Religião do nosso futuro presidento

Comentários

  • Brasileiros sempre misturaram as religiões. O problema é que, lá pelos anos 70, vieram os pentecostais com seus fanatismos e radicalismos.

    Lembro da Eva Todor, judia, dizendo que a família dela dava doces de Cosme e Damião.

    E era muito normal ir à missa de manhã e ao terreiro de macumba ou centro espírita à noite.
  • editado January 28
    Fernando_Silva escreveu: »
    Brasileiros sempre misturaram as religiões. O problema é que, lá pelos anos 70, vieram os pentecostais com seus fanatismos e radicalismos.
    Por ironia, estes neopentecostais se tornariam os encenadores dos sincretismos mais bizarros já vistos.
    Chegaram a coisas antes só vistas em programas de humorismo, naquelas sátiras caricatas, como juntar ritos e símbolos evangélicos, judaicos e umbandistas num mesmo cerimonial e chamar aquilo de culto cristão.

    Quem viu Edir Macedo fantasiado de rabino prometendo descarrego em nome de Jesus não tem como desver....
  • IURD desde sempre colocou rituais que pareciam algo oriundo de templos de umbanda adaptados ao modus operandi cristão.

    Agora atacam com aquela filha dele e o genro de conselheiros amorosos.
  • editado January 28
    Percival escreveu: »
    IURD desde sempre colocou rituais que pareciam algo oriundo de templos de umbanda adaptados ao modus operandi cristão.
    Certa época os ... "pastores"... da Universal foram chamados a ... "pregar" ... vestidos totalmente de branco, no melhor estilo Pai de Santo de periferia.
    Só faltava o colar de búzios.
    Aqueles pilantras são tão caras-de-pau que tentaram justificar ... "biblicamente" ... o uso de um termo obviamente sincrético como descarrêgo citando Mateus 11, na passagem em que Cristo fala que aliviará os sobrecarregados, daí descarrêgo.
    Só que a tradução mór da Bíblia para os pentecostais brasileiros sempre foi a Almeida Corrigida, e não é isto que tá escrito lá.
    E mesmo que estivesse, caras-de-pau.
  • Meu sogro é ex pastor da IURD, imagina a volta que ele dá pra explicar o dízimo.
  • Acauan escreveu: »
    Percival escreveu: »
    IURD desde sempre colocou rituais que pareciam algo oriundo de templos de umbanda adaptados ao modus operandi cristão.
    Certa época os ... "pastores"... da Universal foram chamados a ... "pregar" ... vestidos totalmente de branco, no melhor estilo Pai de Santo de periferia.
    Só faltava o colar de búzios.
    Tinha até (ou ainda tem?) uma "mesa branca", com pastores vestidos de branco atendendo como se fossem pais-de-santo.
  • editado January 29
    Percival escreveu: »
    Meu sogro é ex pastor da IURD, imagina a volta que ele dá pra explicar o dízimo.
    Tá aí uma coisa muito interessante.
    Ninguém no meu convívio próximo é ligado à IURD ou, ao menos, admite sê-lo.
    Prá mim, que só conhece aquela turma pelas suas manifestações na TV e o que se pode ler sobre, é como se fossem um bando de ET's, tão estranhos que me parecem.
    Ter alguém na família que traga este convívio deve ser uma experiência, digamos, curiosa.
  • editado January 29
    Fernando_Silva escreveu: »
    Tinha até (ou ainda tem?) uma "mesa branca", com pastores vestidos de branco atendendo como se fossem pais-de-santo.

    A IURD passou da época em que eram caricaturas de terreiro de Umbanda para época em que se tornaram caricaturas de sinagogas.

