Ford fecha todas as suas fabricas no Brasil

«1

Comentários

  • É. É ford.
  • PQP...
    Vão fechar fábricas no Brasil e levar prá Argentina.
    Prá Argentina!!!
    Que qué isto, o Mundo do Super Homem Bizarro ou a América do Sul em algum universo paralelo de antimatéria???
    É quase o mesmo que você ligar no Jornal Nacional e ouvir que os habitantes da Flórida estão fugindo em balsas improvisadas para Cuba.
  • Sr. Acauan escreveu: »
    e levar prá Argentina.
    🤔 Que eu saiba não. Ali permanece a montagem da Ranger alinhada ao planejamento global.

  • Acauan escreveu: »
    PQP...
    Vão fechar fábricas no Brasil e levar prá Argentina.
    Prá Argentina!!!
    Que qué isto, o Mundo do Super Homem Bizarro ou a América do Sul em algum universo paralelo de antimatéria???
    É quase o mesmo que você ligar no Jornal Nacional e ouvir que os habitantes da Flórida estão fugindo em balsas improvisadas para Cuba.

    Eles já tinham fábricas lá, e tem incentivos para as manterem lá ao que parece.
  • Acauan escreveu: »
    PQP...
    Vão fechar fábricas no Brasil e levar prá Argentina.
    Prá Argentina!!!
    Que qué isto, o Mundo do Super Homem Bizarro ou a América do Sul em algum universo paralelo de antimatéria???
    É quase o mesmo que você ligar no Jornal Nacional e ouvir que os habitantes da Flórida estão fugindo em balsas improvisadas para Cuba.

    A carraro deixou a planta do RS e irá centralizar a sua produção na argentina.
    mas a fabrica deles da argentina é bem mais antiga

    https://www.carraro.com/en
  • ENCOSTO escreveu: »
    A carraro deixou a planta do RS e irá centralizar a sua produção na argentina.
    mas a fabrica deles da argentina é bem mais antiga.

    Aqui no ABC, por muito tempo as fábricas de automóveis da Argentina só eram citadas em tom de piada...

  • Opinião
    A saída da Ford do Brasil e o que, mais uma vez, a “mídia do ódio” omite
    12/01/2021 às 07:34

    16562 Compartilharam isso

    NÃO É NO BRASIL. Muito menos é culpa do governo.

    A decisão de encerrar a produção de veículos de passeio É GLOBAL e já foi tomada há DOIS ANOS.

    É um raciocínio simples.

    A montadora americana reina absoluta entre as picapes e utilitários. A "F-Series" é um fenômeno comercial e há vários anos emplaca a menor caminhonete da linha, a F-150, como o veículo mais vendido dos EUA.

    Com os veículos leves, porém, a história não se repete. Além de não serem os modelos preferidos nas Terras do Tio Sam, vêm sofrendo fortíssima concorrência das montadoras europeias e asiáticas.

    Na Europa, de onde vêm a maioria dos projetos da montadora que são comercializados no Brasil (ou vocês imaginam um "red neck" do Colorado dirigindo um Ka?), a situação é ainda pior.

    Dinamarca, Noruega, França, Espanha, Alemanha e Reino Unido já anunciaram a proibição da venda de carros a combustão em um futuro próximo. A intenção da UE é estender a proibição para todos os países do continente, até 2040.

    Ou seja: Em vez de fazer investimentos multimilionários, como a Volvo, que está investindo mais de 800 milhões de Euros no desenvolvimento de carros elétricos, a marca do oval azul resolveu apostar no seu know-how e restringir suas operações ao que faz muito bem: Caminhonetes, SUVs e o lendário Mustang.

    Os "emocionados" jornalistas brasileiros rapidamente se uniram em coro para criticar as políticas econômicas do governo e responsabilizar Bolsonaro e Paulo Guedes pelo encerramento da produção no Brasil. Mas, mais uma vez, é a grande mídia escondendo fatos e disseminando desinformação.

