O pessoal da ATEA é de esquerda?

editado March 10 em Religião é veneno
Achei esse vídeo no site deles e não pude deixar de notar alguns pontos comuns com o discurso esquerdista:


Alguém sabe se o pessoal da ATEA é de esquerda?
«134

Comentários

  • NadaSei escreveu: »
    Achei esse vídeo no site deles e não pude deixar de notar alguns pontos comuns com o discurso esquerdista:


    Alguém sabe se o pessoal da ATEA é de esquerda?

    Mas,é claro que é, e de esquerdona. Até as pedras sabem disso. Qualé, você é igual a marido traído, o último a saber?
  • Nunca gostei de lá.
  • Óbvio. Não existe outra razão para ser ativista ateu se não para solapar a esperança alheia através da fé.
  • editado March 10
    Mas o pior é o vitimismo ridículo como se nós estivéssemos em 1780, como se as ditaduras comunistas ateias não tivessem existido, ou mesmo como se até os massacres anti-religiosos da revolução francesa não tivessem existido, como se o genocidio da Vendeia não tivessem existido, como se os massacres de 25% do clero espanhol (50% na zona "republicana") na tentativa de revolução de esquerda na Espanha da década de 1930 não tivessem existido. E como se gente contínua e ininterruptamente com mais riqueza e mais possibilidades de ter educação fossem vítimas. (No caso dos judeus eles passam algumas consideraveis temporadas até com menos riquezas do que os outros).
  • Infelizmente a maioria dos ateus está mais pro lado do Claudio, é meio que um pacote fechado.
    Naturebas do aquecimento global, pró socialismo, anti capitalistas e crentes em bobagens mais absurdas do que religiões comuns.
    O católico não praticante e o ateu "não praticante" podem se equivaler. Não enchem o saco de ninguém e são mais de senso comum, para o bem e para o mal.
    Ateus praticantes (como os da ATEA) são os equivalentes a cristãos frequentadores dos cultos do Valdomiro e Edir Macedo, cada um ridículo ao seu modo.
  • Judas escreveu: »
    Infelizmente a maioria dos ateus está mais pro lado do Claudio, é meio que um pacote fechado.
    Naturebas do aquecimento global, pró socialismo, anti capitalistas e crentes em bobagens mais absurdas do que religiões comuns.
    O católico não praticante e o ateu "não praticante" podem se equivaler. Não enchem o saco de ninguém e são mais de senso comum, para o bem e para o mal.
    Ateus praticantes (como os da ATEA) são os equivalentes a cristãos frequentadores dos cultos do Valdomiro e Edir Macedo, cada um ridículo ao seu modo.
    Não é a maioria dos ateus, mas sim os ateus vindos das faculdades da parte não prática das humanas, isto é filosofia acadêmica, sociologia, história, geografia humana (ao contrário da parte de geologia, astronomia, cartografia e biologia da geografia), antropologia, politicologia e os acadêmicos e alunos das ditas faculdades de artes e um pouco os de letras, agora os ateus de vem das faculdades de exatas, a maioria dos que vem das de biologia (exceto quando ligados à "ecologia" politica) a maioria das que vem de faculdades de administração ou contabilidade práticas ou mesmo publicidade na maioria quando ateus, são ateus de direita, tanto que este fórum aqui tendeu naturalmente para a direita com a liberdade de expressão.
  • LaraAS escreveu: »
    Mas,é claro que é, e de esquerdona. Até as pedras sabem disso. Qualé, você é igual a marido traído, o último a saber?
    :D
    Eu nunca fui muito informado sobre a ATEA. Eu sempre achei o Sottomaior muito queima filme então nunca me interessei pela ATEA.
    Ele escreve coisas estupidas como esse trecho de um artigo dele:
    DÍZIMO OBRIGATÓRIO

    Poucas pessoas se dão conta, mas no Brasil, o dízimo é obrigatório. A Constituição Federal estabelece que igrejas e templos de qualquer culto têm imunidade tributária – isto é, não pagam impostos. É como se o governo concedesse um subsídio às entidades religiosas no valor integral dos impostos que elas devem ao fisco: quanto mais impostos a pagar, mais elas recebem. E esse dinheiro, é claro, sai do seu bolso.(...)

