A força e fraqueza do Ocidente

A Pandemia atingiu com maior força o Ocidente, por ser terra de liberdade e excesso de individualismo progressista.

Alternativa é o modelo asiático, seja na sua forma ditatorial ou liberal.


Prefiro muito mais o nosso modelo Ocidental.

Comentários

  • editado November 18
    PugII escreveu: »
    excesso de individualismo progressista
    Heinnn???

  • Senhor escreveu: »
    PugII escreveu: »
    excesso de individualismo progressista
    Heinnn???

    Não me pergunte de onde ele tira isso.
  • editado November 18
    .
    Senhor escreveu: »
    PugII escreveu: »
    excesso de individualismo progressista
    Heinnn???

    É a minha fórmula subtil para dar conta da degeneração no Ocidente, causada por feminismo/ interseccionalidade*

    *a ideia até é boa, mas muito mal usada.
  • editado November 18
    o respeito da individualidade, no Ocidente, é algo bom. Todavia, isto trouxe consigo muitas ideias degradantes como aceitáveis.

    Num modo breve: a cada dia, maior é a minha repulsa pelas ideias progressistas na moda.

    Detesto um Trump, Bolsonaro e extrema direita. Igualmente detestável a nova esquerda.

    Sinto-me deslocado de todos os lados, por defender: história/tradição, moral conservadora (mas liberal).

    Moral conservadora liberal é um pouco como a laicidade, espaço para as pessoas serem o que desejam dentro de limites.
    Ser homossexual não tem problema, mas será necessário fazer disto um combate ( pela visibilidade)?

    Ou seja, recuperar o hábito de sobriedade, de um tempo no qual as pessoas tinham vida privada.
  • editado November 18
    Progressismo não tem nada a ver com individualisno, é só um(tipo de) manadismo.
  • Senhor escreveu: »
    Progressismo não tem nada a ver com individualisno, é só um(tipo de) manadismo.

    Progressismo é mais coletivismo.
  • Percival escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    Progressismo não tem nada a ver com individualisno, é só um(tipo de) manadismo.

    Progressismo é mais coletivismo.
    É. É isso aí...

  • Senhor escreveu: »
    Progressismo não tem nada a ver com individualisno, é só um(tipo de) manadismo.

    Segundo quem?

    Os direitos e garantias individuais...progressistas que garantem o direito de cada um ter o seu próprio género.

    Creio que é compreensível, basta pensar um pouco diferente da "norma".
  • editado November 18
    PugII escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    Progressismo não tem nada a ver com individualisno, é só um(tipo de) manadismo.

    Segundo quem?

    Os direitos e garantias individuais...progressistas que garantem o direito de cada um ter o seu próprio género.

    Creio que é compreensível, basta pensar um pouco diferente da "norma".

    1 - Já existe a institucionalidade da Declaração Universal dos Direitos Humanos para as garantias fundamentais do indivíduo. Essa garantia de ter um gênero é uma redundância, e que na prática descriminaliza o crime de falsidade ideológica.

    2 - Não existe gênero(para fins legais) e sim sexo. Gênero é subjetivo.



  • PugII escreveu: »
    Senhor escreveu: »
    Progressismo não tem nada a ver com individualisno, é só um(tipo de) manadismo.

    Segundo quem?

    Os direitos e garantias individuais...progressistas que garantem o direito de cada um ter o seu próprio género.

    Creio que é compreensível, basta pensar um pouco diferente da "norma".

    Politicas populista com base no coletivismo militante dos LGBTQ+
  • editado November 18
    Comparação Brasil X Rolhogal em múltiplos de 10.

    Brasil mais de 2x mais novo.

    Brasil mais de 20x mais população.

    Brasil mais de 200x mais de área

    Brasil mais de 2.000x mais estratificação sócioeconomica.

    Brasil mais de 20.000x mais vias públicas.

    http://www.pudim.com.br/
  • editado November 19
    Brasil fala português - cheque mate

    A bem dizer, comparar países é uma tontice de brasileiros.

    Brasil é uma Nação grandiosa, amada, por qualquer português inteligente.

    Portugal para um brasileiro esquerdista é lixo, afinal a culpa da miséria no Brasil é do colonialismo.

    Em suma, vão-se catar bando de esquerdopatas.
  • PugII escreveu: »

    A bem dizer, comparar países é uma tontice de brasileiros.

    A rainha da comparação é você, amor. Quer dizer que só as portuguesas tem lugar de fala?

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.