Religião é Veneno
Índice de homicídios por estados no Brasil, dados mais atualizados - Tire as suas conclusões
Autor: Volpiceli | Categoria: História, Sociedade, Comportamento e Filosofia | Visualizações: 3470 Comentários: 2
Avatar
Volpiceli
2023-Dezembro-15
Comentários: 70
Tópicos criados: 33

0
like
0
dislike
0
angry
0
cry
0
wow
0
laugh
0
heart
Avatar
LaraAS
2023-Dezembro-15
Comentários: 111
Tópicos criados: 2
Volpiceli


Você não poderia dar mais detalhes de cada um, com dados escritos de cada um, em vez de só essas cores?

0
like
0
dislike
0
angry
0
cry
0
wow
0
laugh
0
heart
Avatar
Fernando_Silva
2023-Dezembro-23
Comentários: 780
Tópicos criados: 16

Censo 2022: veja o quão parda, branca, preta, amarela e indígena são a sua cidade e o seu estado


População brasileira no ano passado era formada por 92.083.286 pessoas pardas, ante 88.252.121 brancas


Por Luis Felipe Azevedo e Alan Souza — Rio de Janeiro 22/12/2023


O Censo 2022 mostrou que pela primeira vez a população brasileira é composta majoritariamente por pessoas pardas. Os dados da pesquisa evidenciam que a população no ano passado era formada por 92.083.286 pessoas pardas (45,3%), 88.252.121 brancas (43,5%), 20.656.458 pretas (10,2%), 1.694.836 indígenas (0,8%) e 850.130 amarelas (0,4%).


Os dados apontam que a população parda é predominante nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, enquanto a população branca é maioria no Sul e Sudeste. Já as pessoas com cor ou raça preta têm maior peso relativo na população residente do Nordeste. A população amarela tem maior representação no Sudeste, e os indígenas no Norte do país.


Descubra abaixo o quão parda, branca, preta, amarela e indígena é a sua cidade: (ver link abaixo)


Veja também o quão pardo, branco, preto, amarelo e indígena é o seu estado:



Ao longo dos últimos 31 anos, quando o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) passou a investigar simultaneamente os cinco grupos étnico-raciais, a população branca ocupava a liderança em todas as faixas etárias. Entretanto, os resultados da pesquisa de 2022 mostram um crescimento de pretos e pardos em todos os grupos de idade, enquanto o inverso ocorreu entre a parcela da população que se declara branca, que mesmo com a perda de representação ainda é predominante entre os mais velhos.


O IBGE utiliza o conceito de “raça” como uma categoria socialmente construída na interação social e não como um conceito biológico. Na pesquisa, cada pessoa responde ao IBGE a sua percepção sobre a cor ou raça a que pertence, baseado em critérios como origem familiar, cor da pele, traços físicos, etnia e pertencimento comunitário, entre outros. Além disso, o instituto afirma que essas cinco categorias estabelecidas na investigação (branca, preta, amarela, parda e indígena) também podem ser entendidas pelo informante de forma variável.


No entanto, o manual de entrevista do Censo conceitua cada uma das categorias. A pessoa parda, por exemplo, é definida como aquela "que se declarar parda ou que se identifique com mistura de duas ou mais opções de cor ou raça, incluindo a branca, preta, parda e indígena". Já a amarela é definida como "pessoa de origem oriental: japonesa, chinesa, coreana, etc".


https://oglobo.globo.com/brasil/noticia/2023/12/22/censo-2022-veja-o-quao-parda-branca-preta-amarela-e-indigena-sao-a-sua-cidade-e-o-seu-estado.ghtml

1
like
0
dislike
0
angry
0
cry
0
wow
0
laugh
0
heart