    Devido a isso nunca dei muita atenção pra esse pessoal. Só fui saber que são de esquerda porque cliquei no vídeo e vi que o discurso segue as mesma pautas identitárias.
  • Judas escreveu: »
    Infelizmente a maioria dos ateus está mais pro lado do Claudio, é meio que um pacote fechado.
    Naturebas do aquecimento global, pró socialismo, anti capitalistas e crentes em bobagens mais absurdas do que religiões comuns.
    O católico não praticante e o ateu "não praticante" podem se equivaler. Não enchem o saco de ninguém e são mais de senso comum, para o bem e para o mal.
    Ateus praticantes (como os da ATEA) são os equivalentes a cristãos frequentadores dos cultos do Valdomiro e Edir Macedo, cada um ridículo ao seu modo.
    O caso dele é ironia pura pra a historia desse espaço.
  • LaraAS escreveu: »
    Judas escreveu: »
    Infelizmente a maioria dos ateus está mais pro lado do Claudio, é meio que um pacote fechado.
    Naturebas do aquecimento global, pró socialismo, anti capitalistas e crentes em bobagens mais absurdas do que religiões comuns.
    O católico não praticante e o ateu "não praticante" podem se equivaler. Não enchem o saco de ninguém e são mais de senso comum, para o bem e para o mal.
    Ateus praticantes (como os da ATEA) são os equivalentes a cristãos frequentadores dos cultos do Valdomiro e Edir Macedo, cada um ridículo ao seu modo.
    Não é a maioria dos ateus, mas sim os ateus vindos das faculdades da parte não prática das humanas, isto é filosofia acadêmica, sociologia, história, geografia humana (ao contrário da parte de geologia, astronomia, cartografia e biologia da geografia), antropologia, politicologia e os acadêmicos e alunos das ditas faculdades de artes e um pouco os de letras, agora os ateus de vem das faculdades de exatas, a maioria dos que vem das de biologia (exceto quando ligados à "ecologia" politica) a maioria das que vem de faculdades de administração ou contabilidade práticas ou mesmo publicidade na maioria quando ateus, são ateus de direita, tanto que este fórum aqui tendeu naturalmente para a direita com a liberdade de expressão.

    Eu também não acho que é a maior parte, mas existem muitos.
    Me lembro que uma das teclas na qual eu batia no antigo RV é que muitos ateus são crentes, só adotaram uma religião diferente.
    O ceticismo independe de você ser ateu ou teísta.

    Acabou que o próprio RV provou essa minha afirmação.
  • editado March 10
    NadaSei escreveu: »
    O ceticismo independe de você ser ateu ou teísta
    Bom eu tô pra entender como que o que define o cético, que é o questionamento, pode ser a mesma coisa que define o teista ou tenista ou paneteista ou deista ou panteista ou desista, que é o crer. É capais que ser e eu tô aqui babano e de boca aberta enquanto digito essa bubiça.

  • Senhor escreveu: »
    NadaSei escreveu: »
    O ceticismo independe de você ser ateu ou teísta
    Bom eu tô pra entender como que o que define o cético, que é o questionamento, pode ser a mesma coisa que define o teista ou tenista ou paneteista ou deista ou panteista ou desista, que é o crer. É capais que ser e eu tô aqui babano e de boca aberta enquanto digito essa bubiça.
    Um agnóstico teísta não pode continuar sendo cético?
  • NadaSei escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    NadaSei escreveu: »
    O ceticismo independe de você ser ateu ou teísta
    Bom eu tô pra entender como que o que define o cético, que é o questionamento, pode ser a mesma coisa que define o teista ou tenista ou paneteista ou deista ou panteista ou desista, que é o crer. É capais que ser e eu tô aqui babano e de boca aberta enquanto digito essa bubiça.
    Um agnóstico teísta não pode continuar sendo cético?
    Agnosticismo e teismo são respectivamente opinião e crença em algo sobrenatural.

  • editado March 11
    Ceticismo é questionamento em ambos casos. Ceticismo é o oposto de sequer cogitar possibilidades quanto mais crenças pura e simplesmente.
  • editado March 11
    Senhor escreveu: »
    NadaSei escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    NadaSei escreveu: »
    O ceticismo independe de você ser ateu ou teísta
    Bom eu tô pra entender como que o que define o cético, que é o questionamento, pode ser a mesma coisa que define o teista ou tenista ou paneteista ou deista ou panteista ou desista, que é o crer. É capais que ser e eu tô aqui babano e de boca aberta enquanto digito essa bubiça.
    Um agnóstico teísta não pode continuar sendo cético?
    Agnosticismo e teismo são respectivamente opinião e crença em algo sobrenatural.

    O agnosticismo é a compreensão de que se Deus existe não é possível nem prova-lo para terceiros, nem saber por si próprio se um ente é realmente Deus. Caso Deus apareça para uma pessoa, como saber se é realmente um Deus e não uma raça ultra avançada de alienígenas fingindo ser Deus para humanos inferiores?

