A censura no Youtube avança a passos largos.

editado June 29 em Religião é veneno
Quando o malucão do Alex Jones foi banido do YouTube ele foi considerado como sendo o "canário na mina de carvão" usado para alertar os mineiros de que eles podem ser os próximos.

Agora o YouTube avançou para também banir os que não são malucos.
A vitima da vez foi o filosofo libertário Stefan Molyneux. O YouTube está oficialmente morto, embora o corpo ainda viva.

Comentários

  • NadaSei escreveu: »
    A vitima da vez foi o filosofo libertário Stefan Molyneux. O YouTube está oficialmente morto, embora o corpo ainda viva.

    Grave demais.

    Este ano tem eleição por lá. Será a mais suja da história.

  • Mas não é pra tanto. Teve uma censura recente da mulher que confundiram tetas com cotovelos. Faz parte um ou outro equívoco e mesmo viés, nada que se possa considerar uma quebra de paradigmas.
  • editado July 2
    E em relação ao molinete libertário, ironicamente é um utópico de uma bobagem prima de primeiro grau do comunismo.
  • Senhor escreveu: »
    Mas não é pra tanto. Teve uma censura recente da mulher que confundiram tetas com cotovelos. Faz parte um ou outro equívoco e mesmo viés, nada que se possa considerar uma quebra de paradigmas.

    Não é o único caso nem um acidente, mas sim uma escalada de atos contínuos que vem sendo tomados já há alguns anos. Como dito, começou com o Alex Jones.
  • Judas escreveu: »
    NadaSei escreveu: »
    A vitima da vez foi o filosofo libertário Stefan Molyneux. O YouTube está oficialmente morto, embora o corpo ainda viva.

    Grave demais.

    Este ano tem eleição por lá. Será a mais suja da história.

    As eleições são certamente um dos fatores decisivos nisso.
  • Youtube também há tempos não privilegia mais criadores de conteúdo o Joe Rogan tá sendo sondado pela spotfy para sua plataforma de vídeo. Ele e uma das maiores audiências do YT espero que esta plataforma prospere e o Youtube tenha seu começo do fim
  • editado June 30
    Estão implicando também com o Facebook. Tem uma organização, acho que de esquerda, que incita empresas a não anunciarem na plataforma: https://veja.abril.com.br/economia/mark-zuckerberg-corre-contra-o-tempo-para-manter-anunciantes-no-facebook/
  • NadaSei escreveu: »
    Judas escreveu: »
    NadaSei escreveu: »
    A vitima da vez foi o filosofo libertário Stefan Molyneux. O YouTube está oficialmente morto, embora o corpo ainda viva.

    Grave demais.

    Este ano tem eleição por lá. Será a mais suja da história.

    As eleições são certamente um dos fatores decisivos nisso.

    Mais especificamente as eleições de 2016.
    Nunca vão se perdoar por perderem pra Trump mesmo com toda a imprensa de lá a favor. Teve pesquisa do NY times dando mais de 90% de chance de vitória pra Hillary e dias antes do pleito até o Ben Shapiro já dizia que a eleição estava acabada e Trump já havia perdido.

    O resultado foram vídeos hilários de gente como a Rachel Madow...

  • Volpiceli escreveu: »
    Estão implicando também com o Facebook. Tem uma organização, acho que de esquerda, que incita empresas a não anunciarem na plataforma: https://veja.abril.com.br/economia/mark-zuckerberg-corre-contra-o-tempo-para-manter-anunciantes-no-facebook/

    Sim, algumas organizações de esquerda fazendo isso enquanto outras (NY Times, CNN etc...) apenas torcendo pra funcionar e/ou ajudando por baixo dos panos.

    Afinal a internet acabou com o monopólio de informação deles.

    Assim que sair o vídeo do Diay Wire eu posto aqui. Houve uma grande parte do programa de hoje dedicada ao assunto deste link.
  • Volpiceli escreveu: »
    Estão implicando também com o Facebook. Tem uma organização, acho que de esquerda, que incita empresas a não anunciarem na plataforma: https://veja.abril.com.br/economia/mark-zuckerberg-corre-contra-o-tempo-para-manter-anunciantes-no-facebook/

    Sim isso é parte do mesmo problema e a imprensa no Brasil está adorando o boicote supostamente em combate ao "discurso de ódio".
    "Por que gigantes como Starbucks, Coca-Cola, Unilever e Diageo suspenderam publicidade nas redes sociais
    Empresas estão se engajando com campanhas que pedem medidas mais drásticas contra disseminação de discursos de ódio."

