Pergunta ao Pugll e a quem mais possa interessar

Como estaria hoje o Brasil sem Portugal e como estaria hoje Portugal sem o Brasil?
«134

Comentários

  • editado April 22
    CRIATURO escreveu: »
    Como estaria hoje o Brasil sem Portugal e como estaria hoje Portugal sem o Brasil?

    O Brasil sem Portugal, com os holandeses, talvez teria se tornado uma África do Sul gigante. Já Portugal, sei lá, acho que estaria igual, um país atrasado que só é desenvolvido, um pouco, porque está na Europa.
  • editado April 22
    CRIATURO escreveu: »
    Como estaria hoje o Brasil sem Portugal e como estaria hoje Portugal sem o Brasil?

    Brasil não existiria ou seria tal e qual o Suriname, diga-se, em certa medida nem se diferencia muito desse país.


    Portugal estaria muito bem, pois existia antes de ter criado o Brasil e continua a existir depois de os ter soltado.
    Certamente, Portugal viu o caos da sua colónia, preferiu deixar entregue a um filho que se fez imperador - assim, podia focar-se no seu centro. Viu-se, no entanto, que esta intenção apenas atrasou o inevitável: Brasil incapaz de se tornar adulto.
  • PugII escreveu: »

    Portugal estaria muito bem, pois existia antes de ter criado o Brasil e continua a existir depois de os ter soltado.

    Esse é o grande problema de Portugal: Nunca conseguiu se preocupar além de simplesmente existir: Durante toda sua História sempre foi pressionado por Inglaterra, França, Espanha... nunca se destacou além do pioneirismo da colonização da america latina. Tomou proveito quando o resto da Europa dava maior importancia a conquista do Oriente (muito mais complexo e dificil por sinal).

    O Brasil, sem Portugal, não existiria. Nosso território estaria hoje dividido em varias nações independentes, como é hoje a america espanhola. Se seria melhor ou pior? Não sei. melhor para alguns e pior para outros estados e regiões.

  • editado April 22
    O grande trunfo portugues foi a aliança militar com a Inglaterra. Conseguiu viver debaixo das azas do Reino Unido durante os periodos mais turbulentos.

    Em troca, tem apenas a sua posição estrategica para oferecer, incluindo suas ilhas no Atlantico.

    Alias, sua unica importancia na segunda guerra foi abrir as porteiras do seu territorio. E se não tivesse aberto seria varrido do mapa como uma titica de mosca pelos aliados.
  • ENCOSTO escreveu: »
    PugII escreveu: »

    Portugal estaria muito bem, pois existia antes de ter criado o Brasil e continua a existir depois de os ter soltado.

    Esse é o grande problema de Portugal: Nunca conseguiu se preocupar além de simplesmente existir: Durante toda sua História sempre foi pressionado por Inglaterra, França, Espanha... nunca se destacou além do pioneirismo da colonização da america latina. Tomou proveito quando o resto da Europa dava maior importancia a conquista do Oriente (muito mais complexo e dificil por sinal).

    O Brasil, sem Portugal, não existiria. Nosso território estaria hoje dividido em varias nações independentes, como é hoje a america espanhola. Se seria melhor ou pior? Não sei. melhor para alguns e pior para outros estados e regiões.

    Hilariante.

    A Europa estava ocupada a conquistar o Oriente, bem mais difícil.

    Se querer João Carlos falou: Portugal estava empenhado na conquista do Oriente (descoberta do caminho marítimo para a Índia).
    Fazendo conquistas por todo o índico.

    Para alguns, Portugal foi os EUA da época, dominador dos mares, impunha pela força as rotas comerciais...

  • editado April 22
    Impunha nada, eram rotas alternativas que no momento em que se tornavam importantes iam sendo cedidas um a uma a quem quisesse obtê-las. Portugal só era bom em dominar quem só tinha paus e pedras e andava nu.
  • Sim, os portugueses só lutavam contra povos com paus e pedras, tais como os otomanos que cercaram duas vezes Viena e dominaram parte da Europa até nunca mais saírem da capital do império romano do Oriente. Este povo que conquistou a joia do Ocidente (Constantinopla).

    Ser português é ter orgulho da história na sua totalidade, mesmo se hoje em dia há por aí uns idiotas a querer "cancelar" a mesma.





  • PugII escreveu: »

    Para alguns, Portugal foi os EUA da época, dominador dos mares, impunha pela força as rotas comerciais...

    Portugal dominava povos cujas armas eram paus e pedras.
  • Senhor escreveu: »
    Impunha nada, eram rotas alternativas que no momento em que se tornavam importantes iam sendo cedidas um a uma a quem quisesse obtê-las. Portugal só era bom em dominar quem só tinha paus e pedras e andava nu.

    bah nem li essa resposta antes de escrever a minha. Que coisa.
  • Portugueses simples do século XX
    Herói na primeira guerra mundial:


    Para os judeus, um justo...


