns aqui se encontram que de maneira nenhuma passarão pela morte até que vejam vir o Filho do homem no seu reino" (Mateus, 16:28). "Vejam, eu venho rapidamente" (Apocalipse 3:11). Já se passaram 2000 anos e os crentes ainda esperam pelo seu retorno "em breve".
    Ele errou ao dizer que a semente da mostarda é "a menor de todas as sementes" (Mateus 13:32) e que o sal poderia "perder seu sabor" (Mateus 5:13).
    Jesus disse que quem chamasse aos outros de "louco" poderia ir para o inferno (Mateus 5:22), mas ele próprio chamou aos outros de louco várias vezes (por exemplo, Mateus 23:17).

    Quanto à sua própria confiabilidade, Jesus deu duas respostas conflitantes: "Se eu der testemunho de mim mesmo, meu testemunho não é verdadeiro" (João 5:31) e "Ainda que eu dê testemunho de mim mesmo, meu testemunho é verdadeiro" (João 8:14).

    Jesus foi um bom exemplo?
    Ele amaldiçoou e fez secar uma figueira por não dar frutos fora de época (Mateus 21:18-19 e Marcos 11:13-14). Ele infringiu a lei ao roubar trigo em dia de sábado (Marcos 2:23) e mandou que seus discípulos levassem um cavalo sem pedir permissão ao dono(Mateus 21).

    O "humilde" Jesus se disse "maior que o templo" (Mateus 12:6), "maior que Jonas" (Mateus 12:41) e "maior que Salomão" (Mateus 12:42}. Pareceu sofrer da paranoia dos ditadores quando disse que "Quem não é por mim é contra mim" (Mateus 12:30).
    Acusações de manual de formação de algum grupo anti religioso possivelmente com propósitos questionáveis tão rasas que comovem.


    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • AcauanAcauan Administrator, Moderator
    editado November 9
    Senhor disse:
    Acusações de manual de formação de algum grupo anti religioso possivelmente com propósitos questionáveis tão rasas que comovem.

    Isto...
    O Cristianismo é o mais poderoso Mito Civilizatório da História e isto se deve aos seus méritos.
    Cristãos vão subir nas tamancas porque chamei o Cristianismo de Mito e ateus vão, sei lá..., esmurrar os teclados, porque reconheci seu poder e mérito.

    Mas eu tou certo...

    Estas picuinhas pontuais não tem qualquer implicação mais séria, mesmo porque em Historiografia, a contradição aumenta o grau de veracidade de um conjunto amplo de citações sobre um mesmo evento.
    Todo policial sabe que se entrevistarem dez testemunhas e todas contarem exatamente a mesma versão nos mínimos detalhes, então esta versão foi combinada entre eles.
  • Acauan disse:
    Senhor disse:
    Acusações de manual de formação de algum grupo anti religioso possivelmente com propósitos questionáveis tão rasas que comovem.

    Isto...
    O Cristianismo é o mais poderoso Mito Civilizatório da História e isto se deve aos seus méritos.
    Cristãos vão subir nas tamancas porque chamei o Cristianismo de Mito e ateus vão, sei lá..., esmurrar os teclados, porque reconheci seu poder e mérito.

    Mas eu tou certo...

    Estas picuinhas pontuais não tem qualquer implicação mais séria, mesmo porque em Historiografia, a contradição aumenta o grau de veracidade de um conjunto amplo de citações sobre um mesmo evento.
    Todo policial sabe que se entrevistarem dez testemunhas e todas contarem exatamente a mesma versão nos mínimos detalhes, então esta versão foi combinada entre eles.

    É um mito onde seu personagem peincipal
    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • Jesus, sugere, em vez de doutrinar.. Essa é a grande sacada. Não é um guia moral, mas racional.
    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • Jesus = decida.
    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • Enquanto tudo que é de natureza moral e religiosa, sectaria = sujeite-se.
    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • AcauanAcauan Administrator, Moderator
    editado November 9
    Senhor disse:
    Acauan disse:

    O Cristianismo é o mais poderoso Mito Civilizatório da História e isto se deve aos seus méritos.

    É um mito onde seu personagem peincipal

    Seu personagem principal...?
    Jesus, sugere, em vez de doutrinar.. Essa é a grande sacada. Não é um guia moral, mas racional.
    Esta é a versão literária que chegou a nós, o que indica mais o estilo narrativo daquele lugar e época do que propriamente a didática do doutrinador.
    Jesus = decida.

    "Meu Reino não é deste mundo..."
    Na doutrina cristã o homem é livre para escolher seguir ou não Jesus enquanto na Terra, mas no pós-morte seus ensinamentos seriam lei absoluta.
    Enquanto tudo que é de natureza moral e religiosa, sectaria = sujeite-se.