    A verdade é que não é nada pessoal. Sorry, dear friends!

    https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/26115/a-saida-da-ford-do-brasil-e-o-que-mais-uma-vez-a-midia-do-odio-omite?fbclid=IwAR1PAU-PdNVBnBAcK-NDxtZbv-3Vbp6WYcEUgdRqEQVN1XUYb8H2Jw19MBs


    Foi compartilhado pelo Olavo de Carvalho.

    Se for verdade, o Brasil já estaria ferrado de qualquer jeito, quem ficou sem os empregos fomos nós.
  • Quem aguenta 30% imposto nos carros, 27% no salarios ta muito dificil de sustentar esse governo
  • CRIATURO escreveu: »
    Quem aguenta 30% imposto nos carros, 27% no salarios ta muito dificil de sustentar esse governo

    Mas o imposto alto é o que defende o Boulos e seu notório saber sobre administração pública.
  • Me lembrou o pessoal malhando por que a Sony tinha tirado uma fábrica de TVs daqui também. Sendo que a empresa mundialmente perdeu muita força no segmento.
  • editado January 13
    Sr. CRIATURO escreveu: »
    Quem aguenta 30% imposto nos carros, 27% no salarios ta muito dificil de sustentar esse governo
    Sr. CRIATURO: perdoe-me tomar a liberdade de lhe perguntar: ¿é o Sr. o mesmo Sr. CRIATURO do pré Covid-19?
    Se lembra quando a gente discutia se □ têm 2 ou 3 dimensões;
    se o Lázaro morreu ou não;
    teve 1 acerca do Adão que não me lembro...
  • Gorducho escreveu: »
    Sr. CRIATURO escreveu: »
    Quem aguenta 30% imposto nos carros, 27% no salarios ta muito dificil de sustentar esse governo
    Sr. CRIATURO, perdoe-me tomar a liberdade de lhe perguntar, + o Sr. é o mesmo Sr. CRIATURO do pré Covid-19?

    =) =) =)
  • Evoluiu.
  • Percival escreveu: »
    Evoluiu.

    Mas não tem 15 dias que ele tava falando bem do Boulos. Criaturo tá bipolar então.
  • Judas escreveu: »
    Percival escreveu: »
    Evoluiu.

    Mas não tem 15 dias que ele tava falando bem do Boulos. Criaturo tá bipolar então.
    Polipolar. Eu já disse que o Criaturo cisma com algo e cria uma narrativa pra justificar.
  • Gorducho escreveu: »
    Sr. CRIATURO escreveu: »
    Quem aguenta 30% imposto nos carros, 27% no salarios ta muito dificil de sustentar esse governo
    Sr. CRIATURO: perdoe-me tomar a liberdade de lhe perguntar: ¿é o Sr. o mesmo Sr. CRIATURO do pré Covid-19?
    Se lembra quando a gente discutia se □ têm 2 ou 3 dimensões;
    se o Lázaro morreu ou não;
    teve 1 acerca do Adão que não me lembro...

    Sou eu mesmo o original
  • Senhor escreveu: »
    Judas escreveu: »
    Percival escreveu: »
    Evoluiu.

    Mas não tem 15 dias que ele tava falando bem do Boulos. Criaturo tá bipolar então.
    Polipolar. Eu já disse que o Criaturo cisma com algo e cria uma narrativa pra justificar.

    Ele vive de momento, coisa típica de quem ficou preso na 4 camada.

  • A Ford começou seu declinio com os carros feios do anos 90. Lembro do Taurus aqui no Brasil que era feio pra caralho. Nunca andei num. A mecanica provavelmente era otima pois era inclusive o "carro da policia" nos eua, com o seu taurus intercept.

    O pessoal não quer saber só de mecanica. Beleza estetica é fundamental.

    Quem se safa desse requisito é a VW. Vai colocando seus voyages maiores ou menores e o publico compra.

    Até eu.