    https://g1.globo.com/economia/tecnologia/noticia/2020/06/29/por-que-gigantes-como-starbucks-coca-cola-unilever-e-diageo-suspenderam-publicidade-nas-redes-sociais.ghtml
  • Judas escreveu: »
    Volpiceli escreveu: »
    Estão implicando também com o Facebook. Tem uma organização, acho que de esquerda, que incita empresas a não anunciarem na plataforma: https://veja.abril.com.br/economia/mark-zuckerberg-corre-contra-o-tempo-para-manter-anunciantes-no-facebook/

    Sim, algumas organizações de esquerda fazendo isso enquanto outras (NY Times, CNN etc...) apenas torcendo pra funcionar e/ou ajudando por baixo dos panos.

    Afinal a internet acabou com o monopólio de informação deles.

    Assim que sair o vídeo do Diay Wire eu posto aqui. Houve uma grande parte do programa de hoje dedicada ao assunto deste link.

    Eu estou assistindo ao Ben Shapiro nesse exato momento e o assunto é justamente o boicote. Mas a primeira parte do programa ele dedicou a uma decisão da suprema corte de lá que favorece as clinicas de aborto.
  • Percival escreveu: »
    Youtube também há tempos não privilegia mais criadores de conteúdo o Joe Rogan tá sendo sondado pela spotfy para sua plataforma de vídeo. Ele e uma das maiores audiências do YT espero que esta plataforma prospere e o Youtube tenha seu começo do fim
    O fim dessas plataformas já começou, ele só não é visível ainda. Eles estão fomentando concorrência pesada contra eles e uma hora alguém acerta.

    Uma plataforma alternativa eu acho que não basta, é preciso um tipo de agregador que tire de qualquer plataforma o controle central.
  • editado June 30
    Olhem como a Forbes noticiou o caso: "YouTube bane supremacistas brancos Stefan Molyneux, Richard Spencer, David Duke".

    Manchete mais absurda do que essa é impossível.

    Eles ainda citam uma suposta lista de "fatos" onde colocam o Molyneux como defensor da eugenia... O jornalismo está morto.

    https://www.forbes.com/sites/mattperez/2020/06/29/youtube-bans-white-supremacists-stefan-molyneux-richard-spencer-david-duke/#7bebc9445ff1
  • editado June 30
    NadaSei escreveu: »
    Judas escreveu: »
    Volpiceli escreveu: »
    Estão implicando também com o Facebook. Tem uma organização, acho que de esquerda, que incita empresas a não anunciarem na plataforma: https://veja.abril.com.br/economia/mark-zuckerberg-corre-contra-o-tempo-para-manter-anunciantes-no-facebook/

    Sim, algumas organizações de esquerda fazendo isso enquanto outras (NY Times, CNN etc...) apenas torcendo pra funcionar e/ou ajudando por baixo dos panos.

    Afinal a internet acabou com o monopólio de informação deles.

    Assim que sair o vídeo do Diay Wire eu posto aqui. Houve uma grande parte do programa de hoje dedicada ao assunto deste link.

    Eu estou assistindo ao Ben Shapiro nesse exato momento e o assunto é justamente o boicote. Mas a primeira parte do programa ele dedicou a uma decisão da suprema corte de lá que favorece as clinicas de aborto.

    O juiz fez igual o Toffoli e o Gilmar Mendes. Mudou de ideia entre uma decisão e outra em pouco tempo, pro lado "esquerdo" da coisa é claro , alegando "questões técnicas".
  • editado June 30
    O Stefan Molyneux fez um podcast falando sobre o caso. Está disponível no site dele: https://www.freedomain.com/podcasts/

    Esse é o link direto:
    http://feedproxy.google.com/~r/FreedomainRadioVolume6/~3/6UYHlsH5Qco/FDR_4658_stefan_molyneux_statement_youtube_ban.mp3

    Na verdade é só um comentário de pouco mais de 2 minutos sobre o caso.
  • Judas escreveu: »
    O juiz fez igual o Toffoli e o Gilmar Mendes. Mudou de ideia entre uma decisão e outra em pouco tempo, pro lado "esquerdo" da coisa é claro , alegando "questões técnicas".
    Sim eu vi. E olha que foi indicação do Bush...
  • NadaSei escreveu: »
    Olhem como a Forbes noticiou o caso: "YouTube bane supremacistas brancos Stefan Molyneux, Richard Spencer, David Duke".

    Manchete mais absurda do que essa é impossível.