  • Acauan escreveu: »
    Fernando_Silva escreveu: »
    Tinha até (ou ainda tem?) uma "mesa branca", com pastores vestidos de branco atendendo como se fossem pais-de-santo.
    A IURD passou da época em que eram caricaturas de terreiro de Umbanda para época em que se tornaram caricaturas de sinagogas.
    Inaugura%C3%A7%C3%A3o-do-Templo-de-Salom%C3%A3o-31-08-2014.jpg?fit=900%2C600&ssl=1
    EDIRMACEDO.jpg

  • editado January 29
    A primeira vez que vi o Edir Macedo de talit e kipa eu pensei, endoidou de vez.
    Teve quem negasse, alegando que fosse outro truque prá ganhar dinheiro, mas eu duvido que se fantasiar de rabino acrescentasse alguma coisa às já lendárias habilidades do ... "bispo" ... no quesito.
    Aí o cara me constrói aquela monstruosidade do Templo de Salomão.
    Alívio meu nunca ter passado em frente e visto aquilo em três dimensões.
    Menos mal que tá num ponto bem feinho da cidade, mas a monstruosidade não ajudou em nada a arquitetura local.
  • Acauan escreveu: »
    Percival escreveu: »
    Meu sogro é ex pastor da IURD, imagina a volta que ele dá pra explicar o dízimo.
    Tá aí uma coisa muito interessante.
    Ninguém no meu convívio próximo é ligado à IURD ou, ao menos, admite sê-lo.
    Prá mim, que só conhece aquela turma pelas suas manifestações na TV e o que se pode ler sobre, é como se fossem um bando de ET's, tão estranhos que me parecem.
    Ter alguém na família que traga este convívio deve ser uma experiência, digamos, curiosa.

    É bem curioso, até porque boa parte da família dela por parte de pai é católica.
  • editado January 29
    Pra mim o negócio mais escalafobético do crentelismo é essa coisa de untar em nome de Jesus. Não tem base um trem desse não.
  • editado January 29
    Percival escreveu: »
    IURD desde sempre colocou rituais que pareciam algo oriundo de templos de umbanda adaptados ao modus operandi cristão.

    Agora atacam com aquela filha dele e o genro de conselheiros amorosos.

    Mas na igreja católica também tem uns casais que são tipo referencia para a comunidade: Vão na igreja, são os que tocam os "clubinhos vocacionais", dão as aulas de catequese e crisma, ajudam no culto... E todos eles tem relacionamentos complicados.

    Um catolicão praticantão pra caralho aqui da comunidade da "minha" igreja se ferrou quando descobriram que ele mantinha uma segunda familia ha anos. O cara era praticamente casado com duas mulheres que não se conheciam. Ele se separou e o casal sumiu do mapa.

    A esposa dele era bem bonitinha. Coitada. Deve ter se matado.

  • Percival escreveu: »
    É bem curioso, até porque boa parte da família dela por parte de pai é católica.
    A maioria dos neopentecostais são católicos desviados.
  • ENCOSTO escreveu: »
    Mas na igreja católica também tem uns casais que são tipo referencia para a comunidade: Vão na igreja, são os que tocam os "clubinhos vocacionais", dão as aulas de catequese e crisma, ajudam no culto... E todos eles tem relacionamentos complicados.

    É o que perco só indo à Igreja nas ocasiões sociais, casamentos, batizados, ... , e acho que é só.
  • ENCOSTO escreveu: »
    Percival escreveu: »
    IURD desde sempre colocou rituais que pareciam algo oriundo de templos de umbanda adaptados ao modus operandi cristão.

    Agora atacam com aquela filha dele e o genro de conselheiros amorosos.

    Mas na igreja católica também tem uns casais que são tipo referencia para a comunidade: Vão na igreja, são os que tocam os "clubinhos vocacionais", dão as aulas de catequese e crisma, ajudam no culto... E todos eles tem relacionamentos complicados.

    Um catolicão praticantão pra caralho aqui da comunidade da "minha" igreja se ferrou quando descobriram que ele mantinha uma segunda familia ha anos. O cara era praticamente casado com duas mulheres que não se conheciam. Ele se separou e o casal sumiu do mapa.

    A esposa dele era bem bonitinha. Coitada. Deve ter se matado.

    ECC : encontro de Casais Com Cristo. Os padrinhos do meu casamento são organizadores.
  • editado January 30
    Acauan escreveu: »
    A primeira vez que vi o Edir Macedo de talit e kipa eu pensei, endoidou de vez.
    Falando em talit, os crentes agora tem a expressão "estar no manto", que significa estar possuído pela entidade Espírito Santo, rodando e batendo palmas.