  • Portugal sempre estará bem, desde que não esqueça de onde vem...
  • PugII escreveu: »

    Para alguns, Portugal foi os EUA da época, dominador dos mares, impunha pela força as rotas comerciais...
    Concordo. Na época os EUA estavam na idade da pedra lascada.
  • editado April 22
    Salgueiro Maia, a recordar nesta semana da comemoração de mais um 25 de Abril.






    Nota: por motivo familiar, sinto respeito e admiração pela dignidade como Marcelo Caetano partiu de Portugal, exilando-se na ex-colónia portuguesa na América do Sul.


  • O tópico ganhou uma vida que lhe é própria - Portugal sempre!
  • editado April 22
    Meu nome foi homenagem a um navegador português, parece que ele fazia parte da tripulação do Vasco da Gama.
  • Volpiceli escreveu: »
    CRIATURO escreveu: »
    Como estaria hoje o Brasil sem Portugal e como estaria hoje Portugal sem o Brasil?

    O Brasil sem Portugal, com os holandeses, talvez teria se tornado uma África do Sul gigante. Já Portugal, sei lá, acho que estaria igual, um país atrasado que só é desenvolvido, um pouco, porque está na Europa.
    o ideal teria sido permanecer livre, andando pelado preservando e curtindo a natureza, mas o homem branco tinha que vir aqui cagar nos rios.
  • CRIATURO escreveu: »
    Volpiceli escreveu: »
    CRIATURO escreveu: »
    Como estaria hoje o Brasil sem Portugal e como estaria hoje Portugal sem o Brasil?

    O Brasil sem Portugal, com os holandeses, talvez teria se tornado uma África do Sul gigante. Já Portugal, sei lá, acho que estaria igual, um país atrasado que só é desenvolvido, um pouco, porque está na Europa.
    o ideal teria sido permanecer livre, andando pelado preservando e curtindo a natureza, mas o homem branco tinha que vir aqui cagar nos rios.
    Racismo.

  • PugII escreveu: »
    CRIATURO escreveu: »
    Como estaria hoje o Brasil sem Portugal e como estaria hoje Portugal sem o Brasil?

    Brasil não existiria ou seria tal e qual o Suriname, diga-se, em certa medida nem se diferencia muito desse país.


    Portugal estaria muito bem, pois existia antes de ter criado o Brasil e continua a existir depois de os ter soltado.
    Certamente, Portugal viu o caos da sua colónia, preferiu deixar entregue a um filho que se fez imperador - assim, podia focar-se no seu centro. Viu-se, no entanto, que esta intenção apenas atrasou o inevitável: Brasil incapaz de se tornar adulto.
    o Cabral brasileiro descobriu o Rio de Janeiro e o Cabral português descobriu o Brasil.
    veja onde nos levou a catequese portuguesa, apropriação indevida de terras alheias, escravidão indígena, destruição do meio ambiente, crescimento insustentável.
    Não vejo com bons olhos a colonização portuguesa, de certo que exportaram para cá pessoas de mau caráter, fugitivos, ambiciosos que por certo andaram roubando do rei as riquezas naturais que os portugueses roubavam dos índios.
    imagino como não deve ter sido sacanas e sangrentas conquistas pessoais de terras por vassalos tentando se promover a senhores feudais, dai penso eu que herdamos toda malandragem da cultura portuguesa, pois fica difícil crer que tal cultura tenha vindo das suas inocentes vitimas indígenas.
    Que fique claro tratar-se de opinião achista no que posso estar equivocado, alem de não ter nada contra os portugueses atuais.

  • CRIATURO escreveu: »
    PugII escreveu: »
    CRIATURO escreveu: »
    Como estaria hoje o Brasil sem Portugal e como estaria hoje Portugal sem o Brasil?

    Brasil não existiria ou seria tal e qual o Suriname, diga-se, em certa medida nem se diferencia muito desse país.


