Bolsonaro

editado March 22 em Religião é veneno
Como vêm o governo deste senhor nesta crise(especificamente Bolsonaro)?

Há chance dele ser afastado?

«1

Comentários

  • editado March 22
    O Brasil com o Bolsonaro é um país que antes de mais nada está livre* da corrupção. Isso sem entrar no merito da governança dele.

    *Leia-se com "livre da corrupção" ao menos uma corrupção não tendo o mesmo protagonismo que chegou a ter até então, o que já é algo ótimo.
  • Saudações Pug ll

    Sobre o novo Coronavírus. Ele começa a tomar providências. Estou mais otimista.

    [Fraternos]
  • editado March 22
    As informações que por vezes passam na TV (portuguesa, francesa...)dizem que anulou as decisões dos governadores federais. Desautoriza as acções dos próprios ministros.
    Entre outras coisas de brandar aos céus.

  • editado March 23
    PugII escreveu: »
    As informações que por vezes passam na TV (portuguesa, francesa...)dizem que anulou as decisões dos governadores federais. Desautoriza as acções dos próprios ministros.
    Entre outras coisas de brandar aos céus.
    Os governadores passaram a agir sozinhos, sem autorização da ANAC e nenhuma agencia responsável por fazer as coisas que os governadores estão querendo fazer.

    Um governador unilateralmente fechar estradas pode, por exemplo, impedir que os tanques de oxigênio medicinal saiam da fabrica e cheguem aos hospitais.

    Não foi o Bolsonaro quem "anulou" decisões dos governadores, foram os governadores quem saíram fazendo coisas que eles não podem fazer e que podem agravar a crise pois estão sendo feitas sem autorização do governo federal, sem ordem do ministério da saúde e sem a participação das agencias responsáveis por tomar esse tipo de decisão.

    Quanto a desautorizar ministros isso não ocorreu, o que aconteceu foi ele pedir para as pessoas ficarem em casa e cancelarem as manifestações como recomendou o ministério da saúde, mas no fim o próprio Bolsonaro saiu do palácio do planalto e foi cumprimentar os manifestantes que estavam na frente do palácio.

    O Bolsonaro tem feito declarações para as pessoas se manterem calmas e evitarem panico e histeria, isso por vezes devido a falta de sutileza dele acaba soando como banalização da pandemia como se fosse "só uma gripezinha".

    Mas o ministro da Saúde parece competente.

    Eu na verdade duvido da capacidade do Brasil se sair bem nessa crise, mas porque não acredito no SUS do ponto de vista estrutural.
    Não faria diferença se fosse o PT no comando, o PMDB do Temer ou o Bolsonaro.
    O problema é estrutural e não simplesmente governamental.

    Em todo caso a natureza no favorece. Somos uma nação tropical e jovem. Isso talvez nos impeça de viver uma situação como a dos italianos, mas é cedo para dizer.
    Estamos na tal da "calmaria" que precede a "tempestade".

    Esse tipo de pandemia se da em ondas e de modo exponencial, vamos olhar e achar que está tudo bem, mas quando percebermos finalmente os efeitos a coisa vai estar enorme.

    Como estão as coisas por ai Pug?
  • editado March 23
    NadaSei, o Bolsonaro tem criticado os governadores não só pelo fechamento de fronteiras, mas também pelas medidas drásticas de interrupção de serviços não essenciais, chamando-os de "exterminadores de empregos". Bolsonaro está ignorando a experiência da China e da Coreia do Sul de que o lockdown generalizado funciona sim para alterar a curva exponencial de contágio. A Itália começou o lockdown generalizado tarde demais e está pagando o preço disso agora. Não é só a Itália que está sofrendo muito. O Irã tem população relativamente jovem e o número de mortos pela pandemia lá é um terço do da Itália. O Equador é um país equatorial de população relativamente pequena e já tem cerca da metade do número de infectados do Brasil. E, o Brasil, então... Está dobrando o número de casos a cada dois dias. Quase nada corrobora a visão "otimista" de Bolsonaro.
  • A mídia também é responsável por um pânico exagerado.
  • Prefeitos estavam contratando segurança privada para barrar a entrada nos municípios. Pergunto se eles serão ou não afastados do cargo.
  • Huxley escreveu: »
    O Equador é um país equatorial

    Verdade.
  • NadaSei escreveu: »
    Como estão as coisas por ai Pug?
    Governo também pensou na economia, atrasando estupidamente lidar com o problema.
    Porém, o número de casos é agora inferior ao previsto ( não confirmei por mim ainda).
    Estou muito curioso para saber se o número atingirá os 2000 na próxima comunicação ao país.
    E especialmente interessado em ver o número de casos em cuidados intensivos ( ronda os 50).

