Ausência de evidência

"Ausência de evidência não é evidência de ausência"

Essa é uma famosa frase absolutamente questionável. Tome-se uma caixa de sapatos a qual a ausência do sapato evidencia a ausência do sapato!

Ausência de evidência implica em

Comentários

  • editado February 29
    (Continuando)

    Ausência de evidência implica sempre en um contexto, há que saber evidência do quê. Assim sendo, ausência de evidência de X implica sim em evidência de ausência de Y(ou de X). Ou seja, "ausência de evidência não é evidência de ausência" se não houver do que, não consiste em nada.
  • editado February 29
    O agnóstico gosta muito de usar essa frase para justificar sua condição de incerteza prevalente da existência de X, mas se X significa "tudo", não cabe validar a frase famosa com um, "a ausencia de evidência de tudo não é evidência de ausência de tudo".
  • "Eis que enviarei sergiomgbr"para confundir a todos!
    Então perguntaram Nada Sei e Gorducho: -Criaturo por que dizem que ser necessário que venha sergiomgbr ao RV ?
    Criaturo : Sim é verdade que sergiomgbr venha antes do final do CC , mas eu porem vos digo ele ja veio e não o reconheceram e se quereis dar crédito ele é o Senhor.

    Mas Gorducho abraçado com Nada Sei duvidando foram perguntar ao Senhor:
    -Senhor és tu a reencarnação do sergiomgbr ou apenas alguém parecido com ele ?

    Disse Senhor: Não sou sergiomgbr, nem o Senhor, não sou ninguém apenas a evidência de um caduco a caducar por aqui Assim sendo, ausência de evidência de X implica sim em evidência de ausência de Y(ou de X). Ou seja, "ausência de evidência não é evidência de ausência" se não houver do que, não consiste em nada.
  • editado February 29
    CRIATURO disse: "Eis que enviarei sergiomgbr"para confundir a todos!
    Então perguntaram Nada Sei e Gorducho: -Criaturo por que dizem que ser necessário que venha sergiomgbr ao RV ?
    Criaturo : Sim é verdade que sergiomgbr venha antes do final do CC , mas eu porem vos digo ele ja veio e não o reconheceram e se quereis dar crédito ele é o Senhor.

    Mas Gorducho abraçado com Nada Sei duvidando foram perguntar ao Senhor:
    -Senhor és tu a reencarnação do sergiomgbr ou apenas alguém parecido com ele ?

    Disse Senhor: Não sou sergiomgbr, nem o Senhor, não sou ninguém apenas a evidência de um caduco a caducar por aqui Assim sendo, ausência de evidência de X implica sim em evidência de ausência de Y(ou de X). Ou seja, "ausência de evidência não é evidência de ausência" se não houver do que, não consiste em nada.
    Não, fi. Desde antes de Criaturo
    Eu Sou.


  • Primeiramente lembremos que evidência não é o mesmo que prova. Pode-se mesmo alcançar provas através de evidências, mas há um longo caminho a ser percorrido.
    O que dificulta, nos debates, que se servem deste mote para alicerçar opiniões é que as evidências são claras, para alguns, mas não para os demais. Daí as longas discussões sem proveito.
    Seria interessante analisar com espírito crítico, mas isento, a razão da relatividade com que as evidências se apresentam para alguns e não para todos, mesmo em debates intelectualmente honestos.
    Quem gostaria...?
  • editado March 4
    Não existe a figura da prova para o fato. Provas dizem respeito a dúvidas ou insuficiência de certeza. A prova dos nove na matemática, a prova do alfaiate no corpo do cliente...

    Prova é elemento demandado pela incerteza. é um pós fato que não tem a ver com o dato mas com a incapacidade de sua assimilação, prova de amor, prova de fé. Já evidência diz respeito a promoção do fato como tal.
  • editado March 4
    Estou notando inclusive a ausência de mi mestre do mistoquentismo; o Percival aqui, o que é uma evidência de sua ausência.
  • Senhor escreveu: »
    Estou notando inclusive a ausência de mi mestre do mistoquentismo; o Percival aqui, o que é uma evidência de sua ausência.

    EU NEM lembrava que esse perCCiVILienista existia!!!!!!!! Mas para ser mestrim de ratraíra deve estar de bom tamanho!!!!!!!!

    Quem está fazendo falta é o ccriccria, esse sim, ainda com alguma perspectiva de salvação!!!!!!! ...SE não tiver sido ele um dos que foram pra Europa (agora são QUATRO admitidos, dos CERTAMENTE MILHARES) trazer essa encomeda para cá!!!!!!! Aí não tem mais jeito o ccriccria ser salvo pelO MESTRE!!!!!!!!! TOMAra que NÃO seja isso, ccriccria!!!!!!!! CADÊ tu???????????!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    MUAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA...
  • Senhor escreveu: »
    "Ausência de evidência não é evidência de ausência"
    Essa é uma famosa frase absolutamente questionável. Tome-se uma caixa de sapatos a qual a ausência do sapato evidencia a ausência do sapato!
    Ausência de evidência implica em

    Uma caixa de sapatos vazia É uma evidência, por definição.
    Ausência de evidência seria NUNCA ter visto uma caixa de sapatos com sapatos e concluir daí que caixas COM sapatos não existem.
  • Popper exemplificou istou isto na questão dos cisnes brancos e negros.
  • editado March 5
    Desculpe, meu caro mas Popper é uma "poppagem".
    E a caixa de sapatos nada tem a ver com sapatos, é apenas um exemplo de caixa. Poderia ser a busca de qualquer outra coisa. Um mosquito, uma chave de fenda, uma caneta, etc. talz.