  • Mais uma vez a esquerda totalitária tentando nos empurrar seu doublethink.
    Gente como Boulos, para quem as corporações multinacionais sugam o sangue dos brasileiros e mandam para os imperialistas do norte usarem em algum tipo de Sabbath das Feiticeiras do Capitalismo.
    É este tipo de gente que aparece todo dodózinho lamentando a partida do explorador malvadão.
    Sem falar da turma que sempre reclamou que as grandes corporações são taxadas de menos, que o Fisco Brasileiro dá muita moleza pros gringos quando enfia a faca neles, agora ensinando que a política econômica é assim e devia ser assado.
  • editado January 13
    Visitei a fábrica da Ford em São Bernardo algumas vezes.
    Lembro dos tempos em que era impossível andar em linha reta pelos corredores, dada a multidão que circulava prá lá e prá cá.
    Na minha última estada, e isto faz tempo, dava prá ouvir o cri-cri dos grilos nos pavilhões vazios, como nos desenhos animados.
    O silêncio gritava uma verdade óbvia que ninguém queria ouvir: Detroit se repete.

    A chamada Capital Mundial do Automóvel teve seu ciclo de ascensão, apogeu, decadência e morte.
    Se aconteceu lá...
    Moro há algumas quadras da sede da General Motors do Brasil.
    Uma fábrica com quase 100 anos.
    Não é hipérbole, não, a instalação é quase centenária mesmo.

    Não surpreende que uma montadora tenha ido embora.
    Surpreende que as outras continuem aqui operando fábricas enormes, velhas, obsoletas e custosas, mesmo depois de reformadas mil vezes.

    Só continuo não entendendo porque fecharam aqui e pouparam a fábrica argentina.
  • Acauan escreveu: »
    Não surpreende que uma montadora tenha ido embora.
    Surpreende que as outras continuem aqui operando fábricas enormes, velhas, obsoletas e custosas, mesmo depois de reformadas mil vezes.
    Consumidor brasileiro aceita pagar uma fortuna por carros de quinta categoria, concorrência externa que melhoraria esse cenário é vedada por uma carga tributária insana sobre veículos importados.

    Esse vídeo já pode ser considerado jurássico em termos de internet mas as coisas não mudaram muito desde então:

    É assim que fábricas obsoletas e custosas continuam operando.

  • editado January 13
    Sem contar que existem muitas reclamações do suporte aos veículos da montadora. Principalmente no quesito pós venda.
  • Cameron escreveu: »
    Consumidor brasileiro aceita pagar uma fortuna por carros de quinta categoria, concorrência externa que melhoraria esse cenário é vedada por uma carga tributária insana sobre veículos importados.
    Esse vídeo já pode ser considerado jurássico em termos de internet mas as coisas não mudaram muito desde então:
    É assim que fábricas obsoletas e custosas continuam operando.

    Exatamente!
    O problema é que um dia a fatura chega.
    Como no caso de Detroit que se acostumou com a vida no Bem Bão do pós-guerra e levou uma rasteira dos japoneses.
    Aqui, tão caindo de podres, mesmo.
  • Cameron escreveu: »
    Esse vídeo já pode ser considerado jurássico em termos de internet mas as coisas não mudaram muito desde então:

    Ouvi muita gente repetindo que o VW Brasília foi tirado de linha porque era um projeto genuinamente brasileiro e por conta disto não pagava royalties para a matriz alemã.
    Sério... tinha gente que sentia orgulho nacionalista do VW Brasília, aquela aberração motorizada.
  • editado January 13
    Sr. Acauan escreveu: »
    Só continuo não entendendo porque fecharam aqui e pouparam a fábrica argentina.
    Já lhe disse: porque está configurada prá fabricação das Ranger.
    Alinhada com a estratégia mundial de focar em SUVs.
    QUE EU SAIBA, até onde sei é por isso.

  • Teve a Variant também, "o mais evoluído derivado do Fusca " segundo a Wiki

    Volkswagen Variant II
    Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.



