Afeganistão - cemitério de impérios

20 anos depois...
«134

Comentários

  • O crime existe em todo o mundo, em todas as sociedades.
    Não há uma solução para acabar com ele. O combate terá que ser eterno.

    Da mesma forma, não há como acabar com fundamentalistas em definitivo.
    O combate terá que ser eterno.

    Acontece que nem todo mundo quer que os terroristas islâmicos sejam exterminados.
  • Os eua foram derrotados. Já assinaram até a rendição incondicional.
  • editado August 13
    Uma geração de afegãos nasceu sob dominio dos eua. Agora as mulheres em especial conhecerão o verdadeiro islamismo.
  • Episódios como esses me fazem perguntar se o maldito Saddam Russein era um mal menor e necessário...
  • Saddam Russein foi o grande pacificador do Iraque. Foi um erro derrubar ele.
  • Num futuro não muito distante, dirão o mesmo do Brasil após ser completamente tomado pelos evangélicos fundamentalistas.
    A ignorância mata e muito no Brasil...
  • Fernando_Silva escreveu: »
    O crime existe em todo o mundo, em todas as sociedades.
    Não há uma solução para acabar com ele. O combate terá que ser eterno.

    Da mesma forma, não há como acabar com fundamentalistas em definitivo.
    O combate terá que ser eterno.

    Acontece que nem todo mundo quer que os terroristas islâmicos sejam exterminados.

    Estratégia é tudo.

    Não se conquistam povos com bombas - simplesmente, não é possível.
    Há caminhos melhores, só que nos EUA não é fácil aplicar. Ver o modo como as pessoas reagem às vacinas diz tudo do buraco que aquilo é - embora, aparente ser outra coisa nos filmes.
  • PugII escreveu: »
    Há caminhos melhores, só que nos EUA não é fácil aplicar. Ver o modo como as pessoas reagem às vacinas diz tudo do buraco que aquilo é - embora, aparente ser outra coisa nos filmes.
    Se Trump tivesse defendido as vacinas, todo o Bible Belt já estaria vacinado.
    Seria um mandamento divino.

    Não uma questão de examinar os fatos e sim de seguir o líder.

  • editado August 13
    Não creio. O sarampo voltou nos EUA com ou sem o Trumpet.
  • Fernando_Silva escreveu: »
    PugII escreveu: »
    Há caminhos melhores, só que nos EUA não é fácil aplicar. Ver o modo como as pessoas reagem às vacinas diz tudo do buraco que aquilo é - embora, aparente ser outra coisa nos filmes.
    Se Trump tivesse defendido as vacinas, todo o Bible Belt já estaria vacinado.
    Seria um mandamento divino.

    Não uma questão de examinar os fatos e sim de seguir o líder.

    Já no Brasil se Bolsonaro tivesse condenado o "tratamento precoce" estaria sendo processado por negar tratamento "promissor" a quem precisa colocando todos os ovos em uma cesta só apostando na vacina.
    Não é juízo de valor. Ele errou e escolheu o pior caminho.

    É uma crítica à oposição daqui que desde sempre age assim. Se Bolsonaro diz A então B certo. Isso pra política vá lá, é nojento mas passa. Já pra gerir a crise que está matando gente é canalha demais e ao menos nos EUA onde aconteceu o mesmo a coisa não foi tão calhorda quanto aqui.
  • Judas escreveu: »

    Já no Brasil se Bolsonaro tivesse condenado o "tratamento precoce" estaria sendo processado por negar tratamento "promissor" a quem precisa colocando todos os ovos em uma cesta só apostando na vacina.
    Não é juízo de valor. Ele errou e escolheu o pior caminho.

    É uma crítica à oposição daqui que desde sempre age assim. Se Bolsonaro diz A então B certo. Isso pra política vá lá, é nojento mas passa. Já pra gerir a crise que está matando gente é canalha demais e ao menos nos EUA onde aconteceu o mesmo a coisa não foi tão calhorda quanto aqui.

    E o pessoal se guia pelo emocional sem analisar isso.