    O lado bom de tudo, mesmo se o governo pensou na economia, foi mais rápido do que outros governos europeus a agir.
    Inclusive, houve movimento da população para antecipar por horas, dias a decisão de fechar escolas, etc.
    Não obstante no geral ser positivo, uma parte da população ainda se mostra irresponsável, mas desde de ontem é crime quebrar o confinamento ( tardio).
    Se vier a ocorrer um grande número de casos a necessitar de cuidados intensivos, estaremos em maus lençóis.
    A capacidade do sistema nacional de saúde, tem diminuído por efeito ideológico. Agora, arriscamos a pagar o preço dessas más decisões calamitosas para a saúde pública. Pois, os privados não cuidam do bem geral, nem têm política para tal.
    Os dados que tenho é não haver capacidade para tratar em larguíssima escala. Oxalá, a subida exponencial fraqueje.
    E ainda, estamos a aumentar a capacidade de atendimento, o que se espera poder mitigar também a debilidade da capacidade de tratamento em massa.
    ----






  • Ah, perto da minha residência tem obras, isto deixa-me espantado e duvidoso acerca da realidade no resto do país.
    Tudo para, mas estas obras ( não urgentes) não pararam.
  • Aqui no Brasil, motoristas de aplicativo e taxistas comuns estão começando a passar fome. Muitos já desistiram porque o pouco que arrecadam por dia é muito menor que as despesas.

    O meio artístico, que geralmente vive dos espetáculos e não tem poupança, está preocupado.
    Bares, restaurantes e muitos pequenos negócios vão fechar e talvez não reabram depois. Muitos ficarão desempregados.

    Em Portugal, uma conhecida está precisando de um medicamento de uso contínuo que requer receita médica, mas o médico sumiu. Ela está tentando encontrar outro, mas está difícil.
  • editado March 23
    Fernando,
    Há possibilidade de receita por SMS, etc.
    Contactar o portal sns24 por e-mail é uma boa opção, pois têm que responder.

    Nós contactamos com médica de família com facilidade. Aliás, no passado fui contactado...
    E nesta semana, minha esposa recebeu chamada para alterar data da consulta. Mas, apesar de não ir ser recebida, fez os exames inadiáveis no hospital, tendo os resultados dado origem á desmarcação por estar tudo bem.
    Posteriormente, fui na farmácia na posse do SMS buscar o medicamento.
    Aderir à receita electrónica facilita a vida nestes casos...


    Seja como for, sua amiga tem meio de obter o que busca, precisa contactar com o serviço de saúde à distância.
  • https://www.sns24.gov.pt/
    O sistema é muito bom.
  • Saudações Huxley

    Sobre a inabilidade (bronco), em usar uma simples màscara... A cirúrgica deu um banho nele...rs

    Por isso em outro pronunciamento devem ter achado melhor trocar pela N95. Hahaha.

    Tadinho... Isso é normal. Até nós da área da saúde as vezes nos atrapalhamos tbm.

    Uma coisa é certa... Ele parou de achar que não pega a Covid-19. Isso já é um avanço.
    Sinceramente... Espero que com essas briguinhas do executivo quem venha a softer seja o povo. Como sempre.


    [Fraternos]
  • editado March 24
    PugII escreveu: »
    Fernando,
    Há possibilidade de receita por SMS, etc.
    Contactar o portal sns24 por e-mail é uma boa opção, pois têm que responder.

    Nós contactamos com médica de família com facilidade. Aliás, no passado fui contactado...
    E nesta semana, minha esposa recebeu chamada para alterar data da consulta. Mas, apesar de não ir ser recebida, fez os exames inadiáveis no hospital, tendo os resultados dado origem á desmarcação por estar tudo bem.
    Posteriormente, fui na farmácia na posse do SMS buscar o medicamento.
    Aderir à receita electrónica facilita a vida nestes casos...
    Seja como for, sua amiga tem meio de obter o que busca, precisa contactar com o serviço de saúde à distância.
    Obrigado. Passarei a informação a ela.
  • PugII escreveu: »
    Fernando,
    Há possibilidade de receita por SMS, etc.
    Contactar o portal sns24 por e-mail é uma boa opção, pois têm que responder.

    Nós contactamos com médica de família com facilidade. Aliás, no passado fui contactado...
    E nesta semana, minha esposa recebeu chamada para alterar data da consulta. Mas, apesar de não ir ser recebida, fez os exames inadiáveis no hospital, tendo os resultados dado origem á desmarcação por estar tudo bem.
    Posteriormente, fui na farmácia na posse do SMS buscar o medicamento.
    Aderir à receita electrónica facilita a vida nestes casos...

    Escutei relatos de problemas com esse serviço de uma moça de portugal.

  • Bolsonaro agora já é um cadaver politico.
  • Ele foi uma calamidade para o Brasil.
    Todavia, já se pôde verificar, o Brasil tem instituições fortes e capazes.

    O efeito da pandemia ainda está por averiguar, mas pelo menos Brasil já deu sinal de futuro.
  • Ele não foi uma calamidade.
    Ele montou um bom ministério nas áreas mais relevantes

    Agora não está conseguindo se comunicar com uma população apavorada com as imagens que estamos vendo na Itália. Os adversários se aproveitam da situação – e isso faz parte do jogo – e penso que nada mais voltará ao normal enquanto o congresso não o retirar do poder.