    É esse entendimento que faz de alguém um agnóstico, mas o agnóstico continua sendo obrigado a dizer que é um ateu ou um teísta e isso novamente não depende meramente de crença.

    Entendendo isso dai entra a discussão sobre definir Deus. Esse é o problema do ignosticismo.
    Ignosticismo ou igteísmo é uma posição teológica, a partir da qual todas as outras posições teológicas, incluindo o agnosticismo, presumem demais sobre o conceito de Deus, sua existência e outros conceitos teológicos.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Ignosticismo.

    Para cada definição de Deus pode existir resposta e se perguntado se acredita em Deus um ignóstico diria que tudo depende do que você considera Deus.
    Esse é o caso do agnóstico teísta Jordan Peterson, que nunca consegue responder se acredita ou não em Deus e sempre pergunta como a pessoa define Deus.

    Existem muitas definições de Deus e muitos aspectos da nossa realidade que permitem a um agnóstico ser um teísta e continuar sendo um cético.
  • Tecnicamente, agnosticismo tem o mesmo prefixo "a" que forma o conceito "ateismo" que significa "sem deus", portanto, 'agnosticismo" é "sem crença(gnosticismo).
  • editado March 11
    Senhor escreveu: »
    Tecnicamente, agnosticismo tem o mesmo prefixo "a" que forma o conceito "ateismo" que significa "sem deus", portanto, 'agnosticismo" é "sem crença(gnosticismo).
    Mas eles se referem a ausência de crença em coisas distintas. Um na ausência de crença em Deus e o outro na capacidade de saber se Deus existe ou não.

    Ateísmo nada mais é que a ausência de crença na existência de Deus.
    Agnosticismo é a ausência na crença de que a razão humana é capaz de determinar que uma divindade existe ou que uma divindade não existe.

    Não existe portanto obrigatoriedade do agnóstico ser ateu, nem incompatibilidade com o ceticismo no caso dele ser um teísta.
  • O vídeo é horrível, mas não é necessariamente esquerdista.
    Como a Esquerda sequestrou a pauta Minorias, a associação é imediata, mas neste caso é só amadorismo da ATEA que não tem a mais mínima ideia de como se comunicar com o grande público.
  • editado March 11
    Judas escreveu: »
    Infelizmente a maioria dos ateus está mais pro lado do Claudio, é meio que um pacote fechado.
    O pacote fechado é o Ateu Materialista Dialético, mas não acho que seja o caso do Claudio.
    Ele e outros que passaram por aqui se enquadram em uma categoria bem mais grave, que na falta de classificação melhor vou chamar de Crenças Substitutas.
    Gostemos ou não, G. K. Chesterton teria bons motivos prá rir da nossa cara pelos destinos do Claudio, Gilga, Alfredo e outros que realmente deixaram de acreditar em Deus e passaram a acreditar em qualquer coisa.
    E sempre qualquer coisa muito pior.
    Claudio, por exemplo, não é um materialista dialético. Embora as competências intelectuais dele sejam evidentes, suas crenças ideológicas se fundamentam em um nível tão primário que dentre as várias seitas Marxistas disponíveis ele se converteu e filiou à versão política do que Valdemiro Santiago é no mundo evangélico.
    Outros exemplos bandearam para escolhas de vida tão desesperadas quanto, o que serve de alerta prá todos nós.
  • Acauan escreveu: »
    O vídeo é horrível, mas não é necessariamente esquerdista.
    Como a Esquerda sequestrou a pauta Minorias, a associação é imediata, mas neste caso é só amadorismo da ATEA que não tem a mais mínima ideia de como se comunicar com o grande público.
    Só esquerdistas podem "esquecer" as grandes ditaduras ateias esquerdistas do século XX e se vitimizarem assim.


  • editado March 11
    NadaSei escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    NadaSei escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    NadaSei escreveu: »
    O ceticismo independe de você ser ateu ou teísta
    Bom eu tô pra entender como que o que define o cético, que é o questionamento, pode ser a mesma coisa que define o teista ou tenista ou paneteista ou deista ou panteista ou desista, que é o crer. É capais que ser e eu tô aqui babano e de boca aberta enquanto digito essa bubiça.
    Um agnóstico teísta não pode continuar sendo cético?
    Agnosticismo e teismo são respectivamente opinião e crença em algo sobrenatural.