    A questão da evidência é sempre relativa ao que já é definido. Por exemplo, não há como buscar evidência "disto", porque "disto" não significa nada. Oda evidência é evidência de algo já conhecido. Não há como obter evidências, por exemplo, de Deus, sem que haja um.
  • Senhor escreveu: »
    Desculpe, meu caro mas Popper é uma "poppagem".
    É uma opinião.
    E a caixa de sapatos nada tem a ver com sapatos, é apenas um exemplo de caixa. Poderia ser a busca de qualquer outra coisa. Um mosquito, uma chave de fenda, uma caneta, etc. talz.
    E mesmo assim a regra continua valendo, evidência é o que contém sua própria veracidade. Uma caixa de sapatos sem sapatos é evidente, extrapolar isto para outras conclusões é inferência.
    A questão da evidência é sempre relativa ao que já é definido. Por exemplo, não há como buscar evidência "disto", porque "disto" não significa nada. Oda evidência é evidência de algo já conhecido. Não há como obter evidências, por exemplo, de Deus, sem que haja um.
    Como dito acima, a evidência simplesmente É. Conclusões que se tiram a partir dela são outros quinhentos.
    Por isto na Bíblia Deus se apresenta a Moisés como Eu Sou!, a evidência fundamental e uma grande tirada filosófica dos hebreus antigos.
  • editado March 5
    Não entendi nada.
  • editado March 5
    Acauan escreveu: »
    na Bíblia Deus se apresenta a Moisés como Eu Sou!, a evidência fundamental e uma grande tirada filosófica dos hebreus antigos.
    Falácia da Evidência Anedota.

  • editado March 5
    Saudações Dexter (Leva-e-traz)
    Dexter disse:
    Quem está fazendo falta é o ccriccria, esse sim, ainda com alguma perspectiva de salvação!!!!!!! ...SE não tiver sido ele um dos que foram pra Europa (agora são QUATRO admitidos, dos CERTAMENTE MILHARES) trazer essa encomeda para cá!!!!!!! Aí não tem mais jeito o ccriccria ser salvo pelO MESTRE!!!!!!!!! TOMAra que NÃO seja isso, ccriccria!!!!!!!! CADÊ tu???????????!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Também estou sentindo falta dele. O Criaturo sempre faz falta. :)

    O Percival, pode estar com problemas de acesso por causa do Nilo, que encheu... :(

    Outro que tbm senti falta.

    [Fraternos]
  • Senhor escreveu: »
    Acauan escreveu: »
    na Bíblia Deus se apresenta a Moisés como Eu Sou!, a evidência fundamental e uma grande tirada filosófica dos hebreus antigos.
    Falácia da Evidência Anedota.
    Não é não...
    A referência é um exemplo de que o conceito de veracidade intrínseca da evidência foi aplicado pelos autores do Velho Testamento, uma abordagem literária que não tem nada a ver com falácia disto ou aquilo.
  • Não entendi nada, mas ok.
  • Senhor escreveu: »
    (Continuando)

    Ausência de evidência implica sempre en um contexto, há que saber evidência do quê. Assim sendo, ausência de evidência de X implica sim em evidência de ausência de Y(ou de X). Ou seja, "ausência de evidência não é evidência de ausência" se não houver do que, não consiste em nada.
    Então se eu tiro o sapato da caixa e colo nos pés, depois mostro a caixa vazia isso prova que o sapato não existe?
  • Concordo que precisa se dizer sobre o que se está falando e em que contexto.
    Não existem círculos quadrados, e, pra esta afirmação não cabe dizer que a ausência de evidência não é evidência de ausência.

    Se o que está em questão é Deus, então é preciso deixar claro o que se quer dizer com "Deus
  • NadaSei escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    (Continuando)

    Ausência de evidência implica sempre en um contexto, há que saber evidência do quê. Assim sendo, ausência de evidência de X implica sim em evidência de ausência de Y(ou de X). Ou seja, "ausência de evidência não é evidência de ausência" se não houver do que, não consiste em nada.
    Então se eu tiro o sapato da caixa e colo nos pés, depois mostro a caixa vazia isso prova que o sapato não existe?
    A evidência é relativa a ausência de um sapato dentro da caixa.
  • Judas escreveu: »
    Concordo que precisa se dizer sobre o que se está falando e em que contexto.
    Não existem círculos quadrados, e, pra esta afirmação não cabe dizer que a ausência de evidência não é evidência de ausência.

    Se o que está em questão é Deus, então é preciso deixar claro o que se quer dizer com "Deus
    Você parece ter compreendido o espírito da coisa.

  • editado March 7
    O princípio da falta de evidência não provar nada é autoexplicativo.
    Não se pode dizer que determinado objeto ou fenômeno não existe exclusivamente porque nunca foi observado.
    Se houver teorias que sustentem a impossibilidade de tal objeto ou fenômeno existir, aí são outros quinhentos, mas a falta de evidência, por si só não é determinante de conclusão.
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.