    No Cristianismo é sujeite-se ou seja condenado à danação eterna.
    A única relativização introduzida é o perdão pelo arrependimento, de resto é tão mandatório quanto qualquer outro código moral.
  • SenhorSenhor Member
    editado November 9
    Acauan disse:
    Senhor disse:
    Acauan disse:

    O Cristianismo é o mais poderoso Mito Civilizatório da História e isto se deve aos seus méritos.

    É um mito onde seu personagem peincipal

    Seu personagem principal...?

    Sim. Dos evangelhos, especificamente.




    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • SenhorSenhor Member
    editado November 9
    Acauan disse:
    Senhor disse: Jesus, sugere, em vez de doutrinar.. Essa é a grande sacada. Não é um guia moral, mas racional.

    Esta é a versão literária que chegou a nós, o que indica mais o estilo narrativo daquele lugar e época do que propriamente a didática do doutrinador.

    Sei lá se há alguma intenção doutrinária em propor a alguém fazer o que quiser fazer.


    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • SenhorSenhor Member
    editado November 9
    Acauan disse:
    Senhor disse:
    Acauan disse:

    O Cristianismo é o mais poderoso Mito Civilizatório da História e isto se deve aos seus méritos.

    É um mito onde seu personagem peincipal

    Seu personagem principal...?
    Jesus, sugere, em vez de doutrinar.. Essa é a grande sacada. Não é um guia moral, mas racional.
    Esta é a versão literária que chegou a nós, o que indica mais o estilo narrativo daquele lugar e época do que propriamente a didática do doutrinador.
    Jesus = decida.

    "Meu Reino não é deste mundo..."
    Na doutrina cristã o homem é livre para escolher seguir ou não Jesus enquanto na Terra, mas no pós-morte seus ensinamentos seriam lei absoluta.

    Doutrina Cristã, Manual do Tolosquinho, Cânone Ripa na Xulipa, podes por o nome que quiseres.


    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • [



    Acauan disse:
    Senhor disse:
    Acauan disse:

    Enquanto tudo que é de natureza moral e religiosa, sectaria = sujeite-se.

    No Cristianismo é sujeite-se ou seja condenado à danação eterna.
    A única relativização introduzida é o perdão pelo arrependimento, de resto é tão mandatório quanto qualquer outro código moral.
    Enquanto religião, doutrina, religião, sim.

    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • Os Evangelhos não são propriedade de nenhuma religião, doutrina, ou conjunto de valores morais.
    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • AcauanAcauan Administrator, Moderator
    editado November 9
    Senhor disse:
    Acauan disse:
    Senhor disse:
    É um mito onde seu personagem peincipal

    Seu personagem principal...?

    Sim. Dos evangelhos, especificamente.

    "É um mito onde seu personagem principal, dos Evangelhos, especificamente" é uma frase que não faz sentido.
    Sei lá se há alguma intenção doutrinária em propor a alguém fazer o que quiser fazer.

    Pode haver, dependendo da doutrina.
    Só que esta doutrina não é o Cristianismo, que deixa claro que se você fizer o que quiser irá para o inferno.
    Doutrina Cristã, Manual do Tolosquinho, Cânone Ripa na Xulipa, podes por o nome que quiseres.

    Menos sentido ainda.
  • Acauan disse:
    Senhor disse:
    Acauan disse:
    Senhor disse:
    É um mito onde seu personagem peincipal

    Seu personagem principal...?

    Sim. Dos evangelhos, especificamente.

    "É um mito onde seu personagem principal, dos Evangelhos, especificamente" é uma frase que não faz sentido.
    Evangelhos = mito

    Jesus de Nazaré = personagem principal da obra "os Evangelhos.

    Me escapa à compreensão o que que é que não faz sentido.

    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • Acauan disse:
    Senhor disse:
    Acauan disse:
    Senhor disse:
    É um mito onde seu personagem peincipal

    Seu personagem principal...?

    Sim. Dos evangelhos, especificamente.

    "É um mito onde seu personagem principal, dos Evangelhos, especificamente" é uma frase que não faz sentido.
    Sei lá se há alguma intenção doutrinária em propor a alguém fazer o que quiser fazer.

    Pode haver, dependendo da doutrina.
    Só que esta doutrina não é o Cristianismo, que deixa claro que se você fizer o que quiser irá para o inferno.
    Doutrina Cristã, Manual do Tolosquinho, Cânone Ripa na Xulipa, podes por o nome que quiseres.