    Portugal estaria muito bem, pois existia antes de ter criado o Brasil e continua a existir depois de os ter soltado.
    Certamente, Portugal viu o caos da sua colónia, preferiu deixar entregue a um filho que se fez imperador - assim, podia focar-se no seu centro. Viu-se, no entanto, que esta intenção apenas atrasou o inevitável: Brasil incapaz de se tornar adulto.
    o Cabral brasileiro descobriu o Rio de Janeiro e o Cabral português descobriu o Brasil.
    veja onde nos levou a catequese portuguesa, apropriação indevida de terras alheias, escravidão indígena, destruição do meio ambiente, crescimento insustentável.
    Não vejo com bons olhos a colonização portuguesa, de certo que exportaram para cá pessoas de mau caráter, fugitivos, ambiciosos que por certo andaram roubando do rei as riquezas naturais que os portugueses roubavam dos índios.
    imagino como não deve ter sido sacanas e sangrentas conquistas pessoais de terras por vassalos tentando se promover a senhores feudais, dai penso eu que herdamos toda malandragem da cultura portuguesa, pois fica difícil crer que tal cultura tenha vindo das suas inocentes vitimas indígenas.
    Que fique claro tratar-se de opinião achista no que posso estar equivocado, alem de não ter nada contra os portugueses atuais.


    Brasil será sempre insignificante no mundo, enquanto não se libertar desse modo de ver a sua história - quem não gosta de si mesmo, não tem o respeito dos outros.


    Portugal foi forjado pela espada, apesar de hoje haver uns idiotas a despreza a história, isto constitui a base de qualquer Nação. Ninguém existe por declaração de paz e amor eterna aos inimigos.

    Raramente, se constituiu uma Nação sem luta. Na história recente da Europa houve a separação da checoslováquia, pacificamente, uma das excepções à regra (embora, a história daquela região esteja cheia de sangue).

    Os gregos foram expulsos dos seus territórios ancestrais, ao ponto da terra de Tales ser hoje território turco - uma traição suprema à nossa herança clássica grega, permitir esta situação.


    Há imensos casos para contar: libertação do sul do Líbano pela resistência permanente ao invasor.
    Criação do Estado de Israel, apenas focados no seu objectivo, criar uma Nação para si sem piedade nenhuma pelos opositores.

    Pode não ser bonito de se ver, mas é parte fundadora de qualquer Nação a violência - o próprio humano existe na violência de se auto-colocar no mundo, exercendo a sua liberdade...
  • Os pobres índios viviam em paz e harmonia, incorruptos pela civilização (branca) - Rousseau manda abraços.

    Jamais na pré-história do Brasil houve saque, violência, matança e canibalismo - não, isso é importação dos brancos europeus.

    ----

    A sério, Brasil, este território que hoje é o Brasil, sem os europeus, certamente, seguindo o nível a que estavam na época e nas condições climáticas estariam que nem a Pápua Nova Guiné no século XX.

    Ou

    Seriam que nem o povo de Sentinela.
  • editado April 23
    PugII escreveu: »
    Os pobres índios viviam em paz e harmonia, incorruptos pela civilização (branca) - Rousseau manda abraços.

    Jamais na pré-história do Brasil houve saque, violência, matança e canibalismo - não, isso é importação dos brancos europeus.

    ----

    A sério, Brasil, este território que hoje é o Brasil, sem os europeus, certamente, seguindo o nível a que estavam na época e nas condições climáticas estariam que nem a Pápua Nova Guiné no século XX.

    Ou

    Seriam que nem o povo de Sentinela.
    Ah, para. O Brasil tem goiabas e muito Jurity.

  • PugII escreveu: »
    Os pobres índios viviam em paz e harmonia, incorruptos pela civilização (branca) - Rousseau manda abraços.

    Jamais na pré-história do Brasil houve saque, violência, matança e canibalismo - não, isso é importação dos brancos europeus.
    Na sociedade nativa brasileira, um homem se definia por seus feitos como guerreiro.
    Desde criança, um índio já se preparava para a guerra, começando por funções auxiliares até chegar a líder.
    Ninguém chegava a chefe de uma aldeia sem ter se destacado em combate.

    E isto não seria possível sem guerras. Se não havia um motivo, atacavam-se os vizinhos sem motivo mesmo.
  • Os colonizadores, inclusive Portugal, foram cruéis e cometeram muitas atrocidades em busca da fortuna. Mas, consta na história do Brasil, e da américa espanhola, anotada pelo historiador Eduardo Bueno, episódios de torturas perpetrados contra os silvícolas, e posteriormente contra os nativos, que duvidamos provir de mentes civilizadas.
    Na verdade não eram. Tratava-se apenas de portugueses e espanhóis.
  • editado April 24
    se portugal não tivesse feito um pé de meia suja com sangue nativo, hoje viveriam da exportação de pastel de belém
  • PugII escreveu: »
    Os pobres índios viviam em paz e harmonia, incorruptos pela civilização (branca) - Rousseau manda abraços.

    Jamais na pré-história do Brasil houve saque, violência, matança e canibalismo - não, isso é importação dos brancos europeus.

    Na verdade quando se fala em "índios" tem que tomar cuidado, pois esse nome genérico parece indicar que eram todos parecidos. Não eram. Cada tribo a sua cultura própria.

