Meu corpo minhas regras

Comentários

  • editado June 28
    meu é um conceito ilusório
  • Fico assustado comigo mesmo. Difícil achar alguem tão coerente com as ideias que defende.

  • editado June 28
    Precisamente, a vacinação compulsiva abre a possibilidade de colocar em causa essa ideia.
  • PugII escreveu: »
    Precisamente, a vacinação compulsiva abre a possibilidade de colocar em causa essa ideia.
    Recusar vacina não é um direito se essa recusa põe em risco a vida de todos.
    Só seria um direito no caso de uma doença não transmissível.
  • vixe! essa questão ja rendeu muito por aqui!
  • Fernando_Silva escreveu: »
    PugII escreveu: »
    Precisamente, a vacinação compulsiva abre a possibilidade de colocar em causa essa ideia.
    Recusar vacina não é um direito se essa recusa põe em risco a vida de todos.
    Só seria um direito no caso de uma doença não transmissível.

    Recusar aborto coloca a todos em perigo em determinado contexto:
    - mais um bandido
    - mais um moleque para ser sustentado pelos contribuintes
    - o custo médico relativo à gravidez a cargo dos contribuintes
    - custo com prisões, guardas, etc
    - custo para educar essa criança (sem perspectiva de retorno)

    Obviamente, tudo é perspectiva, deturpada, mesmo assim válida.



  • PugII escreveu: »
    Fernando_Silva escreveu: »
    PugII escreveu: »
    Precisamente, a vacinação compulsiva abre a possibilidade de colocar em causa essa ideia.
    Recusar vacina não é um direito se essa recusa põe em risco a vida de todos.
    Só seria um direito no caso de uma doença não transmissível.

    Recusar aborto coloca a todos em perigo em determinado contexto:
    - mais um bandido
    - mais um moleque para ser sustentado pelos contribuintes
    - o custo médico relativo à gravidez a cargo dos contribuintes
    - custo com prisões, guardas, etc
    - custo para educar essa criança (sem perspectiva de retorno)

    Obviamente, tudo é perspectiva, deturpada, mesmo assim válida.



    Seu argumento é meio que uma "redução ao absurdo", mas não está errado.
    Tudo acarreta em um risco.
  • editado June 29
    Fernando_Silva escreveu: »
    PugII escreveu: »
    Precisamente, a vacinação compulsiva abre a possibilidade de colocar em causa essa ideia.
    Recusar vacina não é um direito se essa recusa põe em risco a vida de todos.
    Só seria um direito no caso de uma doença não transmissível.
    Mesmo quando a vacina não impede a infecção e a pessoa vacinada continua espanhando o vírus?

    E se a vacina coloca em risco quem a toma? Em especial quando essa vacina não passou por testes de longo prazo.

    É mais fácil argumentar contra alguém que sabendo estar infectado com um vírus perigoso, sai o espalhando de propósito.

    Mas isso está muito longe de pessoas saudáveis, não infectadas e não vacinadas andando por ai não muito preocupadas com um vírus que dependendo da idade não é muito pior do que o da gripe.

    E ainda tem a questão de pessoas imunizadas naturalmente.

    Sem contar que quando você sai na rua você escolhe se expor ao risco. É uma escolha sua.
  • NadaSei escreveu: »
    PugII escreveu: »
    Fernando_Silva escreveu: »
    PugII escreveu: »
    Precisamente, a vacinação compulsiva abre a possibilidade de colocar em causa essa ideia.
    Recusar vacina não é um direito se essa recusa põe em risco a vida de todos.
    Só seria um direito no caso de uma doença não transmissível.

    Recusar aborto coloca a todos em perigo em determinado contexto:
    - mais um bandido
    - mais um moleque para ser sustentado pelos contribuintes
    - o custo médico relativo à gravidez a cargo dos contribuintes
    - custo com prisões, guardas, etc
    - custo para educar essa criança (sem perspectiva de retorno)

    Obviamente, tudo é perspectiva, deturpada, mesmo assim válida.



    Seu argumento é meio que uma "redução ao absurdo", mas não está errado.
    Tudo acarreta em um risco.

    Ao ponto de decidir sobre uma vida que não é sua.
  • Percival escreveu: »
    Ao ponto de decidir sobre uma vida que não é sua.

    Sim. Alegando perigo você pode defender qualquer absurdo.

    Eu posso argumentar que o governo tem o direito de decretar toque de recolher as 9 da noite e colocar câmeras nas casas das pessoas para garantir que todos durmam cedo e tenham uma boa noite de sono.

    Ao dirigir com sono ou operar maquinas pesadas você pode matar alguém.
    É quase tão perigoso quanto estar bêbado.
  • Alias nas nações comunistas se viu instituirem exercícios físicos obrigatorios.

    Uma vida sedentaria é perigosa pra pessoa e também coloca o sistema de saúde em risco de colapsar, afetando os que não tem culpa do seu sedentarismo.

    O covid mesmo atacou muito mais os obesos.
    Significa que ao ser sedentário você se torna um risco no caso de uma pandemia e aumenta o risco de colapso do sistema.

    Logo, o governo tem o direito de impor ginastica compulsória.

    É sempre possível argumentar nessas linhas.
  • Fernando_Silva escreveu: »
    PugII escreveu: »
    Precisamente, a vacinação compulsiva abre a possibilidade de colocar em causa essa ideia.
    Recusar vacina não é um direito se essa recusa põe em risco a vida de todos.
    Só seria um direito no caso de uma doença não transmissível.

    Legalmente até pode ser pois temos centenas de milhões de leis estupidas que são cagadas no congresso nacional.
    Se descobrirem que no teu sangue tem anticorpos e que você precisa doar 1 ml de sangue para cada cidadão do mundo para garantir a imunidade contra o coronga, e que voce será obrigado a permanecer doando sangue diariamente, fará de boas caso tenha uma lei?

    Esse tipo de lei funciona e é aceita por formigas, abelhas, etc. Entre indivíduos, só se forem obrigados por força maior.
  • ENCOSTO escreveu: »
    Fernando_Silva escreveu: »
    PugII escreveu: »
    Precisamente, a vacinação compulsiva abre a possibilidade de colocar em causa essa ideia.
    Recusar vacina não é um direito se essa recusa põe em risco a vida de todos.
    Só seria um direito no caso de uma doença não transmissível.

    Legalmente até pode ser pois temos centenas de milhões de leis estupidas que são cagadas no congresso nacional.
    Se descobrirem que no teu sangue tem anticorpos e que você precisa doar 1 ml de sangue para cada cidadão do mundo para garantir a imunidade contra o coronga, e que voce será obrigado a permanecer doando sangue diariamente, fará de boas caso tenha uma lei?

    Esse tipo de lei funciona e é aceita por formigas, abelhas, etc. Entre indivíduos humanos, só se forem obrigados e ameaçados por força maior.

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.