CIÊNCIA - UM MILHÃO DE MORTOS NO BRASIL ATÉ FINAL DE AGOSTO

2

Comentários

  • Saudações Fernando
    Fernando disse:
    sujeito a ficar ilhado no meio de um oceano de esgoto com qualquer chuvinha mais forte.

    Infelizmente a baixada sempre sofreu com esse problema. Onde moro não inunda mais, pois há uns anos atrás ainda no governo do PDT um prefeito fez um saneamento e resolveu o problema. Posso me considerar privilegiada.

    Vc devia trabalhar em caxias... Quando eu ia para o lab. do inmetro, até no centro as ruas ficavam cheias de lama.


    [Fraternos]
  • editado November 2020
    Fernando_Silva escreveu: »
    Silvana escreveu: »
    Percival... Estudo o ebola faz um bom tempo e me causa preocupação... O Fernando não conhece a realidade da baixada... Por exemplo, aqui as enchentes são comuns e em quase toda a baixada. Fora o transporte público que é muito ruim. Trens, metrô e ônibus só vivem lotados.
    Trabalhei a vida toda próximo ou quase dentro de favelas de subúrbio, sujeito a ficar ilhado no meio de um oceano de esgoto com qualquer chuvinha mais forte. A outra opção era sair correndo aos primeiros pingos e se arriscar a ficar embaixo d'água no meio do caminho e ser assaltado por arrastões de favelados (que entupiam os bueiros propositalmente).

    Com furos de bala nos portões e janelas da firma. Além de assaltos e mortes na rua e até na porta da firma.

    Tinha trem e ônibus lotados, mas metrô? Nem pensar.

    Já encarei esse cenário na Via Dutra.
  • 58:20 - se for feito oq foi feito no Brasil, 1 milhão de pessoas morrerão até o final de agosto. Isso sendo conservador: "ou mais" segundo ele.
  • Silvana escreveu: »
    Saudações Fernando
    Fernando disse:
    sujeito a ficar ilhado no meio de um oceano de esgoto com qualquer chuvinha mais forte.

    Infelizmente a baixada sempre sofreu com esse problema. Onde moro não inunda mais, pois há uns anos atrás ainda no governo do PDT um prefeito fez um saneamento e resolveu o problema. Posso me considerar privilegiada.

    Vc devia trabalhar em caxias... Quando eu ia para o lab. do inmetro, até no centro as ruas ficavam cheias de lama.


    [Fraternos]

    Tem ruas em Duque de Caxias brabas, eu trabalho na Figueira e tem lugares por lá que nem foram asfaltados.
  • Silvana escreveu: »
    Saudações Fernando
    Fernando disse:
    sujeito a ficar ilhado no meio de um oceano de esgoto com qualquer chuvinha mais forte.

    Infelizmente a baixada sempre sofreu com esse problema. Onde moro não inunda mais, pois há uns anos atrás ainda no governo do PDT um prefeito fez um saneamento e resolveu o problema. Posso me considerar privilegiada.

    Vc devia trabalhar em caxias... Quando eu ia para o lab. do inmetro, até no centro as ruas ficavam cheias de lama.

    [Fraternos]
    Eu trabalhava próximo a Caxias e às vezes ia até lá. Na verdade, o centro de Caxias me parecia altamente civilizado e desenvolvido em comparação com a minha área. Mas eu sei que a periferia, tipo "Lote 15, Lote sei lá o quê", é braba.

    Onde eu trabalhava, às vezes limpavam os bueiros, mas eles logo entupiam porque o povinho burro joga todo o lixo nas ruas.
  • Também é lindo quando o rio Pavuna enche na Rio do Pau.
  • De final de março até agosto daria uma media de 8000 mortes por dia no Brasil, segundo o cientista de alguns foristas.

    Considerando que haveria "picos", "vales" e tal no grafico, o pico seria possivelmente 50 a 60 mil mortos, né? Num único dia. Só no Brasil.
  • editado November 2020
    ENCOSTO escreveu: »
    De final de março até agosto daria uma media de 8000 mortes por dia no Brasil, segundo o cientista de alguns foristas.

    Considerando que haveria "picos", "vales" e tal no grafico, o pico seria possivelmente 50 a 60 mil mortos, né? Num único dia. Só no Brasil.
    Você concorda no entanto que independente desse cenário felizmente não ter se concretizado ainda assim quase 170.000 mortos até agora e mortes diárias se mantendo na casa das centenas é uma grande tragédia, não tão imensa quanto anunciavam mas ainda assim terrível e que havia de fato a necessidade de se tratar o assunto com a devida seriedade e não com menosprezo ou piadas?