  • PugII escreveu: »
    Num futuro não muito distante, dirão o mesmo do Brasil após ser completamente tomado pelos evangélicos fundamentalistas.
    A ignorância mata e muito no Brasil...

    Disse o cara que virava a bunda para meca todos os dias, além de defender organizações terroristas islamicas.
  • Fernando_Silva escreveu: »
    PugII escreveu: »
    Há caminhos melhores, só que nos EUA não é fácil aplicar. Ver o modo como as pessoas reagem às vacinas diz tudo do buraco que aquilo é - embora, aparente ser outra coisa nos filmes.
    Se Trump tivesse defendido as vacinas, todo o Bible Belt já estaria vacinado.
    Seria um mandamento divino.

    Não uma questão de examinar os fatos e sim de seguir o líder.

    Ou diriam que ele está indo contra princípios religiosos.
  • Judas escreveu: »
    Fernando_Silva escreveu: »
    PugII escreveu: »
    Há caminhos melhores, só que nos EUA não é fácil aplicar. Ver o modo como as pessoas reagem às vacinas diz tudo do buraco que aquilo é - embora, aparente ser outra coisa nos filmes.
    Se Trump tivesse defendido as vacinas, todo o Bible Belt já estaria vacinado.
    Seria um mandamento divino.

    Não uma questão de examinar os fatos e sim de seguir o líder.

    Já no Brasil se Bolsonaro tivesse condenado o "tratamento precoce" estaria sendo processado por negar tratamento "promissor" a quem precisa colocando todos os ovos em uma cesta só apostando na vacina.
    Não é juízo de valor. Ele errou e escolheu o pior caminho.

    É uma crítica à oposição daqui que desde sempre age assim. Se Bolsonaro diz A então B certo. Isso pra política vá lá, é nojento mas passa. Já pra gerir a crise que está matando gente é canalha demais e ao menos nos EUA onde aconteceu o mesmo a coisa não foi tão calhorda quanto aqui.

    Esse negocio do voto impresso ser tão detonado é uma amostra disso.
    Recontagem de voto era uma das bandeiras mais importantes do BRIZOLA, por exemplo. MBL tem videozinho defendendo isso. Mudaram de opinião simplesmente pq agora quem pede isso é o bozo genocida.
  • O MITO tá certo!

    Defender o direito de não se vacinar é a obrigação de qualquer um que se diz LIBERAL. Não interessa as consequências. Se for necessário vacinar todos os 8 bilhoes de pessoas para erradicar uma doença mas existir uma pessoa que não deseja tomar a vacina, eu irei defender o direito dela não se vacinar. E que se desenvolva uma nova vacina ou tratamento que garante a MINHA imunidade.

    Fiquem em casa e usem mascaras nas suas casas! E não recebam ninguem! Estarão salvos! Quando o motoboy entregar a sua refeição, jogue alcool 70% sobre a embalagem!

    Os defensores da vacinação compulsória estão mais proximos dos regimes ditatoriais do que da democracia e da liberdade.

    Qual será o proximo passo dessa gente tão altruista? Evitar que gordos continuem tomando coca cola para não lotar hospitais??

  • ENCOSTO escreveu: »
    Fernando_Silva escreveu: »
    PugII escreveu: »
    Há caminhos melhores, só que nos EUA não é fácil aplicar. Ver o modo como as pessoas reagem às vacinas diz tudo do buraco que aquilo é - embora, aparente ser outra coisa nos filmes.
    Se Trump tivesse defendido as vacinas, todo o Bible Belt já estaria vacinado.
    Seria um mandamento divino.

    Não uma questão de examinar os fatos e sim de seguir o líder.

    Ou diriam que ele está indo contra princípios religiosos.

    Especulação gera conforto ao especulador.
  • ENCOSTO escreveu: »
    O MITO tá certo!


    Qual será o proximo passo dessa gente tão altruista? Evitar que gordos continuem tomando coca cola para não lotar hospitais??

    Não dá as ideias. Eu não quero mais ideias de gente que diz que as intenções são de salvar vidas.
  • ENCOSTO escreveu: »
    O MITO tá certo!

