Igrejas que dão espaço para o subconsciente conservador

editado August 21 em Religião é veneno
São as Igrejas que acreditam em profecia para os dias de hoje com os fiéis falando pela voz "do espírito" santo, não são só as supostamente "falando em línguas" em que ninguém entende nada, também há transes em português popular mesmo, e nessas, os fiéis falam discursos conservadores ,não confundir com a IURD que só acredita em expulsar demônios ou curas nos dias de hoje mas em profecias feitas pelos fiéis simples, mas os da IURD são só um quarto dos evangélicos brasileiros e nas com crença em profecia nos dias de hoje, uma coisa bastante popular e impermeáveis ao politicamente correto e ao gramscianismo.
«1

Comentários

  • Em parte no espiritismo também acontece isso, é impermeável pelo menos, em relação às piores formas de gramscismo e marxismo cultural.
  • "Igrejas que dão espaço que o subconsciente conservador"

    Esse título de tópico era pra ser assim mesmo?
  • editado August 21
    LaraAS escreveu: »
    Em parte no espiritismo também acontece isso, é impermeável pelo menos, em relação às piores formas de gramscismo e marxismo cultural.
    Descobriu que ideologia é tudo a mesma coisa não interessando a motivação.

  • editado August 21
    Senhor escreveu: »
    "Igrejas que dão espaço que o subconsciente conservador"

    Esse título de tópico era pra ser assim mesmo?

    É que essas igrejas ou denominações permitem que os fiéis comuns "profetizem" em transe e que as linhas delas venham dessas "profecias" (o que aliás é bastante democrático) e essas "profecias" ditas vindas do espirito santo vem do subconsciente dos fiéis em transe numa visão laica.
  • LaraAS escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    "Igrejas que dão espaço que o subconsciente conservador"

    Esse título de tópico era pra ser assim mesmo?

    É que essas igrejas ou denominações permitem que os fiéis comuns "profetizem" em transe e que a linha dela venham dessas "profecias" (o que aliás é bastante democrático) e essas "profecias" ditas vindas do espirito santo vem do subconsciente dos fiéis em transe numa visão laica.
    Mas não tá faltando sintaxe não?

  • Já corrigi o título.
  • Agora voltando ao assunto. O site do Júlio Severo explica bastante coisas sobre esses assuntos, como as diferenças entre protestantes "cessacionistas" e "não-cessacionistas" e também fala coisas sobre a TMI (teologia da missão integral) uma babaquice dentro do protestantismo equivalente à babaquice da teologia da libertação na Igreja católica e essa TMI é frequente entre as denominações "cessacionistas". Felizmente a maioria dos pentencostais e neo-pentencostais tanto do Brasil quanto do mundo são "não-cessacionistas" e inclusive parece haver um limite no crescimento dos "cessacionistas".
  • LaraAS escreveu: »
    Já corrigi o título.
    Aí sim.

  • editado August 21
    Já com relacão ao assunto do tópico, nem tem muito o que dizer. O que mais essa gente quer saber? Não foi mesmo à toa os ensinos de Jesus serem através de parábolas.
  • Todas as bizarrices religiosas provém de um único fato, quando sinceras, claro: o conceito que fazem de Deus.
    É tão inaceitável, mágico, gerando todos os absurdos das religiões judaico/cristãs, e começa com a Biblia... um dos maiores feitos literários da história; e seu maior equívoco.

    Eu imagino o seguinte: quando Deus viu as asnices que poderiam advir, no futuro, por causa daqueles escritos, enviou Jesus, cuja primeira preocupação foi apresentar seu Deus, como Pai, não aquele ser guerreiro e vingativo.
    Mas este Deus Pai, de Jesus, também não foi compreendido pelos religiosos, daí: a inquisição, as cruzadas, as guerras santas, torturas, martírios.

    Para quem acredita em reencarnação, as vítimas daquelas atrocidades são os céticos e os ateus de hoje, que não conseguiram superar aquele terrível trauma espiritual.
  • patolino escreveu: »
    Todas as bizarrices religiosas provém de um único fato, quando sinceras, claro: o conceito que fazem de Deus.
    É tão inaceitável, mágico, gerando todos os absurdos das religiões judaico/cristãs, e começa com a Biblia... um dos maiores feitos literários da história; e seu maior equívoco.