  • Cameron escreveu: »
    ENCOSTO escreveu: »
    De final de março até agosto daria uma media de 8000 mortes por dia no Brasil, segundo o cientista de alguns foristas.

    Considerando que haveria "picos", "vales" e tal no grafico, o pico seria possivelmente 50 a 60 mil mortos, né? Num único dia. Só no Brasil.
    Você concorda no entanto que independente desse cenário felizmente não ter se concretizado ainda assim quase 170.000 mortos até agora e mortes diárias se mantendo na casa das centenas é uma grande tragédia, não tão imensa quanto anunciavam mas ainda assim terrível e que havia de fato a necessidade de se tratar o assunto com a devida seriedade e não com menosprezo ou piadas?


    As piadas são com relação ao "estudo" do Atila Picasso - cientista do youtube.
    E eu não sei oq pensar. Sempre tivemos UTIs lotadas. Se os pacientes de covid estão ocupando quase todos os leitos, onde estão os tradicionais ocupantes de UTIs?
  • ENCOSTO escreveu: »
    Cameron escreveu: »
    ENCOSTO escreveu: »
    De final de março até agosto daria uma media de 8000 mortes por dia no Brasil, segundo o cientista de alguns foristas.

    Considerando que haveria "picos", "vales" e tal no grafico, o pico seria possivelmente 50 a 60 mil mortos, né? Num único dia. Só no Brasil.
    Você concorda no entanto que independente desse cenário felizmente não ter se concretizado ainda assim quase 170.000 mortos até agora e mortes diárias se mantendo na casa das centenas é uma grande tragédia, não tão imensa quanto anunciavam mas ainda assim terrível e que havia de fato a necessidade de se tratar o assunto com a devida seriedade e não com menosprezo ou piadas?


    As piadas são com relação ao "estudo" do Atila Picasso - cientista do youtube.
    E eu não sei oq pensar. Sempre tivemos UTIs lotadas. Se os pacientes de covid estão ocupando quase todos os leitos, onde estão os tradicionais ocupantes de UTIs?

    Ficaram em casa na pandemia e alguns morreram nesse momento.
  • ENCOSTO escreveu: »
    As piadas são com relação ao "estudo" do Atila Picasso - cientista do youtube.
    E eu não sei oq pensar. Sempre tivemos UTIs lotadas. Se os pacientes de covid estão ocupando quase todos os leitos, onde estão os tradicionais ocupantes de UTIs?

    Tá aí uma questão que nenhum noticiário levantou.
    Quando citavam cifras tipo o Brasil ou este ou aquele estado tem tantos leitos de UTI, esqueciam de dizer quantos destes leitos já estavam ocupados pelas demandas ordinárias da saúde.
    Quando refinamos a perguntar para quantos destes leitos de UTI PÚBLICA - SUS - estavam de fato disponíveis, temos assunto interessante para se discutir quando a tempestade passar.
  • Cameron escreveu: »
    Você concorda no entanto que independente desse cenário felizmente não ter se concretizado ainda assim quase 170.000 mortos até agora e mortes diárias se mantendo na casa das centenas é uma grande tragédia, não tão imensa quanto anunciavam mas ainda assim terrível e que havia de fato a necessidade de se tratar o assunto com a devida seriedade e não com menosprezo ou piadas?
    Da UNAIDS:
    "32.7 million [24.8 million–42.2 million] people have died from AIDS-related illnesses since the start of the epidemic".
    Epidemias que matam milhões são tragédias incomensuráveis cada qual, mas não são novidade, como evidenciam as dezenas de milhões de mortes acima citadas.
    Se somarmos as endemias diversas, os milhões e suas dezenas se acumulam.
    Números grandes e trágicos não justificam declarações irresponsáveis, baseadas em um único estudo sem nenhuma pretensão determinista.



  • ENCOSTO escreveu: »
    E eu não sei oq pensar. Sempre tivemos UTIs lotadas. Se os pacientes de covid estão ocupando quase todos os leitos, onde estão os tradicionais ocupantes de UTIs?
    Cirurgias eletivas foram adiadas indefinidamente.
  • Fernando_Silva escreveu: »
    ENCOSTO escreveu: »
    E eu não sei oq pensar. Sempre tivemos UTIs lotadas. Se os pacientes de covid estão ocupando quase todos os leitos, onde estão os tradicionais ocupantes de UTIs?
    Cirurgias eletivas foram adiadas indefinidamente.