    Essa é a vantagem do regime parlamentarista. As coisas podem mudar mais rapidamente.
  • ENCOSTO escreveu: »
    Ele não foi uma calamidade.
    Ele montou um bom ministério nas áreas mais relevantes


    Justamente, nunca esperei ele como um bom articulador...

  • ENCOSTO escreveu: »
    Ele não foi uma calamidade.
    Ele montou um bom ministério nas áreas mais relevantes

    Agora não está conseguindo se comunicar com uma população apavorada com as imagens que estamos vendo na Itália. Os adversários se aproveitam da situação – e isso faz parte do jogo – e penso que nada mais voltará ao normal enquanto o congresso não o retirar do poder.

    Essa é a vantagem do regime parlamentarista. As coisas podem mudar mais rapidamente.

    Engraçado ver a sua defesa do Messias.

    Sim, seja isso se o deixa mais tranquila
  • PugII escreveu: »
    ENCOSTO escreveu: »
    Ele não foi uma calamidade.
    Ele montou um bom ministério nas áreas mais relevantes

    Agora não está conseguindo se comunicar com uma população apavorada com as imagens que estamos vendo na Itália. Os adversários se aproveitam da situação – e isso faz parte do jogo – e penso que nada mais voltará ao normal enquanto o congresso não o retirar do poder.

    Essa é a vantagem do regime parlamentarista. As coisas podem mudar mais rapidamente.

    Engraçado ver a sua defesa do Messias.

    Sim, seja isso se o deixa mais tranquila

    Você ai num país que todo mundo entrava e saia sem fiscalização querendo falar algo me parece o sujo falando do mal lavado.

    Sua máscara caiu, Ricardinho.
  • Não muda a sua atitude, Ricardo.
  • JB, com outras palavras, pregou o lock-up, quarentena vertical. E o fez baseado em informações científicas, que caracterizam o vírus como de baixa letalidade mas grande poder de contágio.
    Elevação no número de casos não significa, na mesma proporção, letalidade, pois o vírus é seletivo em relação ás suas vítimas. Sim, há exceções, mas muito pequenas diante do quadro geral.
    A questão se resume no seguinte: quarentena para os do grupo de risco, cuidados profiláticos, prudência, evitar qualquer tipo de aglomeração e isto vai resultar no achatamento da curva. Mas, quem não puder ficar em casa por razões profissionais ou seja, não trabalha não come; perder o emprego, não é opção.
    Observem, mesmo entre nós, quem prega isolamento radical, tem seu emprego garantido e sua dispensa abastecida por vários meses. Mas os outros, quando a fome bater, açulados por oportunistas, ficarão violentos e aí saberemos o que é o caos.
    Resumindo, o grupo de risco fica em casa,sim e cercado dos cuidados necessários para não contaminarem e não serem contaminados. Quem realmente tiver que procurar hospitais, e neste caso não serão tantos, o faça.
    Vamos imaginar um cenário bem desfavorável: imaginemos uma escola de ensino médio em que muitos estão contaminados, mas não temos representantes, ali, dos grupos de risco; aidéticos, diabéticos, asmáticos, drogaditos. Nesta situação não haverá casos com demanda de hospitaís... achatamento da curva.
    Mas os contaminados e todos os demais quando retornam a seus lares tomarão os cuidados profiláticos de praxe: álcool gel, banho, e vestuário para assepsia.
    Em vez de uma escola, imaginemos um ambiente de trabalho seguindo as mesmas medidas preventivas. Tudo ficará bem e ninguém perde seu emprego... a economia agradece.

    Mas há um porém: como um trabalhador se deslocará até seu emprego sem usar o transporte coletivo? Sabemos que há grande risco de contágio ali.
    É onde entram as forças de segurança e as medidas legais dispostas pelo governo.
    As empresas higienizarão corretamente os veículos, passageiros e motorista, com máscaras, janelas abertas, etc.
    Outra vez, a economia agradece.

    Quando a crise se instalou claramente, fui a favor do isolamento social. Depois, alguém mencionou a situação dos que perderiam empregos e os da informalidade que se veriam em apuros... ninguém nas ruas, ninguém comprando, limpando, vigiando, etc
    Mudei de opinião.
    Agora talvez entendam que Bolsonaro, pelo menos desta vez, enxergou mais longe que a maioria de nós.


  • Defender a posição de Bolsonaro é no mínimo imoral.
    Se ele está politicamente morto, tanto melhor. Nada de ressuscitar um homem hediondo, que leva o povo brasileiro para o buraco.
    ...
    Empresários menosprezando a vida das pessoas, sinal...
    ....

    O método de quarentena parcial não funcionaria.
    Brasil terá meios para atender em massa?
    Duvido, Oxalá eu esteja errado.

    ...
    Vejam Reino Unido, governado por outro com ideias contrárias ao aconselhado pela OMS.

    Querem dar bitaites, saibam que isso tem consequências.
  • PugII escreveu: »


    Querem dar bitaites, saibam que isso tem consequências.

    Ricardo olha teu rabo, macaco. Portugal está no barco afundando com boa parte da europa por causa desse vírus. Moral NENHUMA tu tens.

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.