    E muitos, como na Assembleia de Deus, botam um manto para ir lá na frente da igreja ler a Bíblia.
  • Acauan escreveu: »
    Percival escreveu: »
    É bem curioso, até porque boa parte da família dela por parte de pai é católica.
    A maioria dos neopentecostais são católicos desviados.
    Os cultos católicos são muito chatos e a comunidade é fria e distante, daí eles procuram algo mais animado onde eles se sintam mais bem acolhidos.

    Sem falar em que o catolicismo promete a felicidade após a morte, enquanto que os neopentecostais prometem tudo para o aqui e agora (mediante pagamento do dízimo).

  • Percival escreveu: »
    ECC : encontro de Casais Com Cristo. Os padrinhos do meu casamento são organizadores.
    Antigamente, os encontros aconteciam num salão da igreja, discretamente.
    Agora, por influência dos crentelhos, eles fazem um carnaval, com bastante barulho e em local visível.
  • O fanatismos é como uma substância que promove a assepsia no ambiente.
    Imagine um ímã que atrai pregos, limalhas e resíduos metálicos espalhados no chão de uma oficina e assim impede que os trabalhadores desavisados se machuquem.

    O fanatismo é como um ímã que atrai pessoas dominadas por certo distúrbio, e que tendem a exacerbações e conflitos.
    Voltados para a religião e possuídos por suas doutrinas tornam-se prosélitos fiéis e pacificados, dissipando suas energias nas expansões de sua fé.

    É claro que vestir o manto do fanatismo, também costuma trazer bons lucros para a causa.
  • Mas nem todo resíduo metálico é atraido por imãs só os de ferro.
  • Fernando_Silva escreveu: »
    Percival escreveu: »
    ECC : encontro de Casais Com Cristo. Os padrinhos do meu casamento são organizadores.
    Antigamente, os encontros aconteciam num salão da igreja, discretamente.
    Agora, por influência dos crentelhos, eles fazem um carnaval, com bastante barulho e em local visível.

    Aqui ainda é feito da mesma forma, somente há movimento nas festas dos santos. Mas vejo que esses grupos da igreja como pastorais sendo mais divulgados mesmo que internamente.
  • Saudações ENCOSTO

    Ele é universalista !!!

    "Universalismo é um conceito e um construto filosófico e teológico que advoga o ponto de algumas ideias terem aplicação ou aplicabilidade universal. Uma comunidade que se chama a si própria universalista pode enfatizar os princípios universais da maioria das religiões e aceitar outras religiões de uma forma inclusiva, a crença universal de reconciliação entre a humanidade e o divino. Algumas formas de religiões Abraâmicas reivindicam o valor universal de sua doutrina e dos seus princípios morais, e, assim, "sentem-se incluídos".

    Universalismo Cristão é centrado na ideia fundamental de Reconciliação Universal, também conhecida como a Salvação Universal — a doutrina de que toda alma humana é chamada a reconciliar-se com Deus, por causa do Seu divino amor e misericórdia.[1]

    Universalismo Unitarista propõe que religião é uma qualidade humana universal, e, assim, centra-se nos princípios universais da maioria das religiões conhecidas. Nessa perspectiva, ele aceita todas as religiões, de uma forma praticamente todo inclusiva."

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Universalismo


    [Fraternos]
  • A Igreja Católica acredita que é o instrumento da redenção de todos os homens e o sacramento universal da salvação.[243] Por isso, a Igreja Católica ensina que fora da Igreja não há salvação. Esse ensinamento remonta aos primeiros séculos do Cristianismo, sendo já refletido por vários Padres da Igreja, como Santo Agostinho e São Cipriano.[244]. O Papa Pio IX (1846-1878) salientou também que:
    “Fora da Igreja Apostólica Romana ninguém pode salvar-se."
    [...]
    Em relação aos bebés e crianças mortas sem batismo, a Igreja tem esperança de que eles possam ser salvos,[248] por isso, na sua liturgia, confia-as à infinita bondade de Deus.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Doutrina_da_Igreja_Católica
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.