    Eu imagino o seguinte: quando Deus viu as asnices que poderiam advir, no futuro, por causa daqueles escritos, enviou Jesus, cuja primeira preocupação foi apresentar seu Deus, como Pai, não aquele ser guerreiro e vingativo.
    Mas este Deus Pai, de Jesus, também não foi compreendido pelos religiosos, daí: a inquisição, as cruzadas, as guerras santas, torturas, martírios.

    Para quem acredita em reencarnação, as vítimas daquelas atrocidades são os céticos e os ateus de hoje, que não conseguiram superar aquele terrível trauma espiritual.
    Minha teoria é a de que pai era apenas uma metáfora para pai no sentido de gerar.

  • Senhor escreveu: »
    Minha teoria é a de que pai era apenas uma metáfora para pai no sentido de gerar.
    Se bem que Jesus fala: "tudo que vos ensino, ouvi de meu Pai"...
    Ou, "os mandamentos que vos dou, recebi de meu Pai", citação de memória...
    E várias outras citações mais ou menos neste sentido.

  • patolino escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    Minha teoria é a de que pai era apenas uma metáfora para pai no sentido de gerar.
    Se bem que Jesus fala: "tudo que vos ensino, ouvi de meu Pai"...
    Ou, "os mandamentos que vos dou, recebi de meu Pai", citação de memória...
    E várias outras citações mais ou menos neste sentido.
    Naonde isso acima grafado?

  • patolino escreveu: »

    Eu imagino o seguinte: [\quote]

    Se vem da sua imaginação é sua visão de mundo. Não significa ser real e até então é uma interpretação sensorial.
  • patolino escreveu: »

    Eu imagino o seguinte: [\quote]
    Percival escreveu: »
    Se vem da sua imaginação é sua visão de mundo. Não significa ser real e até então é uma interpretação sensorial.
    Sim, fiz questão de destacar o "imagino" e deixar claro, é minha interpretação.
    Você terá a sua,... e por aí vai.
  • Senhor escreveu: »
    patolino escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    Minha teoria é a de que pai era apenas uma metáfora para pai no sentido de gerar.
    Se bem que Jesus fala: "tudo que vos ensino, ouvi de meu Pai"...
    Ou, "os mandamentos que vos dou, recebi de meu Pai", citação de memória...
    E várias outras citações mais ou menos neste sentido.
    Naonde isso acima grafado?
    Google... (just kidding)
    Entre outros, Jo 12: 49

  • patolino escreveu: »
    Se bem que Jesus fala: "tudo que vos ensino, ouvi de meu Pai"...
    Ou, "os mandamentos que vos dou, recebi de meu Pai", citação de memória...
    E várias outras citações mais ou menos neste sentido.
    Qual a credibilidade da Bíblia?

    Por que precisamos de um livro obscuro, absurdo e contraditório se deuses são onipotentes e poderiam falar diretamente e claramente a cada um de nós ?
  • editado August 23
    patolino escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    patolino escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    Minha teoria é a de que pai era apenas uma metáfora para pai no sentido de gerar.
    Se bem que Jesus fala: "tudo que vos ensino, ouvi de meu Pai"...
    Ou, "os mandamentos que vos dou, recebi de meu Pai", citação de memória...
    E várias outras citações mais ou menos neste sentido.
    Naonde isso acima grafado?
    Google... (just kidding)
    Entre outros, Jo 12: 49
    "Pois não falei por mim mesmo, mas o Pai que me enviou me ordenou o que dizer e o que falar"

    Oh céus, esses exegetas isprita...

  • Sr. Senhor escreveu: »
    Oh céus, esses exegetas isprita...

    Não entendi... não é isso – citado de memória como ele disse – que está dito nas Escrituras dos Cristãos ❓

  • editado August 23
    Gorducho escreveu: »
    Sr. Senhor escreveu: »
    Oh céus, esses exegetas isprita...

    Não entendi... não é isso – citado de memória como ele disse – que está dito nas Escrituras dos Cristãos ❓
    Esse é o versiculo bíblico João 12:49

