Palavras incríveis

Palavras ou termos incríveis que nasceram como neologismos e se tornaram sucessos meméticos.


Menosprezo - neologismo que juntou dois termos diversos, menos, e prezo - tecnicamente um outro neologismo - para dar azo a uma idéia possivelmente completamente nova no lugar e hora certos.

Boquiaberto - esse termo ainda é mais fantástico. Dos mais incríveis de todos. Parece ter sido formado do que bem poderia ser propriamente, uma onomatopéia visual, a captura da expressão de uma boca aberta, num contexto único de embasbacamento diante de uma cena.
«1

Comentários

  • editado June 25
    Se pode dizer que uma medida prática do sucesso memetico de um termo, ainda mais formidável que seu uso massivo é o quanto é adotado na linguagem formal, ainda mais sem o uso de aspas. O termo "curtir" parece ser o caso.
  • Rivotril.
  • editado July 21
    Agora um vídeo sobre a origem de algumas expressões linguísticas

  • Proxeneta e sevandija:
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK




  • Os caras são os melhores.
  • Senhor escreveu: »
    Os caras são os melhores.

    Disparado.
  • "Espórtula" e "sodalício" sempre me pareceram vagamente obscenas.
  • Fernando_Silva escreveu: »
    "Espórtula" e "sodalício" sempre me pareceram vagamente obscenas.

    Aí vou ver o que é sodalício e encontro que um dos significados é "contubérnio".
  • A sodalícia não aceita espórtulas para dar o ósculo.







  • Sacripanta.
  • Quejando, Polímata, Artólatra, Mateologia.
  • A palavra idôneo se parece muito xom um neologismo. Incrivel construção. Juntou- se idade com o sufixo neo que parece ser no sentido de suficiência. "Idade suficiente". Interessante como a gente manuseia palavras sem a mínima idéia de suas origens. Não parece existir uma epistemologia consistente da origens das palavras. A imaginação voa nesse campo, como saber quem foi a primeira pessoa a chamar barriga de barriga, casa de casa, chefe(de repente essas palavras não passavam de diferentes entonações de urros. Depois veio toda a sofisticação dos prefixos e sufixos...

    Outra palavra intereasante é errôneo. Mais interessante ainda é não haver uma correspondente acertônio. Tinha que existir acertônio também.
  • editado July 30
    Perpétuo é intrigante, a gente tem alguma noção do sigbificado do prefixo "per" mas "pétuo" é um mistério total.
    Fernando_Silva escreveu: »
    Inefável.

  • editado July 30
    "Petulante" a princípio parece ser aparentado a "perpétuo"...
  • Inefável.
  • editado July 30
    Fernando_Silva escreveu: »
    Inefável.
    Outra dessas. A gente teria alguma idéia da função do prefixo "in" e do sufixo "vel" mas nenhuma da particula "ef".

  • editado July 30
    ex (por prá fora so to say)
    +
    tempo verbal (conjugação) de for (dizer)
    effabilis (expressar por palavras; dizer)
    Sr. Senhor escreveu:
    "pétuo" é um mistério total.
    uus: particípio do presente (= adjetivo)
    perpes (ininterrupto; contínuo)
  • editado July 30
    Gorducho escreveu: »
    ex (por prá fora so to say)
    +
    tempo verbal (conjugação) de for (dizer)
    effabilis (expressar por palavras; dizer)
    Sr. Senhor escreveu:
    "pétuo" é um mistério total.
    uus: particípio do presente (= adjetivo)
    perpes (ininterrupto; contínuo)

    Boa, sr. Gorducho. Todavia ainda se nota antes de mais nada a estrutura do latim ou do grego con suas próprias significações.
  • Pelo fato de q "nossos" idiomas – say os (idiomas) "europeus ocidentais", so to say...– se originam basicamente do
    🥁🥁🥁
    latim & grego :mrgreen:
    Claro... claro... com muitas contribuições outras diversas 👍
  • editado July 30
    Gorducho escreveu: »
    Pelo fato de q "nossos" idiomas – say os (idiomas) "europeus ocidentais", so to say...– se originam basicamente do
    🥁🥁🥁
    latim & grego :mrgreen:
    Claro... claro... com muitas contribuições outras diversas 👍
    Estava considerando o fato de ser possível rastrear a etimologia de uma palavra mas só até um certo limite que nem sempre possibilita uma compreensão exata de sua natureza.

  • editado July 30
    👍
    via ✔️jar ❓
  • editado August 1
    Gorducho escreveu: »
    Pelo fato de q "nossos" idiomas – say os (idiomas) "europeus ocidentais", so to say...– se originam basicamente do
    🥁🥁🥁
    latim & grego :mrgreen:
    Claro... claro... com muitas contribuições outras diversas 👍
    As línguas latinas se originam do latim e o grego é isolado, mas outras línguas europeias são germânicas, celtas ou eslavas, todas derivadas de uma raiz indo-europeia. As exceções são o basco, húngaro, finlandês e estoniano.

    Por outro lado, sim, os termos eruditos ou científicos vêm em sua maioria do latim e do grego, já que os dois foram a referência até para os povos de língua germânica ou eslava.
  • editado July 31
    "Alvo", uma palavra que não tem feminino nem antônimo. A Dilma se fosse um alvo ela dizeria que ela era uma alva...
  • editado August 10
    Mimimizar, de mimimi, já é palavra pra designar problematização e vitimismo gratuitos em vez de visar o mérito de uma questão,nesses tempos do bobisticamente correto.

    Mimimizar, antônimo de minimizar(palavra predestinada. Só
    trocar o n pelo m. É poesia pura!).
  • editado August 11
    Tantã, sinônimo de doido.

    Instituto Butantã = Budoido.

  • editado September 20
    Machucar. Será que tem relação com macho causar dano? Então a fêmea cura, né não?
    "Se você se machucar precisa se femeacar"

  • Palavras incríveis não acredito!
  • CRIATURO escreveu: »
    Palavras incríveis não acredito!

    Hummmmmm. Sei....
  • editado September 26
    Estupidamente ou brilhantemente
  • Concretamente ou vagamente
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.