Uma série de coincidências fizeram com que Hitler sobrevivesse à explosão da bomba de Stauffenberg

editado January 5 em Religião é veneno
Por ter adiantado o horário da reunião em meia hora, impedindo que Stauffenberg armasse as duas bombas;

O local da reunião, que foi feito em uma cabana em vez de um bunker como era feito por dois anos e até seis meses antes,na cabana com as janelas abertas a energia liberada pôde escapar para o espaço aberto, se fosse no bunker de concreto fechado como sempre, a bomba incineraria todos na sala;

O posicionamento da bomba, quando Heinz Brandt põe a pasta no outro pé da mesa de carvalho, um pesado pedaço de madeira maciça poderia ter saltado com a explosão esbarrando em Hitler, algo que mais em vez ajudou a salvar sua vida, atenuando a explosão;

Poucos segundos antes da explosão, um detalhe no mapa em cima da mesa chama a atenção de Hitler, ele se inclina sobre a mesa para analisá-lo, sendo protegido pelo corpo de Heusinger;

Porém todos esses fatores, de nada adiantariam, se Stauffenberg não tivesse cometido um erro cabal, quando em pânico, deixou de colocar a bomba desarmada na pasta junto com a armada, uma vez que quando a primeira explodisse, a segunda também explodiria, na chamada “explosão empática”, matando todos no local.

Comentários

  • Não vejo muita gente dizendo isto, mas talvez tenha sido melhor assim.
    Se Hitler tivesse morrido no atentado de Julho de 1944, os Nazistas alimentariam a versão de que a Alemanha perdeu a Guerra por conta desta traição e tentariam transformar está versão em um mito que permitisse a sobrevivência de sua ideologia assassina após a Guerra.
    Vivo, Hitler liderou a Alemanha para a derrota e destruição total.
    Morreram mais alemães de Julho de 1944 a abril de 1945 do que nos cinco anos anteriores de guerra, no período as cidades alemãs viraram escombros, a ruína moral do povo alemão foi exibida para mundo e para os próprios alemães, obrigados pelos aliados a testemunhar o horror dos Campos de Extermínio.
    E no fim, vieram os russos e... A coisa ficou pior ainda.
    Tudo isto aconteceu sob a batuta de Hitler e por isto o Nazismo, como manipulação de massas, morreu com ele.
  • Acauan escreveu: »
    Não vejo muita gente dizendo isto, mas talvez tenha sido melhor assim.
    Se Hitler tivesse morrido, talvez um líder mais competente tivesse assumido.
    Não sei se ainda dava para reverter a situação, mas pode ser que a guerra tivesse durado muito mais.
  • editado January 5
    Se Hitler tivesse morrido, a Alemanha teria, quem sabe, negociado uma rendição condicional salvando boa parte dos nazistas.

    Mas eu acho que em 44 os aliados já sabiam que a vitória estava garantida.
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.