    O agnosticismo é a compreensão de que se Deus existe não é possível nem prova-lo para terceiros, nem saber por si próprio se um ente é realmente Deus. Caso Deus apareça para uma pessoa, como saber se é realmente um Deus e não uma raça ultra avançada de alienígenas fingindo ser Deus para humanos inferiores?
    eu escreveu:
    A=sem. Simples assim.

    A>>>>>>>>GNOSTICISMO simplesmente, sem tirar nem por, é estritamente ser "a parte" do gnosticismo. O que está pegando parece ser a compreensão do significado desse ser " a parte" de algo". A sugestão de que "a parte de" em "agnosticismo" seja incapacidade de dizer se deus existe ou não etc. ... é completamente alheia de "a parte de". É simplesmente arbitrário afirmar isso.



    É esse entendimento que faz de alguém um agnóstico, mas o agnóstico continua sendo obrigado a dizer que é um ateu ou um teísta e isso novamente não depende meramente de crença.
    Não continua, nem sequer essa "obrigação" é implícita desde "estar a parte de". Veja, estão imputando ao agnóstico uma demanda que não é dele.


    Entendendo isso dai entra a discussão sobre definir Deus. Esse é o problema do ignosticismo.
    Não, esse é um "problema" do semanticismo.

    Existem muitas definições de Deus e muitos aspectos da nossa realidade que permitem a um agnóstico ser um teísta e continuar sendo um cético.

    Não podem haver tais definições de Deus para o cético pois para tal elas antes precisam ser justificadas. Em suma, o cético tem uma posição contra o dogmatismo.
  • editado March 11
    Agora o que não te contaram é que é possível sim saber se Deus existe ou não bastando para isso, investigar.
  • LaraAS escreveu: »
    Acauan escreveu: »
    O vídeo é horrível, mas não é necessariamente esquerdista.
    Como a Esquerda sequestrou a pauta Minorias, a associação é imediata, mas neste caso é só amadorismo da ATEA que não tem a mais mínima ideia de como se comunicar com o grande público.
    Só esquerdistas podem "esquecer" as grandes ditaduras ateias esquerdistas do século XX e se vitimizarem assim.

    Isso sem falar, que a auto-vitimização sem noção de responsabilidade é em si uma coisa mais incentiva pela esquerda do que pela direita.
  • editado March 11
    Voltando a ATEA, nunca dei muita atenção praquilo.
    Lembro da campanha dos cartazes nos ônibus com fotos de Hitler e Charles Chaplin com legendas acreditava/ não acreditava em Deus.
    Da polêmica resultante quando resolveram cobrar uma espécie de dízimo ateu para sustentar a Associação e a campanha.
    E de uma pregação vegetarianista ou veganista que me motivava muito a ir prá churrascaria.
    Prá que serviu?
    Provavelmente prá nada.
    Uma característica do RéV é que sempre nos recusamos a ser um canal de proselitismo ateu.
    Defendemos sempre o direito à liberdade de pensamento e crença, inclusive de crença nenhuma, mas nunca foi expressivo aqui o discurso comum em outros espaços que tenta imputar algum tipo de superiodade à opção ateísta em relação à religiosa.
    Também não lembro de muita gente, prá não falar de praticamente ninguém, chorando as pitangas por ter sido discriminado por conta de não ter religião (O participante Res Cogitans relatou uma experiência dramática, mas foi o único que me lembro).
    Certa vez eu admiti que enchia mais o saco dos crentes na Internet do que eles o meu.
    Prá mim, se tem gente interessada em fazer marketing corporativista ateu, seria mais bem sucedido se distribuisse cestas básicas prá quem precisa.
  • Acauan escreveu: »
    Voltando a ATEA, nunca dei muita atenção praquilo.
    Lembro da campanha dos cartazes nos ônibus com fotos de Hitler e Charles Chaplin com legendas acreditava/ não acreditava em Deus.
    Da polêmica resultante quando resolveram cobrar uma espécie de dízimo ateu para sustentar a Associação e a campanha.
    E de uma pregação vegetarianista ou veganista que me motivava muito a ir prá churrascaria.
    Prá que serviu?
    Provavelmente prá nada.
    Uma característica do RéV é que sempre nos recusamos a ser um canal de proselitismo ateu.
    Defendemos sempre o direito à liberdade de pensamento e crença, inclusive de crença nenhuma, mas nunca foi expressivo aqui o discurso comum em outros espaços que tenta imputar algum tipo de superiodade à opção ateísta em relação à religiosa.
    Também não lembro de muita gente, prá não falar de praticamente ninguém, chorando as pitangas por ter sido discriminado por conta de não ter religião (O participante Res Cogitans relatou uma experiência dramática, mas foi o único que me lembro).
    Certa vez eu admiti que enchia mais o saco dos crentes na Internet do que eles o meu.
    Prá mim, se tem gente interessada em fazer marketing corporativista ateu, seria mais bem sucedido se distribuisse cestas básicas prá quem precisa.
    Taí, vegetarianismo hoje é coisa mais de esquerda do que de direita e vegetarianismo "político" então é 99% de esquerda, se não 100%. (Ironicamente, se é que se está falando de Hitler que eu saiba ele era vegetariano).
  • LaraAS escreveu: »
    Taí, vegetarianismo hoje é coisa mais de esquerda do que de direita e vegetarianismo "político" então é 99% de esquerda, se não 100%. (Ironicamente, se é que se está falando de Hitler que eu saiba ele era vegetariano).