    Quantas mulheres ficavam na UTI após aumentar as tetas com silicone?
  • https://www.diariodolitoral.com.br/brasil/atila-iamarino-e-outros-profissionais-da-saude-serao-homenageados-pela/139451/

    ""Essa homenagem ao Atila Iamatino se estende não só à comunidade científica mas também a todos os profissionais que se arriscam e se arriscaram trabalhando incansavelmente na linha de frente no combate à Covid-19. É um reconhecimento da sociedade a todos eles”, afirma o vereador."


    Parabéns! Não foi fácil fazer lives no youtube enquanto 2.000.000 de paulistanos estavam morrendo.
  • Ô xente, coisa de que fez escola sem pedagogias do Paulo Freire: segunda vem depois de primeira. Ou seja, se temos uma segunda onda de convidados, é preciso estabelecer quando terminou a primeira. Senão não dá nem pra falar de terceira...
  • Botânico escreveu: »
    Ô xente, coisa de que fez escola sem pedagogias do Paulo Freire: segunda vem depois de primeira. Ou seja, se temos uma segunda onda de convidados, é preciso estabelecer quando terminou a primeira. Senão não dá nem pra falar de terceira...
    A segunda onda é coincidente com a variação que desenha uma segunda onda nos gráficos.

  • editado November 2020
    Fernando_Silva escreveu: »
    ENCOSTO escreveu: »
    E eu não sei oq pensar. Sempre tivemos UTIs lotadas. Se os pacientes de covid estão ocupando quase todos os leitos, onde estão os tradicionais ocupantes de UTIs?
    Cirurgias eletivas foram adiadas indefinidamente.

    Pode ser que o verdadeiro número de óbitos relativos a esta pandemia fique por determinar. 170 mil é uma pequena amostra.


    Sempre morreram pessoas... então vamos deixar tudo na mesma. Os avanços da tecnologia não devem ser aplicados.

    Trágico a estupidez humana, mesmo entre os mais cultos. Não se trata de pânico na hora da morte, apenas de quanto vale a vida de um indivíduo?

    Uma pessoa vale pouco se não for da família ou corresponder a determinado ideal. Se acaso for assassinada por algum segurança do centro comercial, vemos isto

    Mas, conservadores valorizam a vida. A liberdade individual ( a própria) deve ser Conservada acima de tudo.

    Os outros são mais, merecem o mal...a mim o bem.


    Nota: não espero ser entendido, pois era necessário compreender as contradições humanas.
  • A gente sabe que vc é esquizo.
  • editado November 2020
    PugII escreveu: »
    Fernando_Silva escreveu: »
    ENCOSTO escreveu: »
    E eu não sei oq pensar. Sempre tivemos UTIs lotadas. Se os pacientes de covid estão ocupando quase todos os leitos, onde estão os tradicionais ocupantes de UTIs?
    Cirurgias eletivas foram adiadas indefinidamente.

    Pode ser que o verdadeiro número de óbitos relativos a esta pandemia fique por determinar. 170 mil é uma pequena amostra.


    Sempre morreram pessoas... então vamos deixar tudo na mesma. Os avanços da tecnologia não devem ser aplicados.

    Trágico a estupidez humana, mesmo entre os mais cultos. Não se trata de pânico na hora da morte, apenas de quanto vale a vida de um indivíduo?

    Uma pessoa vale pouco se não for da família ou corresponder a determinado ideal. Se acaso for assassinada por algum segurança do centro comercial, vemos isto

    Mas, conservadores valorizam a vida. A liberdade individual ( a própria) deve ser Conservada acima de tudo.

    Os outros são mais, merecem o mal...a mim o bem.


    Nota: não espero ser entendido, pois era necessário compreender as contradições humanas.
    Eu tava lendo esse post achando que era o Encosto por causa do avatar vermelho. Aí ja na sengunda frase eu comecei a achar esquisito até que já no segundo terço do texto voltei pra cima e vi que era o pluguinho.
  • editado November 2020
    Fernando_Silva escreveu: »
    117240222_10223824075135739_1615576004241606338_n.jpg?_nc_cat=106&ccb=2&_nc_sid=84a396&_nc_ohc=1W6sgBt8eCsAX-SJCmd&_nc_ht=scontent.fumu1-1.fna&oh=8282f92775b22937f117cf9e652179fb&oe=5FEAC2E0
    Também esxistem pesquisadores que ganham Ignobel, viajandões místicos como o Fritjof Capra e mesmo enviesados ideológicos...