    Visão Geral
    Produção 1978 - 1981
    Fabricante Volkswagen
    Modelo
    Classe médio
    Carroceria Perua
    Ficha técnica
    Motor 1,6 traseiro, 4 cilindros, boxer, refrigeração a ar, 1584 cm³, 2 carburadores de corpo simples
    Transmissão manual de 4 velocidades
    Modelos relacionados Volkswagen Brasília
    Dimensões
    Comprimento 4326 mm
    Largura 1630 mm
    Altura 1430 mm
    Consumo 12,3 km/l
    Cronologia
    Volkswagen Variant



    Lançada em 1977, a segunda geração da Variant foi um produto exclusivamente brasileiro. Durou apenas três anos no mercado, mas ficou marcado como o mais evoluído derivado do Fusca, principalmente no que se refere aos aspectos técnicos.

    A começar pela suspensão dianteira, que utilizava o moderno sistema McPherson, substituindo o tradicional corpo de eixo duplo com com feixes de lâmina de torção e braços arrastados superpostos, adotado em toda a linha VW a ar. Na traseira, mantiveram-se as barras de torção, mas a geometria mudou totalmente, saindo o envelhecido semieixo oscilante para dar lugar ao mais eficiente braço semiarrastado. O "facão" continuou, mas apenas como elemento de ligação de cada braço à sua barra de torção.

    Outra novidade era a nova distância entre-eixos, aumentada em 9,5 centímetros. mesmo assim, a Variant II era apenas 1,5 centímetros mais longa que a primeira geração do modelo. Porém, devido aos balanços mais curtos, bem como a maior área envidraçada de suas linhas retas e angulosas (típicas da época, inspiradas na Brasília e no Passat), a "nova" Variant passava a sensação de ser consideravelmente maior se comparada ao modelo que sucedeu.

    Definida internamente como modelo "301", a Variant II foi um projeto desenvolvido totalmente pela engenharia da empresa no Brasil. Lançada em setembro de 1977, como modelo 1978, ficou popularmente conhecida como "Variantão", recebendo até mesmo apelido maldoso de "Sapatão" devido a semelhança com o VW Brasília.

    Do VW Brasília inclusive foram aproveitadas várias partes, dentro da filosofia da Volkswagen de reduzir seus custos de produção. A Variant II usa do VW Brasília as mesmas portas laterais, parachoque traseiro, faróis e lanternas traseiras, indicadores direcionais dianteiros, parabrisas dianteiro, além de uma série de pequenos detalhes internos de acabamento.
  • ENCOSTO escreveu: »
    A Ford começou seu declinio com os carros feios do anos 90. Lembro do Taurus aqui no Brasil que era feio pra caralho. Nunca andei num. A mecanica provavelmente era otima pois era inclusive o "carro da policia" nos eua, com o seu taurus intercept.

    O pessoal não quer saber só de mecanica. Beleza estetica é fundamental.

    Quem se safa desse requisito é a VW. Vai colocando seus voyages maiores ou menores e o publico compra.

    Até eu.

    O último acerto da Ford foi a primeira geração do Fusion. Este era bonito.
    Mas há muito tempo os carros estão bem chatos e praticamente idênticos uns aos outros.

    Alguns acertam no visual e vendem bem.
    A Fiat teve Tempra, Stilo e o Coupé desenhado pelo lendário estúdio Pininfarina.
    Chevrolet botou o Gol caixa no chinelo com o Kadett GS que era lindo pra época, tinha luz de neblina atrás e entradas de ar no capô. Teve o Omega, o Calibra e o Tigra.

    Mas a maioria dos carros são mesmo chatos de visual ou horríveis.
  • Pininfarina desenhou uma porrada de Ferraris entre outros muitos carros maravilhosos.
    A pedra no sapato deles é o Alfa Romeo 164 que vendeu bastante no Brasil. Eu acho bonito mas acho que sou minoria
    492054428916542.jpg
    164-v6-turbo-1.jpg

  • editado January 13
    Eu gostava do Brasilia. É um carro bonito, com personalidade própria. O único porém é a altura interna, algo aliás, que só recentemente começaram a melhorar.
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.