    Hitler era vegetariano, além de não fumar e não beber.
    Mas vegetarianismo tem várias vertentes, como a Adventista do Sétimo Dia, que ironicamente parece estar mais próximo ideologicamente do praticado pela ATEA do que o vegetarianismo político.

  • A ATEA foi a segunda tentativa de formar uma congregação ateísta, a primeira foi a STR, ambas fracassaram pelo mesmo motivo, o ateísmo é só um posicionamento, não constitui uma ideologia, nem sequer um conjunto mínimo de princípios básicos suficientes pra reger comportamentos ou opiniões, dá pra juntar ateus de forma eventual em nome de alguma causa comum, tipo protestar contra a isenção de impostos de igrejas, e só, não dá pra formar uma associação de pessoas que discordam em tudo, exceto descrer de deus.

    Abraços,
  • Senhor escreveu: »
    Agora o que não te contaram é que é possível sim saber se Deus existe ou não bastando para isso, investigar.
    Não é possível saber que Deus não existe porque seria no minimo necessário procurar em todo o universo físico, do macro ao micro, para então afirmar que ele realmente não existe em nenhum lugar.

    Não é possível saber Que Deus existe, porque se você encontra-lo não teria como saber se ele é realmente Deus e não outra coisa. Para poder saber que é mesmo Deus precisaria ser onisciente, precisaria ser o próprio Deus.
  • Spider escreveu: »
    A ATEA foi a segunda tentativa de formar uma congregação ateísta, a primeira foi a STR, ambas fracassaram pelo mesmo motivo, o ateísmo é só um posicionamento, não constitui uma ideologia, nem sequer um conjunto mínimo de princípios básicos suficientes pra reger comportamentos ou opiniões, dá pra juntar ateus de forma eventual em nome de alguma causa comum, tipo protestar contra a isenção de impostos de igrejas, e só, não dá pra formar uma associação de pessoas que discordam em tudo, exceto descrer de deus.

    Abraços,

    Pois é, a tentativa de formar uma militância ateísta meio que torna necessário a criação de uma ideologia comum para aglutinar a militância. Dai que é mais fácil criar uma militância pra qualquer outra causa ou ver uma militância ateísta não ser somente ateísta mas aderir a outros ismos como o esquerdismo.
  • editado March 11
    NadaSei escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    Agora o que não te contaram é que é possível sim saber se Deus existe ou não bastando para isso, investigar.
    Não é possível saber que Deus não existe porque seria no minimo necessário procurar em todo o universo físico, do macro ao micro, para então afirmar que ele realmente não existe em nenhum lugar.

    Não é possível saber Que Deus existe, porque se você encontra-lo não teria como saber se ele é realmente Deus e não outra coisa. Para poder saber que é mesmo Deus precisaria ser onisciente, precisaria ser o próprio Deus.

    Nad disso, para saber se Deus existe basta simplesmente detectá-lo.
  • Senhor escreveu: »
    NadaSei escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    Agora o que não te contaram é que é possível sim saber se Deus existe ou não bastando para isso, investigar.
    Não é possível saber que Deus não existe porque seria no minimo necessário procurar em todo o universo físico, do macro ao micro, para então afirmar que ele realmente não existe em nenhum lugar.

    Não é possível saber Que Deus existe, porque se você encontra-lo não teria como saber se ele é realmente Deus e não outra coisa. Para poder saber que é mesmo Deus precisaria ser onisciente, precisaria ser o próprio Deus.

    Nad disso, para saber se Deus existe basta simplesmente detectá-lo.
    E como você "detecta" um Deus? Da um exemplo ai do que seria a detecção de um Deus.
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.