    Defender o direito de não se vacinar é a obrigação de qualquer um que se diz LIBERAL. Não interessa as consequências. Se for necessário vacinar todos os 8 bilhoes de pessoas para erradicar uma doença mas existir uma pessoa que não deseja tomar a vacina, eu irei defender o direito dela não se vacinar. E que se desenvolva uma nova vacina ou tratamento que garante a MINHA imunidade.

    Fiquem em casa e usem mascaras nas suas casas! E não recebam ninguem! Estarão salvos! Quando o motoboy entregar a sua refeição, jogue alcool 70% sobre a embalagem!

    Os defensores da vacinação compulsória estão mais proximos dos regimes ditatoriais do que da democracia e da liberdade.

    Qual será o proximo passo dessa gente tão altruista? Evitar que gordos continuem tomando coca cola para não lotar hospitais??
    A pessoa tem o direito de não se tratar e morrer de uma doença.
    De comer errado e morrer das consequências. Etc. etc.

    Mas não tem o direito de recusar vacina para uma doença que pode acabar sendo transmitida aos outros por causa de sua teimosia. Ou então vá viver isolada no meio do mato.

    A varíola acabou porque todos foram vacinados.
    A poliomielite quase acabou, mas está de volta porque imbecis, em nome de religiões idiotas (pleonasmo...) recusaram a vacina.

  • editado August 14
    Imbecilidade alastrou tanto no Ocidente, que tornar-se-à lei cuidar da saúde dos agora inimputáveis (povo menorizado).

    Não há qualquer espaço para aceitar a estupidez dos anti-vacinas, movimento forte entre os fundamentalistas evangélicos - um bando de trogloditas, que influenciam rumos de Nações como Brasil ou EUA. Infelizmente, estes movimentos têm poder...

    O engraçado ou trágico é haver pessoas preocupadas com o que andam os muçulmanos a fazer, sem dar conta do que ocorre dentro da sua casa.

  • Na Europa é mais complexo. Portugal é pouco evangélico, parece ainda imune contra a imbecilidade.
    O resultado deste desapego à religião verifica-se na elevada taxa de vacinação do país, sempre a progredir, quando outros bloqueiam nos intransigentes.



    Noutros países europeus, há de tudo, ateus imbecis, imigrantes a querer destruir Ocidentes...há estupidez para todos os gostos.

    Pensar que Ocidente pretendia ser um farol e exemplo para um país como Afeganistão. Podemos deplorar os talibans, mas há uma diferença entre eles e Ocidente actual, lá existe uma visão estratégica par ao futuro.

    Ocidente morrer por estar a desconstruir-se - é um suicídio colectivo de imbecis...


    Nota: aos que estão lúcidos, resta assistir do camarote.
  • editado August 14
    PugII escreveu: »
    Imbecilidade alastrou tanto no Ocidente, que tornar-se-à lei cuidar da saúde dos agora inimputáveis (povo menorizado).

    Não há qualquer espaço para aceitar a estupidez dos anti-vacinas, movimento forte entre os fundamentalistas evangélicos - um bando de trogloditas, que influenciam rumos de Nações como Brasil ou EUA. Infelizmente, estes movimentos têm poder...

    O engraçado ou trágico é haver pessoas preocupadas com o que andam os muçulmanos a fazer, sem dar conta do que ocorre dentro da sua casa.

    Curioso que vemos gente clamando por liberdade individual quando o assunto é muçulmano bater na mulher em casa, mas é um ditador quando o assunto é obrigar alguém a se tratar por medo ou covardia de pegar uma doença.
  • Fernando_Silva escreveu: »
    A pessoa tem o direito de não se tratar e morrer de uma doença.
    De comer errado e morrer das consequências. Etc. etc.

    Mas não tem o direito de recusar vacina para uma doença que pode acabar sendo transmitida aos outros por causa de sua teimosia. Ou então vá viver isolada no meio do mato.

    A varíola acabou porque todos foram vacinados.
    A poliomielite quase acabou, mas está de volta porque imbecis, em nome de religiões idiotas (pleonasmo...) recusaram a vacina.