  • Os povos denominados pré colombianos - Maias, Astecas, Incas, Aimaras, etc. tinham construções de pedra, rodovias, já trabalhavam o cobre e suas ligas e ofereceram resistência ao domínio espanhol. Durante o período da colonização assimilaram hábitos e costumes do invasor, em grande medida o idioma, mas preservaram sua cultura; tanto que Evo Morales é Aimará.
    Enquanto os povos denominados pre cabralinos, particularmente o indígena brasileiro, que sem grande resistência se submeteu ao domínio do invasor, tem sua cultura em extinção.
    Os franceses e holandeses, e particularmente estes últimos promoveram razoável progresso durante sua ocupação.
    O holandês Henrique de Nassau é cultuado em Olinda e Recife como herói, por medidas sanitaristas e de urbanismo.

    Os portuguese no entanto...


  • editado April 24
    patolino escreveu: »
    Os franceses e holandeses, e particularmente estes últimos promoveram razoável progresso durante sua ocupação.
    O Brasil faz fronteira com a França (Guiana Francesa). Eles não são mais avançados que nós.
    Outras colônias francesas pelo mundo também não são de nível europeu.
    patolino escreveu: »
    O holandês Henrique de Nassau é cultuado em Olinda e Recife como herói, por medidas sanitaristas e de urbanismo.
    Se a coisa tivesse melhorado continuamente a partir daí, imagino que teríamos conseguido um nível europeu de civilização hoje em dia, mas isto é bem incerto. A África do Sul teve e tem sérios problemas.
    patolino escreveu: »
    Os portuguese no entanto...
    Deram origem a nós.
  • Não podemos achar que tudo que vem de portugal é ruim só porque o PUG é um idiota.
  • PugII escreveu: »
    Os pobres índios viviam em paz e harmonia, incorruptos pela civilização (branca) - Rousseau manda abraços.

    Jamais na pré-história do Brasil houve saque, violência, matança e canibalismo - não, isso é importação dos brancos europeus.

    ----

    A sério, Brasil, este território que hoje é o Brasil, sem os europeus, certamente, seguindo o nível a que estavam na época e nas condições climáticas estariam que nem a Pápua Nova Guiné no século XX.

    Ou

    Seriam que nem o povo de Sentinela.
    selvageria é o natural de selvagens, mas e os portugueses praticantes de selvagerias seriam o que "civilizados"?
  • editado April 24
    Fernando_Silva escreveu: »
    patolino escreveu: »
    Os franceses e holandeses, e particularmente estes últimos promoveram razoável progresso durante sua ocupação.
    O Brasil faz fronteira com a França (Guiana Francesa). Eles não são mais avançados que nós.
    Outras colônias francesas pelo mundo também não são de nível europeu.
    patolino escreveu: »
    O holandês Henrique de Nassau é cultuado em Olinda e Recife como herói, por medidas sanitaristas e de urbanismo.
    Se a coisa tivesse melhorado continuamente a partir daí, imagino que teríamos conseguido um nível europeu de civilização hoje em dia, mas isto é bem incerto. A África do Sul teve e tem sérios problemas.
    patolino escreveu: »
    Os portuguese no entanto...
    Deram origem a nós.
    Dessa forma, procurar por empregos na Guiana Francesa se mostra como uma boa alternativa.

    Ainda que a região Norte seja cheia de possibilidades, não podemos negar que a perspectiva de trabalhar no estrangeiro causa um pouco de euforia em alguns. A curta distância com o Amapá, então, deixa tudo ainda mais otimista.

    A Guiana Francesa é, na verdade, não um país, mas um departamento ultramarino da França. E a realidade da migração é tão grande, que, finalmente, em 2017, foi inaugurada a ponte que era tema de discussão, há anos, dos governos de ambos os lados. Isso tornou ainda mais concreto o objetivo de trabalhar fora.
    Por que procurar emprego na Guiana Francesa?
    São várias as vantagens de trabalhar fora do país. Observe alguns pontos!

    Melhoria na qualidade de vida
    Ao trabalhar na Guiana Francesa, temos acesso a produtos e bens estrangeiros, de grande qualidade. Somado a isso, existe o fato de os salários serem pagos em Euro, moeda bem mais forte que o Real. Tanto é que não são raras as pessoas determinadas a conseguir um emprego por lá, a fim de sustentar a família no Brasil.

    Mas, claro. Também há a possibilidade de não precisar ter toda essa responsabilidade e, então, reservar um dinheiro durante um tempo, a fim de investir em sonhos, como abrir um negócio ou fazer outras viagens.
    https://blog.faculdadedemacapa.com.br/guiana-francesa-empregos/
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.