    Eles ainda citam uma suposta lista de "fatos" onde colocam o Molyneux como defensor da eugenia... O jornalismo está morto.

    https://www.forbes.com/sites/mattperez/2020/06/29/youtube-bans-white-supremacists-stefan-molyneux-richard-spencer-david-duke/#7bebc9445ff1

    Nem do Alex Jones da pra dizer tanto, que dirá o Molyneux.

    Isso é golpismo de verdade.

    Soviéticos e naziztas morreriam de inveja do poder do Google.

    Já a China não passa vontade e inventa sua própria forma de nazismo digital.
  • editado June 30
    Nosso mundo é surreal, ocorrem coisas inacreditáveis em plena luz do dia... Se fosse só a insanidade terceiro-mundista não seria tudo tão assustador quanto é ver isso ocorrendo nos EUA.
  • NadaSei escreveu: »
    Percival escreveu: »
    Youtube também há tempos não privilegia mais criadores de conteúdo o Joe Rogan tá sendo sondado pela spotfy para sua plataforma de vídeo. Ele e uma das maiores audiências do YT espero que esta plataforma prospere e o Youtube tenha seu começo do fim
    O fim dessas plataformas já começou, ele só não é visível ainda. Eles estão fomentando concorrência pesada contra eles e uma hora alguém acerta.

    Uma plataforma alternativa eu acho que não basta, é preciso um tipo de agregador que tire de qualquer plataforma o controle central.

    Sim, mas teria que existir uma competividade maior em cima disso.
  • editado July 2
    O cara trabalhou o canal dele por mais de 10 anos, centenas de vídeos, muitos inscritos e de uma hora pra outra a SS/KGB/STASI resolve "sumir" com ele.

    Qual a opção dele pra ter contato com seus inscritos? Atualmente nenhuma minimamente relevante.
  • editado July 3
    De segunda á sexta feira assisto ao "Face á l'info" com a presença do Eric Zemmour que aprecio escutar. Ele é o meu canário.

    Felizmente, o idioma francês é menos perseguido.

  • Michel Onfray de esquerda mas soberanista criou uma nova revista "Front Populaire", que depressa ficou debaixo de fogo. Muito devido aos milhares de abonados, mesmo antes da saída da revista...

    A revista tem colaboração de quaisquer pessoas interessadas no tema - recuperar soberania nacional - portanto, há pessoas de direita. Alguns dirão extrema direita.

    Falo destes casos para recordar que há mundo além digital, mesmo se o caminho parece mais difícil, é uma vantagem. Afinal Trump venceu...
  • Trump só dificultou a sua vida, será que seus pais diminuiram sua mesada por isso?
  • Quem não concorda com o Youtube pode criar a sua plataforma e distribuir videos.
  • Autores de vídeos homofóbicos deverão pagar R$ 80 mil de danos morais coletivos

    TJSP negou retirar vídeos do Mundo Canibal do ar, mas entendeu ser cabível indenização em ação movida por Defensoria

    A 8ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) condenou autores de animações com mensagens transfóbicas, homofóbicas e machistas, do canal Mundo Canibal, a indenizarem em R$ 80 mil por danos morais coletivos. O valor deverá ser revertido pela Defensoria Pública do Estado de São Paulo, que ajuizou a ação civil pública, em política de ações afirmativas para promover a igualdade e o combate às diferentes forma de discriminação. Leia a íntegra do acórdão.

    O colegiado, por outro lado, não concordou com o pedido para retirar do ar o conteúdo, publicado em redes sociais, pois isso configuraria censura. Por unanimidade, foi provido parcialmente um recurso da Defensoria, que havia tido seu pedido negado em 1ª instância em 2017 pelo juiz Guilherme Madeira Dezem para retirar os vídeos do ar e para obter indenização por danos morais.

    https://www.jota.info/coberturas-especiais/liberdade-de-expressao/autores-de-videos-homofobicos-deverao-pagar-r-80-mil-de-danos-morais-coletivos-03072020
  • 8 anos de cadeia para quem espalhar fake news.
    6 para estupro.
    4 para homicídio culposo.
  • editado July 12
    Judas escreveu: »
    O cara trabalhou o canal dele por mais de 10 anos, centenas de vídeos, muitos inscritos e de uma hora pra outra a SS/KGB/STASI resolve "sumir" com ele.

    Qual a opção dele pra ter contato com seus inscritos? Atualmente nenhuma minimamente relevante.
    Fernando_Silva escreveu: »
    8 anos de cadeia para quem espalhar fake news.
    6 para estupro.
    4 para homicídio culposo.
    Isso me lembra uma enorme rotunda e gorda porca com porquinhos em cada uma de suas tetas mamando avidamente, i dont know why.

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.