    Viver em sociedade e com liberdade é isso ai: correr riscos. Quem tem medo da sociedade e de toda a pluralidade é quem deve ir viver no mato. Essa é a unica escolha individual moralmente aceitavel.

    Aqui voce corre risco de comer uma puta ou traveco e pegar HIV. Voce corre o risco de gerar filhos com deficiencia porque vc ou seu parceiro tem problemas geneticos, e corre risco de pegar sarampo porque voce não se vacinou.



  • O Michael Jakson tinha meu respeito ate antes de ser acusado de pedofilia. Ele vivia numa bolha de ar puro e usava mascara e luvas para não ter contato com gente suja.
  • ENCOSTO escreveu: »
    Fernando_Silva escreveu: »
    A pessoa tem o direito de não se tratar e morrer de uma doença.
    De comer errado e morrer das consequências. Etc. etc.

    Mas não tem o direito de recusar vacina para uma doença que pode acabar sendo transmitida aos outros por causa de sua teimosia. Ou então vá viver isolada no meio do mato.

    A varíola acabou porque todos foram vacinados.
    A poliomielite quase acabou, mas está de volta porque imbecis, em nome de religiões idiotas (pleonasmo...) recusaram a vacina.

    Viver em sociedade e com liberdade é isso ai: correr riscos. Quem tem medo da sociedade e de toda a pluralidade é quem deve ir viver no mato. Essa é a unica escolha individual moralmente aceitavel.

    Aqui voce corre risco de comer uma puta ou traveco e pegar HIV. Voce corre o risco de gerar filhos com deficiencia porque vc ou seu parceiro tem problemas geneticos, e corre risco de pegar sarampo porque voce não se vacinou.



    Que se viva com as consequências de suas escolhas
  • Saigão no dia 11/09 seria todo um símbolo.


    Previsões:

    - EUA recuam na retirada e dão uma coça nos talibans.

    - Talibans irão conquistar Cabul quando quiserem.
  • Mazar-i-Sharif tombou - símbolo

    https://observador.pt/2021/08/14/governo-afegao-perde-controlo-do-norte-do-pais-mazar-i-sharif-cai-nas-maos-dos-talibas/


    Talibans conquistarão Jalalabad iniciando o cerco final a Cabul. Neste momento só falta controlarem a fronteira com o Paquistão (precisamente, a região que mais os apoia).



    Aceitam-se apostas - EUA vão recuar e atacar de novos os talibans?

    Ou

    Aceitam esta derrota superficial, enquanto farão negócios com os talibans longe das vistas...................
  • editado August 15
    Cartaz de um filme em 2010, acertaram na profecia:

    5ke4efrinfh71.jpg?width=451&auto=webp&s=2bf6c6a23871dd94449f88ba08ef8a779eb33303
  • editado August 15
    Rapidez...

    Cabul está cercada, o erro de tentar construir um país sem compreender e integrar a sua história, chegou ao fim.


    Um conservador saberia que nunca daria certo reformar só por decretos a impor leis estranhas ao modo de vida local.

  • Em relação à vacina, se defendemos ideias radicais, mesmo que da mais autêntica liberalidade democrática, a imagem de nosso filho ou esposa asfixiados numa UTI pode redirecionar nossas ideias.
  • editado August 15
    ENCOSTO escreveu: »
    Viver em sociedade e com liberdade é isso ai: correr riscos. Quem tem medo da sociedade e de toda a pluralidade é quem deve ir viver no mato. Essa é a unica escolha individual moralmente aceitavel.
    Na Bíblia, os leprosos eram expulsos das cidades e tinham que viver afastados.
    Se alguém chegasse perto, eles tinham que gritar "Impuro! Impuro!" para a pessoa não chegar perto.

    Viver em sociedade não implica em ter que aceitar, por exemplo, fumantes em espaços públicos.
    Ou festas barulhentas no vizinho.

    Viver em sociedade impõe limites. A pluralidade não é absoluta.
    Quem não aceita os limites é que deve se mudar para o meio do mato.
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.