    "Pois não falei por mim mesmo, mas o Pai que me enviou me ordenou o que dizer e o que falar"

    enquanto isso, o Patolino postou,

    "tudo que vos ensino, ouvi de meu Pai"
  • editado August 23
    Não é ⟺ ❓❓❓
  • De geito nenhun.
  • editado August 23
    A passagem que consta na Bíblia se insere em um contexto em que a citação do patolino destoa. Na Bíblia se pode assumir que o Pai a que Jesus se refere seja uma "missão do coração" enquanto que a "exegese do ixprita" do patolino sugere algo desde um papis dele numa conversa informal com ele dizendo, "fio, vai lá e faiz assim" até um Jesus esquizofrênico ouvindo vozes. Bom,ao menos é assim que me parece. A você não?
  • Não, a mim parece-me exatamente como falou o colega patolino.
  • editado August 23
    E ainda aparece em - João 15:15
    …14 Vós sois meus amigos, se praticais o que Eu vos mando. 15 Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz seu senhor; mas Eu vos tenho chamado amigos, pois tudo o que ouvi de meu Pai Eu compartilhei convosco.
  • O que pode estar acontecendo @Senhor, são diferentes expressões que cada versão ou tradução apresente.
  • Há que se considerar, segundo consta no estudo da hierarquia espiritual, a partir da questão 100 a 114, de OLE, que os espíritos já purificados, que seria o caso de Jesus, comungam do pensamento divino de forma ainda inabordável a nós. Transmitem as ordens e os desígnios de Deus aos que lhes estão abaixo e os auxiliam em seu aperfeiçoamento.
  • Senhor escreveu: »
    patolino escreveu: »
    Todas as bizarrices religiosas provém de um único fato, quando sinceras, claro: o conceito que fazem de Deus.
    É tão inaceitável, mágico, gerando todos os absurdos das religiões judaico/cristãs, e começa com a Biblia... um dos maiores feitos literários da história; e seu maior equívoco.

    Eu imagino o seguinte: quando Deus viu as asnices que poderiam advir, no futuro, por causa daqueles escritos, enviou Jesus, cuja primeira preocupação foi apresentar seu Deus, como Pai, não aquele ser guerreiro e vingativo.
    Mas este Deus Pai, de Jesus, também não foi compreendido pelos religiosos, daí: a inquisição, as cruzadas, as guerras santas, torturas, martírios.

    Para quem acredita em reencarnação, as vítimas daquelas atrocidades são os céticos e os ateus de hoje, que não conseguiram superar aquele terrível trauma espiritual.
    Minha teoria é a de que pai era apenas uma metáfora para pai no sentido de gerar.

    Senhor, as "cartas de cristo Jesus" apresenta o "Pai" como um sistema universal que cria e impulsiona vidas ,mas o o jesus biblico apresenta Deus como uma personalidade, de onde voce tirou que a missão de Jesus era o pai????
    E por que voce acha que Deus gera alguma coisa, se refere ao espirito santo?
    Jesus apresenta as leis de Deus e indica qual caminho devemos seguir isto sim é o mais importante.


  • outro detalhe como disse o colega patonline a uma comunhão de pensamentos entre espíritos afins, o que levou a jesus dizer "eu e o pai somos um", mas eu e meu braço somos um ,mas eu não sou apenas o meu braço nem o meu braço me representa.
    Meu braço esta em mim assim como estou em meu braço,mas eu sou mais que um corpo eu sou uma vontade.
  • editado August 27
    CRIATURO escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    patolino escreveu: »
    Todas as bizarrices religiosas provém de um único fato, quando sinceras, claro: o conceito que fazem de Deus.
    É tão inaceitável, mágico, gerando todos os absurdos das religiões judaico/cristãs, e começa com a Biblia... um dos maiores feitos literários da história; e seu maior equívoco.

    Eu imagino o seguinte: quando Deus viu as asnices que poderiam advir, no futuro, por causa daqueles escritos, enviou Jesus, cuja primeira preocupação foi apresentar seu Deus, como Pai, não aquele ser guerreiro e vingativo.
    Mas este Deus Pai, de Jesus, também não foi compreendido pelos religiosos, daí: a inquisição, as cruzadas, as guerras santas, torturas, martírios.

    Para quem acredita em reencarnação, as vítimas daquelas atrocidades são os céticos e os ateus de hoje, que não conseguiram superar aquele terrível trauma espiritual.
    Minha teoria é a de que pai era apenas uma metáfora para pai no sentido de gerar.

    Senhor, as "cartas de cristo Jesus" apresenta o "Pai" como um sistema universal que cria e impulsiona vidas ,mas o o jesus biblico apresenta Deus como uma personalidade, de onde voce tirou que a missão de Jesus era o pai????
    E por que voce acha que Deus gera alguma coisa, se refere ao espirito santo?
    Jesus apresenta as leis de Deus e indica qual caminho devemos seguir isto sim é o mais importante.

    Criaturio de onde você tirou que eu achei o que voce achou que eu achei? E que negocio é esse aí de eu tirei o que você achou que eu tirei? Como assim meu fio?

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.