Olá, bem-vind@!

Quer participar e contribuir? Clique no botão "Registrar-se" se é sua primeira vez aqui. Se você já é um dos nossos, clique em "Entrar".

patolino

Sobre

Nome de usuário
patolino
Agregado
Visitas
6
Última atividade
Funções
Member

Atividade

  • Silvana
    Sadações Patolino

    Eu é que agradeço sua ajuda sobre postagens.

    [Fraternos]
    October 24
  • Depressão... conclusão - um fato ressalta e não é de se estranhar: quando se experimenta o gradual retorno da saúde e, se estamos falando de alguém com razoável discernimento e respeito pela vida, há de se notar mudança radical em seu modo de ser e interagir; pontos de vista se alteram e a tolerância, com razoável compreensão para com os demais pode ser observado por aqueles com quem convive. Paixões, vícios, hábitos e costumes obstinações são gradualmente erradicados.
    Passa-se por um doloroso processo de reeducação.
    E não seria este o principal objetivo da Depressão?
    August 17
  • Depressão...4 - Ou seja, outros casos de suicídio podem engrossar as estatísticas mas não foram relatados.
    Os estudiosos acreditam que a par de uma maior ou menor gravidade dos sintomas, o que provavelmente impulsiona o enfermo para o gesto trágico estará relacionado a convicções religiosas que sustentam a esperança da cura e também, dependendo da crença de cada um, o que o aguardará na outra dimensão.
    Faltam dados importantes nesta pesquisa sobre os que abraçam o suicídio, tais como o perfil intelectual, a crença religiosa, alguma predisposição mórbida anterior, etc.
    August 13
  • Depressão (3)... a síndrome (conjunto de sintomas) é típica mas de intensidade variável de pessoa para pessoa; alguém reclama da falta de apetite, da insônia, da tristeza constante, etc. Outros se sentem tão mal, de um modo geral, que o desejo da morte parece ser a solução possível.
    Mas, se este mal é tão antigo como afirmam alguns pesquisadores, por qual razão o denominam "O Mal do Século"?
    Pela sua disseminada incidência e recorrência. Torna-se crônico: não há uma cura definitiva embora os episódios sejam mais espaçados e com menor gravidade.
    Uma pergunta surge e para a qual ainda não se tem uma resposta: por qual razão o número de suicídios é tão grande? O que diferencia os que buscam tal solução, dos demais?
    E aqui está um ponto importante e que confere maior gravidade a esta doença: muitos dos casos de suicídio, por razões não claramente definidas, estão relacionados de forma indireta a este mal...
    continua
    August 10
  • DEPRESSÃO - continuando... (desculpem alguns erros no Português, teclado novo rsrsrs )
    como dizia, aquela pessoa que se entregava totalmente a uma vida sem maiores perspectivas que não fossem as coisas e pessoas que as cercam, cujos objetivos estariam ao alcance das mãos mas distantes das conjecturas maiores. E não refletem jamais sobre as responsabilidades pessoais perante as complexidades de uma existência, comprometida com o todo e não exclusivamente consigo mesmo. de repente procura, em primeiro lugar compreender o motivo da enfermidade que o deprime. Não encontrará respostas na medicina embora essa não lhe negue os cuidados.
    July 27
  • DEPRESSÃO; leio muito sobre o assunto e noto algumas coisas interessantes sobre suas vítimas.
    Geralmente são pessoas inteligentes, embora nem sempre cultos; quer dizer, pessoas ativas e empreendedoras e muito voltadas para o mundo do que as envolve inteiramente.
    Se têm um negócio, vivem para ele. Empregados de certo nível, morrem pela empresa... quando torcedores de futebol são fanáticos e discutidores; e por aí vai
    De repente perdem algo importante, que as vezes nem sabiam ser tão importante assim. Seu mundo desmorona.
    Tudo perde a importância. trabalho, empresa, futebol, família, hoby... torna-se um zumbi. O botão On/Off permanentemente em Off.
    Passam um período de hibernação, com grande sofrimento e profundos questionamentos.
    July 27