    Menos sentido ainda.
    O mito, "Os Evangelhos", pode ser cognominado por quem quer que seja como "Doutrina Cristã", "Manual do Tolosquinho", "Cânone Ripa na Xulipa" , etc., não quer dizer nada. Não sei se posso ser mais claro.


    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • "Doutrina Cristã" diz tanto respeito a Jesus quanto a "Republica Democrática da Coréia do Norte" ser uma democracia".
    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • Senhor disse:
    Acauan disse:
    Senhor disse:
    Acusações de manual de formação de algum grupo anti religioso possivelmente com propósitos questionáveis tão rasas que comovem.

    Isto...
    O Cristianismo é o mais poderoso Mito Civilizatório da História e isto se deve aos seus méritos.
    Cristãos vão subir nas tamancas porque chamei o Cristianismo de Mito e ateus vão, sei lá..., esmurrar os teclados, porque reconheci seu poder e mérito.

    Mas eu tou certo...

    Estas picuinhas pontuais não tem qualquer implicação mais séria, mesmo porque em Historiografia, a contradição aumenta o grau de veracidade de um conjunto amplo de citações sobre um mesmo evento.
    Todo policial sabe que se entrevistarem dez testemunhas e todas contarem exatamente a mesma versão nos mínimos detalhes, então esta versão foi combinada entre eles.

    É um mito onde seu personagem peincipal

    Jesus, sugere, em vez de doutrinar.. Essa é a grande sacada. Não é um guia moral, mas racional.



    Agora percebi por que não estava fazendo sentido. Eu postei acidentalmente metade do conteúdo total,, vide acima.

    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • Ainda não descobri como que se edita nesse forum.
    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • O fato é que Jesus não é um doutrinador moral, inclusive a postagem questionando várias passagens do Evangelho, do Fernando Silva são o que se supõe serem de um moralista julgando Jesus moralmente.
    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.

  • Senhor disse: Ainda não descobri como que se edita nesse forum.
    Colocaram um tempo limite, que para mim não faz o menor sentido, para a edição do post, passou esse tempo e sua mensagem ficará como se estivesse escrita na pedra ao invés de pixels. :/


  • Cameron disse:
    Senhor disse: Ainda não descobri como que se edita nesse forum.
    Colocaram um tempo limite, que para mim não faz o menor sentido, para a edição do post, passou esse tempo e sua mensagem ficará como se estivesse escrita na pedra ao invés de pixels. :/


    Ah, sim. Tempo maior para editar ajuda mais a quem quer fazer alguma correção aos posts do que facilita adulterações.


    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • Senhor disse:
    Cameron disse:
    Senhor disse: Ainda não descobri como que se edita nesse forum.
    Colocaram um tempo limite, que para mim não faz o menor sentido, para a edição do post, passou esse tempo e sua mensagem ficará como se estivesse escrita na pedra ao invés de pixels. :/


    Ah, sim. Tempo maior para editar ajuda mais a quem quer fazer alguma correção aos posts do que facilita adulterações.

    Não vejo a necessidade de limite de tempo algum, pelo menos não com o atual grupo de membros mais ativos.


  • Concordo.
    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    Senhor disse: O fato é que Jesus não é um doutrinador moral, inclusive a postagem questionando várias passagens do Evangelho, do Fernando Silva são o que se supõe serem de um moralista julgando Jesus moralmente.
    Quando Jesus diz que quem não obedecer vai queimar para sempre no inferno, ele está impondo sua moral.

  • Fernando_Silva disse:
    Senhor disse: O fato é que Jesus não é um doutrinador moral, inclusive a postagem questionando várias passagens do Evangelho, do Fernando Silva são o que se supõe serem de um moralista julgando Jesus moralmente.
    Quando Jesus diz que quem não obedecer vai queimar para sempre no inferno, ele está impondo sua moral.
    Hermenêutica e exegese moralistas.


    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • Reino dos Céus, Paraiso,, Inferno...


    Mateus 25, pura exegese e hermenêutica, o viés de quem lê influencia.


    Jesus disse que falava por parábolas por causa disso ai.
    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • Fernando_SilvaFernando_Silva Administrator, Moderator
    Pois é. Quando convém, é ao pé da letra. Quando não convém, é parábola, é sentido figurado...
  • Fernando_Silva disse: Pois é. Quando convém, é ao pé da letra. Quando não convém, é parábola, é sentido figurado...
    Por que a comunicação é feita de sentidos conotativo e denotativo, faz parte.


    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
  • Até na afirmação, "Fulano é um burro" tem interpretação,, não é que o cara é literalmente um burrico, mas que tem a teimosia do bicho.
    Meu PC é Pai, Filho, e Espírito Santo. O pai é o hardware, o filho, o software, e o ES, a energia elétrica.
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.