  • editado November 2020
    Senhor escreveu: »
    Também esxistem pesquisadores que ganham Ignobel, viajandões místicos como o Fritjof Capra e mesmo enviesados ideológicos...
    Cientistas, individualmente, são humanos e sujeitos a falhas. Acontece que a comunidade científica, como um todo, rejeita esses bostas, portanto o sistema, mal ou bem, funciona.
  • editado November 2020
    Fernando_Silva escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    Também esxistem pesquisadores que ganham Ignobel, viajandões místicos como o Fritjof Capra e mesmo enviesados ideológicos...
    Cientistas, individualmente, são humanos e sujeitos a falhas. Acontece que a comunidade científica, como um todo, rejeita esses bostas, portanto o sistema, mal ou bem, funciona.
    Essa coisa de 'comunidade" isso "comunidade" aquilo, não passa de uma falácia dupla de ad populum e ad otoridadi. "Comunidade" não existe.
  • editado November 2020
    Senhor escreveu: »
    Fernando_Silva escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    Também esxistem pesquisadores que ganham Ignobel, viajandões místicos como o Fritjof Capra e mesmo enviesados ideológicos...
    Cientistas, individualmente, são humanos e sujeitos a falhas. Acontece que a comunidade científica, como um todo, rejeita esses bostas, portanto o sistema, mal ou bem, funciona.
    Essa coisa de 'comunidade" isso "comunidade" aquilo, não passa de uma falácia dupla de ad populum e ad otoridadi. "Comunidade" não existe.

    O fato é que comunidade é um grupo de pessoas com objetivos comuns, o que pode ser algo favorável e desfavorável dependendo dos casos. Não dá pra ficar confiando cegamente.

    E mesmo entre as comunidades, como bem dito, existem divergências.
  • Percival escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    Fernando_Silva escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    Também esxistem pesquisadores que ganham Ignobel, viajandões místicos como o Fritjof Capra e mesmo enviesados ideológicos...
    Cientistas, individualmente, são humanos e sujeitos a falhas. Acontece que a comunidade científica, como um todo, rejeita esses bostas, portanto o sistema, mal ou bem, funciona.
    Essa coisa de 'comunidade" isso "comunidade" aquilo, não passa de uma falácia dupla de ad populum e ad otoridadi. "Comunidade" não existe.

    O fato é que comunidade é um grupo de pessoas com objetivos comuns, o que pode ser algo favorável e desfavorável dependendo dos casos. Não dá pra ficar confiando cegamente.

    E mesmo entre as comunidades, como bem dito, existem divergências.
    É só politizar a coisa, leia- se construr narrativas ideológicas , que vira essa marofa.

  • PugII escreveu: »
    Fernando_Silva escreveu: »
    ENCOSTO escreveu: »
    E eu não sei oq pensar. Sempre tivemos UTIs lotadas. Se os pacientes de covid estão ocupando quase todos os leitos, onde estão os tradicionais ocupantes de UTIs?
    Cirurgias eletivas foram adiadas indefinidamente.

    Pode ser que o verdadeiro número de óbitos relativos a esta pandemia fique por determinar. 170 mil é uma pequena amostra.


    Sempre morreram pessoas... então vamos deixar tudo na mesma. Os avanços da tecnologia não devem ser aplicados.

    Trágico a estupidez humana, mesmo entre os mais cultos. Não se trata de pânico na hora da morte, apenas de quanto vale a vida de um indivíduo?

    Uma pessoa vale pouco se não for da família ou corresponder a determinado ideal. Se acaso for assassinada por algum segurança do centro comercial, vemos isto

    Mas, conservadores valorizam a vida. A liberdade individual ( a própria) deve ser Conservada acima de tudo.

    Os outros são mais, merecem o mal...a mim o bem.


    Nota: não espero ser entendido, pois era necessário compreender as contradições humanas.

    Ainda bem que escreveu a ultima linha.
    Refutar bosta e mais bosta que você posta cansa.
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.